quarta-feira, 6 de maio de 2020

É A VIDA...


A gente fica sempre na esperança da tempestade amainar. Mas as informações e perspectivas não são nada boas. 
Aconteceu em todos os lugares do mundo e se repetir por estas bandas, diferente não há de ser.

Há uns 60 dias li num jornal italiano as normas que estavam sendo adotadas para ocupação das UTI´s em Milão. Chocante chegando a lembrar filme de ficção de terror.

Face a super-ocupação, os critérios para ocupar leitos aparelhados e passar a ter uma chance de vida: doenças pré-existentes, com diabete, obesidade, hipertensão, alguma novidade cardíaca, a idade; e a ordem de solicitação. A idade seria só um critério de desempate.  

Quem acima de 60 anos não se enquadraria ?

Dilemas devem estar acontecendo por esse Brasil afora. A equipe médica decide. Melhor a família não ter conhecimento do concurso.

Inevitável  que escapem da seleção e tenham preferências, também, os candidatos, de uma forma ou de outra, mais bem posicionados. A gente entende.

Triste, mas é a vida. Não gostaria nunca de estar como candidato ou selecionador.

Viver é Perigoso   

Um comentário:

Humberto disse...

Meu caro Edson, as tempestades costumam ser " agudas ", mas pelo jeito essa será " crônica " por um bom ( ou mau ) tempo. Não temos escolha : ou continuamos firmes no grupo de risco que o tempo nos colocou ou passamos para o grupo dos riscados.