domingo, 5 de julho de 2020

CARTA QUE NÃO RECEBI


Curitiba, 05 de julho de 2020

Ref: Ministério da Educação

Prezados,

Recebi na noite da última quinta-feira uma ligação do presidente Jair Bolsonaro me convidando para ser ministro da Educação. Fiquei muito honrado com o convite, que coroa o bom trabalho feito por 90 mil profissionais da Educação do Paraná. Agradeço ao presidente Jair Bolsonaro, por quem tenho grande apreço, mas declino do convite recebido. Sigo com o projeto no Paraná, desejo sorte ao presidente e uma boa gestão no Ministério da Educação.

Renato Feder

Viver é Perigoso

5 comentários:

Anônimo disse...

Bolsonaro convidou mas não nomeou imediatamente. Conforme previsto aqui dias atrás o presidente passou a sofrer pressões doa núcleos ideológico, familiar e evangélico. O rapaz que não é bobo nem nada percebeu a indecisão presidencial e declinou do convite. Esperto, assim como o Nelson Teich da Saúde. Sair ou não entrar para não ser fritado. Só o pessoal do centrão emplaca imediatamente. E continuam a educação e a saúde jogadas para segundo, terceiro plano. Lascados é pouco.

Anônimo disse...

Em algum momento da campanha eleitoral o Bozzo prometeu alguma coisa relacionado à saúde e educação?
Logo, ele está sendo coerente. Tão reclamando do que?
E o país segue sem ministro da saúde e também da educação, neste caso já faz um ano e meio...

Anônimo disse...

MUDOU O QUE? NADA DE NADA

Anônimo disse...

Nada mesmo. A corrupção continua a mesma...

Anônimo disse...

Mas é isso q vcs querem, kkkk