sábado, 25 de abril de 2020

COMO SE NÃO BASTASSE...


Até então parceiras, as fabricantes de aviões Embraer e Boeing entraram em guerra neste sábado, após a empresa americana ter anunciado que encerrou as negociações para comprar a divisão de aviação comercial da empresa brasileira. As empresas haviam fechado, em julho de 2018, o acordo de US$ 4,2 bilhões.

E mais, a Argentina anunciou, que irá deixar de participar das negociações de acordos comerciais do Mercosul, com a exceção dos dois mais importantes em andamento, o da União Europeia e com a Associação Europeia de Livre Comércio.

Viver é Perigoso

Nenhum comentário: