sábado, 28 de março de 2020

CAMINHA PARA ISSO


O desgaste político do Aécio Neves, creio que todos concordam, foi definitivo. Sinceramente, o deputado federal carioca/mineiro, não teria mais nada para fazer.

Mas contrariando meio-mundo, Aécio tem recolhido assinaturas dos colegas de Parlamento para protocolar a Proposta de Emenda à Constituição (PEC). Ele precisa conseguir o apoio de pelo menos um terço do total de deputados – 171 dos 513 parlamentares.

Faz todo o sentido a sua proposta.

Adiamento e unificação das eleições.

A matéria prevê que os mandatos atuais de prefeitos e vereadores sejam prorrogados até 2022, ano em que ano ocorreria as eleições gerais – unificação dos pleitos municipais, estaduais e nacionais.

A proposta prevê que a eleição para o Senado, em 2022, vai passar a prever um mandato de 4 anos. Atualmente, é de oito anos.

A partir das eleições gerais de 2026, os mandatos passarão a ser de 5 anos, sendo vedada a reeleição para os cargos Executivos – presidente, governadores e prefeitos.

A hora é de sacrifício. Vamos nos sacrificar e aguentar, com raras exceções, esse pessoal mais dois anos.

Viver é Perigoso

6 comentários:

Anônimo disse...

A ideia é boa, a gente fica em quarentena por 2 anos, vai passar.

Anônimo disse...

Este Aécio ficou doidão de vez, mais dois anos com Rodrigo e Christian nóis num guenta.

Anônimo disse...

Coitado do vereador Cleber Davi, vai apanhar mais dois anos do prefeito e do vice.

Anônimo disse...

Se o Aécio escutar aquele programa "Bom dia Prefeito", na rádio da prefeitura, que conta aquela mentirada danada e xinga os adversários políticos, eu acho que ele vai deixar Itajubá fora desta PEC, pois os ouvintes não merecem este programa por mais dois anos.

Anônimo disse...

Vamos ver o lado bom , aquele candidato esquisito nao entra, credo em cruz, vixi, ta doida coisa fofinnha, uiuiui

Anônimo disse...

Se vem do Aécio, boa coisa não deve ser...
Aliás, carioca / mineiro???? Se tivesse fazendo sucesso seria só mineiro né...