sexta-feira, 31 de janeiro de 2020

UM BOM FILHO DEVE VOLTAR PARA CASA


Carlos Vaz, mineiro de Itajubá, saiu do Brasil com US$ 300 e chegou, após trabalhar dia e noite nos EUA por quase vinte anos, aos US$ 1 Bilhão.

Vaz,  foi considerado um dos 18 executivos mais admirados pelo Dallas Business Journal. 

Sua empresa, a Conti Real Estate Investments, já soma mais de US$ de ativos negociados em 11 anos de operação.

Carlos Vaz é o oitavo filho de uma família de nove irmãos. Começou cedo trabalhando no açougue da família.

Aprendeu sozinho o inglês e depois o alemão, depois acabou entrando no Curso de Direito em Viçosa, que foi abandonado.

O sucesso foi alcançado, principalmente, depois que mudou de Boston para Dallas.

Sem modéstia, poderemos dizer que é a maior empresa da terrinha fora das fronteiras.

(OESP)

É a vida...

Viver é Perigoso

3 comentários:

ANSELMO disse...

Zelador,
Postagem legal.
Nao oconhecia Carlos Vaz, itajubense como eu, tbm ex-aluno do curso de direito da UFV.
Ele entrou em 2001. Eu me formei em 1997.
Ele logo abandonou a graduacao e ficou bilionario.
Eu acabei de quitar o financiamento do corsa 97.
É a vida.

Brincadeiras a parte, pessoas como Carlos Vaz dispensam cursos.
Acho ate que a escola só atrapalha.
Abs

Edson Riera disse...

Anselmo,

Importante é ser feliz. Espero que o Vaz seja.

Gostaria de trocar uma ideia com você. Mande o seu mail ou fone inbox.

Abraço

Zelador

Anônimo disse...

Esse tipo de administrador é o que necessitamos urgentemente por aqui. observador da cena