sexta-feira, 7 de agosto de 2020

ONDA AMARELA




DECRETO Nº 7996/2020

Dispõe sobre o funcionamento do Plano Minas Consciente no Município de Itajubá.

Considerando a reclassificação de fase de abertura da Macrorregião Sul de Saúde e da classificação da Microrregião de Itajubá no âmbito do Plano Minas Consciente.
 
Art. 1º. Fica o Município de Itajubá classificado para a Onda Amarela, segundo as novas regras do Plano Minas Consciente, permitindo a retomada apenas das atividades previstas para as Ondas Vermelha (serviços essenciais) e Amarela (serviços não essenciais) conforme determinado pelo "Minas Consciente",  a partir da data de publicação deste Decreto e enquanto durar essa classificação realizada pelo Comitê Extraordinário covid-19 do Estado de Minas Gerais.

07/8/2020

PMI

Blog: Nesta fase, são permitidos:

- Bares (consumo no local)
- Autoescola e cursos de pilotagem
- Salão de beleza e atividades de estética 
- Comércio de eletrodomésticos e equipamentos de áudio e vídeo
- Papelaria, lojas de livros, discos e revistas 
- Lojas de roupas, bijuterias, joias, calçados, e artigos de viagem
- Comércio de itens de cama, mesa e banho
- Lojas de móveis e lustres
- Imobiliárias
- Lojas de departamento e duty free
- Lojas de brinquedos
.
Para avançar para a onda verde, as cidades precisam estar há 28 dias consecutivos na onda amarela, sem sofrer retrocessos durante esse período.

Viver é Perigoso

2 comentários:

Anônimo disse...

95 mortes em MG em um único dia! recorde! quase 100.000 casos! E vamos para a onda amarela felizes e satisfeitos. afinal temos vagas nas utis! se não tem arranjamos!

Anônimo disse...

Dados da Secretaria de Saúde de Minas : conforme o boletim do projeto piloto Monitoramento Covid Esgotos, publicado nesta sexta-feira (7). Os dados mais recentes mostram que a cidade (BH) deve ter 500 mil infectados. Só que os casos confirmados pelo governo municipal são 25 mil. 20 vezes mais! Preocupação: Campos do Jordão registra 522 casos e 15 mortes e não trata totalmente seus esgotos. Extrapolando Campos poderia ter 10 mil casos. O rio Sapucaí não vem de lá? E atravessa toda Itajubá? Alguém está acompanhando isso?