domingo, 1 de março de 2020

CONCÍLIO DE TRENTO II


Alguém mais distraído, que leu ontem o "post" Concílio de Trento no "Viver é Perigoso" deve ter pensado: "hora da saudade " ? E nós com isso ?

Historiando: 

Sepharad é o nome pelo qual os judeus passaram a chamar a península Ibérica. Algo próximo à "terra prometida". A Espanha e Portugal tornaram-se a Sefarad dos hebreus, que por sua vez acabariam conhecidos como judeus sefarditas.
Os Sefarditas foram expulsos quando da inquisição. Os que ficaram, ou esconderam as suas condições ou se converteram ao catolicismo.

De Portugal, vieram os Almeidas, Alves, Alvim, Amaral, Andrade, Antunes, Azevedo, Brito, Cabral, Campos, Chaves, Coelho, Duarte, Faria, Ferreira, Gonçalves, Leão, Machado, Magalhães, Medeiros, Mello, Vilela, Mendonça, Miranda, Moraes, Moreira, Noronha, Oliveira, Pereira, Santiago,Valente, Vergueiro, Viana, Vilanova, entre outros.

Da Espanha, vieram os Braga, Caminha, Campos, Cardoso, Castro, Gomes, Lemos, Lara, Lopes, Machado, Massoud, Mattos, Mendes, Pinto, Ramos, Rios, Riera, Rodrigues, Sanches, Sarmento, Silva, Souza, Teixeira, Nunes, Torres, Vargas, Varela, Correia, Coutinho, e outros.

Pois é...muitos dos nossos antepassados devem ter penado com a inquisição originada do Concílio de Trento. Após um estudo das árvores genealógicas não seria despropositado a fundação de uma Sinagoga no Sul de Minas.

Em tempo, os governos espanhol e português estão facilitando a concessão de cidadania para os cidadão de origem sefardita perseguidos pela inquisição.

É a vida...

Viver é Perigoso

Nenhum comentário: