quinta-feira, 18 de junho de 2020

É A VIDA...


Atibaia: Excelente lugar para se hospedar na CASA DE AMIGO (antes de ir para a cadeia)

Viver é Perigoso

6 comentários:

Anônimo disse...

Sei não, Ubatuba é mais legal?

Edson Riera disse...

Legal

Não deixa de seu uma boa opção. Visitas não faltarão.

Zelador

Anônimo disse...

Acabou nas redes o cadê o Queiroz! Denunciante do esconderijo foi Heloísa Carvalho filha do guru desse (des)governo o outro boca suja mor Olavo de Carvalho. Mais os xingamentos dele outro dia, não é sugestivo de desembarque? Logo logo vamos ter a repetição do Collor com o imortal "não me deixem só".

Anônimo disse...

SITUAÇÃO em ITAJUBA MG COVID-19*

ATENÇÃO!

* Casos confirmados: 56
* Descartados: 122
* Recuperados: 52
* Internado: 10
* Óbitos: 3
* Fofoqueiros: 15.456
* Fazendo caminhada na avenida:1.890
* Tirando foto andando de Bike: 2342
* Fazendo festa escondido: 764
* Esquecendo de dar a seta: 5680
* Bravo com a obra do centro : 20.580
* Brigando por política no face: 112.179
* Na fila do banco: 31.054
* Na fila das lojas cem: 11.455
* Torcendo pra Aparecida abrir: 18.339
* À toa no Facebook lendo e acreditando em besteira: 122.450
* fazendo quarentena na rua: 124.550
*Indo ao posto de saúde buscar camisinha: 13.690
* Mães loucas com as crianças em casa: 35.235
* Pessoas se programando para fazer festa junina clandestina : 12.345
* Novos especialistas em Corona Vírus na cidade: 90.789

Em breve atualizaremos os números!
SE CUIDEM!!.....kkkkkkkkkkkkkk

Anônimo disse...

O filósofo grego Aristóteles criou uma teoria para explicar o raciocínio humano e a lógica que se baseia no pressuposto de que a razão humana é capaz de deduzir conclusões a partir de afirmações ou negações anteriores. Se as premissas forem verdadeiras, a conclusão também será. Para que algo seja verdadeiro, portanto, é preciso analisar os argumentos dados e verificar sua veracidade e sintonia. Fatos e lógica, por uma questão óbvia, são os únicos meios racionais para se chegar a uma conclusão.

Infelizmente no mundo de hoje a lógica é deixada de lado por aqueles que urgem pertencer a um grupo e temem sua patrulha e condenação. O coletivismo que dominou as escolas, universidades, o jornalismo e as redes sociais, se tornou mais importante como causa do que a causa em si. Os jovens dizem: “se uma pessoa negra disse que algo é racismo, então é”. “Se uma pessoa árabe disse que algo é xenofobia, então é”. “Se uma mulher disse que algo é machismo, então é”. “Se um homossexual disse que é algo é homofobia, então é”. Ou seja, não importa a lógica e não importam os fatos, pois precisam adequarem-se ao novo tipo de censura chamada popularmente de “lugar de fala”. Aceitam a violação da razão calados porque morrem de medo de serem rotulados como racistas, xenófobos, machistas ou homofóbicos, mesmo que não o sejam. Não obstante, julgam os seres pensantes que ousam questionar os motivos de tais rótulos e adoram sinalizar virtudes para o mundo ao fazer isso. .

Sem perceber, criamos uma geração de mentes robotizadas, medrosas e desesperadas por aceitação que fazem de tudo para se adequar ao coletivismo, suprimindo qualquer tipo de pensamento individual. São jovens que não pensam, não produzem e não criam, ao mesmo tempo que são revoltados contra um sistema e uma sociedade que não entendem. São pessoas sem personalidade, treinadas para aceitar qualquer lorota que soe bonito sem questionar, escravos do politicamente correto que os coloca numa competição eterna de vitimismo, sofrimento e auto piedade.

Se é essa geração é quem vai comandar o futuro, não existe futuro. Existe caos.
(Nao vou falar o q penso ref aos .... .

Anônimo disse...

Atualização para o colega 15:01 já são 72 (Boletim PMI). Outra preocupação já divulgada mostram a presença de vírus nas fezes humanas que consequentemente contaminam esgotos, que contaminam rios, donde buscamos nossa água. Pesquisas pilotos em BH e Contagem mostraram nos rios Arrudas e Onça 100% das amostras estavam contaminadas pelo coronavírus.(Fonte SES MG). Em respeito aos mortos e contaminados, seus familiares e amigos, acho que vez de brincar oremos!