sábado, 12 de setembro de 2020

ALTERANDO A SINTONIA


Um dos perigos da quarentena é fechar-se em verdades. A rede social não é um local adequado para ver as coisas sobre ângulos diversos. Com as massacrantes publicações passamos a focar no autores e não nos temas, principalmente, em se tratando de política.

Pior ainda, quando são repetidas as postagens profissionais compartilhadas, originadas, quase sempre de gabinetes profissionais.

Vez por outra, nada como uma conversa presencial, mesmo portando máscaras e mantendo distância recomendada. As máscaras não cobrem os olhos e eles, para um razoável observador, dizem muito, ou quase tudo.

Hoje em São Paulo aconteceu uma dessas conversas.

O interlocutor, amigo de priscas eras, com muita cultura geral e sem interesse e necessidade das lutas pela sobrevivência. Democrata, liberal e durante toda a vida, com forte preocupação social.

Para pensar: 

" As mudanças são essenciais para o País. Mudanças bruscas e definitivas. Lamentavelmente, não acontecerão por iniciativa do Congresso e confirmadas, quando necessário, pelos tribunais superiores. As pressões necessária não virão do povo. O pessoal do andar superior nunca esteve tão bem. A classe média administra como pode o dia a dia. Os mais distantes das oportunidades, vêm as ajudas financeiras governamentais como oásis. O governo federal não afasta os olhos do espelho. Total falta de capacidade de visão a médio e longo prazo. 
As novas gerações se apresentarão baqueadas. "

A saída, aparentemente absurda e utópica foi demonstrada num sorriso amargo.

Viver é Perigoso
    

Nenhum comentário: