domingo, 26 de abril de 2020

DIA NACIONAL DO GOLEIRO

Avô de Goleiro
26 de abril - Comemorado o Dia Nacional do Goleiro.

José Valentim da Silva, simplesmente, Pompéia. Itajubense do Bairro da Varginha - Goleiro da Seleção Brasileira e Campeão Carioca pelo América em 1960.
É do Pompéia a frase que passou para a historia do futebol: " Goleiro é quem gosta de bola. Todo mundo chuta a bola. Só o goleiro abraça".

Marcelo Antonio de Araujo Cunha, simplesmente Marcelo. Grande goleiro. Um dos melhores que a terrinha já viu jogar. Nasceu em Itanhandu (terra de craques) em 4/11/38. Começou sua carreira no Yuracan em 1958. Foi para o Rio de Janeiro, onde atuou com destaque no Vasco da Gama .

Em um clássico contra o Flamengo, realizado no dia 27/8/64, após falhar no segundo gol do Flamengo (2x1), dirigiu-se ao banco de reservas pedindo substituição. A partida ficou parada por 15 minutos, com companheiros e adversários pedindo para que reconsiderasse a sua decisão.
Não voltou atrás.
Deixou o gramado aplaudido pelos 90.000 torcedores.
Deixou o futebol, formou-se em engenharia e aposentou-se após trabalhar 25 anos na IBM.
Mora em Uberlândia. Deixou saudades no meio esportivo da terrinha.

Como disse Albert Camus, "Ser goleiro é um dos trabalhos mais solitários que existem".

O livro "Goleiros Heróis e Anti-Heróis da Camisa 1 - Paulo Guilherme Oliveira- Alameda Casa Editorial, cita nomes de grandes goleiros: Andrada, Banks, Barbosa, Castilho, Carbajal, Carrizo, Dassaev, Domingues, Gilmar, Goycochea, Mayer, Mazurkiewics, Pfaff, Preud´Homme, Yashin, Zamora, Zubizarreta e outros poucos.

À guisa de curiosidade, também foram goleiros o Papa João Paulo II, Che Guevara, Julio Iglesias, Albert Camus, Conan Doyle, todos líderes, carismáticos e pensadores.

Ah! ia me esquecendo, eu também fui.

Viver é Perigoso  

Nenhum comentário: