sexta-feira, 5 de junho de 2020

AMIGO, MAS NEM TANTO


O que Trump afirmar hoje, pode não sustentar amanhã. Isso é corrente. O presidente do Brasil o tem como guru. Isso é corrente.

Hoje, Trump (esquecendo de suas afirmações no início da pandemia) disse que a sua estratégia no combate ao novo coronavírus, possivelmente, salvou de 2 milhões, 2,5 milhões de vidas. 

Trump citou as dificuldades enfrentadas pela Suécia, cuja estratégia contra o coronavírus é alvo de polêmica por, diferentemente de seus vizinhos nórdicos, por não ter adotado o lockdow. "Se fizéssemos como a Suécia, teríamos perdido 1 milhão, 1,5 milhão, talvez até 2 milhões e meio ou mais de vidas. No entanto, estamos em 105 mil.

Seguindo, disse Trump : Se você olha para o Brasil, eles estão passando por um momento terrível. O Brasil quis seguir o exemplo da Suécia.

(em entrevista coletiva em maio, Bolsonaro usou o país europeu como referência de nações que não fecharam, dando a entender que essa era uma estratégia positiva.

Ao ser informado da entrevista de Trump, Bolsonaro deve estar gritando: Esse Trump é um  *****. É um *******. É um comunista ! Sumam com a bandeira americana dos nossos movimentos !

Viver é Perigoso

2 comentários:

Anônimo disse...

Gostei do novo vocábulo que postaram aqui outro dia aqui SINCERICÍDIO. Nada mais nada menos. Só nos veem como republiqueta de bananas. Ou alguém acha que o grande irmão do norte ligou verdadeiramente para "nosotros" abaixo da linha do equador? Só servimos para provar estatísticas negativas.

Edson Riera disse...

Grande Irmão do Norte

Gosto muito do sistema americano de vida. Gosto mais do sul dos EUA do que do norte. Tive a oportunidade de estar por lá diversas vezes. Não sou republicano. Sou democrata.

Lembrando, o meu primeiro protesto juvenil, quando estudante no ginásio, foi. juntamente com um amigo (já não está entre nós) pichar com tinta preta e garrafais, num muro existente ao lado da via férrea (ao lado do Banco Itaú) o inocente "Yankees go home" - época do programa "Aliança para o Progresso".

É a vida...

Zelador