quarta-feira, 6 de maio de 2020

FIM DA LINHA


Impressionante o descrédito alcançada por alguma figuras da política brasileira. Num momento desses, minímas atenções são dadas para os seus pequenos, escondidos e desfigurados pronunciamentos.

O Aécio, numa queda política vertiginosa e jamais vista, surgem e ressurgem denúncias, processos, acusações e as sempre prontas e repetitivas negativas  dos seus advogados. Ninguém se interessa pelo que pensa.

A assessoria do Instituto Lula deve caçar entrevistas para o chefe e espacinho nos jornais para registrar suas besteiras. Novidade, nenhuma. Vez por outra consegue uma vaguinha e torna a repetir sobre honestidade. Aliás, casou-se com a Janja ?

Penso que muitos gostariam de gravar os pensamentos da Dilma sobre a cloroquina, e outros. Claro que seria usado por motivos cômicos. 

Já o FHC, não se preocupem. Deve continuar em  frente ao espelho.

Impressionante como figuras da política brasileira caem no ostracismo de forma definitiva.

E a Marina ? e o Requião ? Alckmin ?

Logo, outra leva deles cai na penumbra.

Viver é Perigoso   

2 comentários:

Anônimo disse...

Verdade! Analise na terrinha, é de dar dó.

Anônimo disse...

Lula leva mais uma da justiça. Quem inexplicavelmente não chega ao fim da linha é O advogado Cristiano Zannin Martins. Não ganha uma para o seu cliente mais expressivo mas continua na defesa. Por que será? observador da cena