sexta-feira, 17 de abril de 2020

CARTA QUE RECEBI


Itajubá, 17 de abril de 2020

Amigo,

Temos um problema sério de comunicação. O prefeito só fala com veículos que não questionam e sempre ficam dúvidas.

Quantas pessoas estão internadas por covid na cidade? 

Qual a porcentagem de leitos ocupados? 

Quantos testes a prefeitura tem disponível e quantos foram feitos? 

Porque fazer um hospital de campanha caro e não destinar para o pronto-socorro da Santa Casa que já está preparado e tem profissionais, além da UTI pronta, mas sem equipamentos? 

E mais uma série de perguntas que precisam ser respondidas.

Em todos os pronunciamentos ele cita a palavra "talvez": 

E nós estamos criando um hospital de campanha no Poli da Unifei. Vamos chegar num total de 50 leitos, talvez". "Lá vai ter vai ter mais de 20 ou 26 leitos, talvez". 

Não existe talvez.

Ele ainda critica a imprensa "negativista". 

A população precisa de respostas. 

Saber só o número de casos confirmados não basta, mas essa administração está há 7 anos fugindo de questionamentos.

Marco Antonio Gonçalves

Blog: Caro Marco Antonio. Concordo inteiramente. Há séculos, ouvi, "talvez", a primeira e última entrevista concedida pelo prefeito a um entrevistador independente. Foi na Rádio Jovem FM. N a primeira pergunta ele quase perdeu a linha. Nunca mais. 

Viver é Perigoso    

2 comentários:

Anônimo disse...

Creio que nada adiantará as respostas do digníssimo administrador, já que está muito difícil acreditar nas mesmas.Já faz tempo que ouvimos "lorotas" pelas rádios "oficiais", com um agravante, muita gente acredita e ainda defende!
Estamos,devidamente, lascados.

Luciano

Anônimo disse...

Cada palavra, cada sílaba, cada letra que o nosso veterano alcaide pronuncia são exaustivamente decoradas pelo mesmo e foram minuciosamente desenhadas pelo Senhor seu pai, mais conhecido com Tiãozinho. Visam única e exclusivamente votos. E tem dado certo.
Enquanto vocês ficam aí perdendo tempo ou talvez seja porque é a única coisa que têm pra fazer.
Mais 4 anos!!!!