domingo, 17 de maio de 2020

FALOU E DISSE:


"Fica parecendo que quem não quer morrer é comunista. E quem quer morrer, mas protesta em caminhonete cabine dupla, é de direita.... 

Na pandemia, a palavra final é dos cientistas. O que eles mandam fazer, eu faço. Como não sou médico nem infectologista, sigo a cartilha e apenas entrego o dinheiro para executarem a parte social e de saúde.

A fala de um presidente é muito importante. Se tivéssemos uma liderança federal forte, o combate à pandemia seria bem melhor. Imagine se o Doria e o Witzel] não tivessem parado São Paulo e Rio? O Brasil já teria uns 50.000 mortos." 

Alexandre Kalil

Viver é Perigoso

Nenhum comentário: