terça-feira, 30 de junho de 2020

CARTA QUE NÃO RECEBI


Itajubá. 30 de junho de 2020
Ref.: Prefeitura utiliza doações de cestas básicas do Estado para alavancar deputado
A prefeitura de Itajubá anunciou, por meio de suas redes sociais, que o município irá receber 588 cestas básicas por intermédio do deputado estadual Dalmo Ribeiro (PSDB). Porém, diferentemente do anunciado pela administração municipal, as cestas serão doadas pelo projeto “Fazer o bem faz bem”, da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese).

A Rádio Itajubá recebeu denúncias de ouvintes que a prefeitura estaria utilizando a doação das cestas pelo Governo de Minas Gerais de forma política, com o objetivo de alavancar a popularidade do deputado e do gestor municipal. O assunto foi tema do programa Revista da Manhã de hoje (30).

De acordo com o site da Sedese, o projeto é uma parceria do estado com a iniciativa privada e tem como objetivo minimizar os efeitos da pandemia de covid-19, para pessoas em situação de vulnerabilidade social. Todos os 853 municípios serão beneficiados, inclusive Itajubá.

Segundo a assessora de comunicação do deputado, em Belo Horizonte, a informação divulgada pela prefeitura não procede. "Não existe isso. O deputado só repassou a informação para o município. Ele só informou o município que poderia retirar a doação", disse Socorro de Fátima Monteiro.

Segundo o Governo de Minas, as cestas básicas deverão atender ao público prioritário de programas sociais. O processo de doação será estabelecido por meio de Termo de Doação entre Sedese e município. A retirada das cestas pelas cidades será realizada nos Batalhões da Polícia Militar de Minas Gerais, podendo ser realizada somente após a publicação do “Termo de Doação” no Diário Oficial do Estado.

Segundo o anúncio da prefeitura, as cestas do projeto “Fazer o bem faz bem” pesam aproximadamente, 13,5 kg e contempla gêneros alimentícios como arroz, feijão, açúcar, óleo, fubá, molho de tomate, macarrão, farinha de trigo, entre outros itens.

Rádio Itajubá

Viver é Perigoso

4 comentários:

Anônimo disse...

Eita!

Anônimo disse...

Deveria processar o prefeito e o deputado por auto promoção indevida com dinheiro publico .essa é a marca dessa gestão ...fazer o que? ...

Anônimo disse...

Quem deveria "processar" só pra entender ! Os vereadores??? Kkkkkkkkkk

Anônimo disse...

Os promotores de justica..ministério publico kkk