terça-feira, 14 de janeiro de 2020

SONHO DE CONSUMO


Seria imperdível a presença da Dilma na entrega do Oscar, contando é claro, que o documentário petista "Democracia em Vertigem" fosse o vencedor e a diretora Petra Costa a convidasse para subirem juntas no palco para receber a estatueta e a ex-presidenta, quebrando o protocolo, fizesse um discurso de improviso. 

Não digo que numa hora dessas de sono perdido não vá assistir o documentário, mesmo, segundo o Estadão, depois do spoiler que significou a declaração da própria Dilma sobre a indicação:

" O filme mostra o meu afastamento do poder e como a mídia venal, a elite política e econômica brasileira atentaram contra a democracia no País, resultando na ascensão de um candidato da extrema-direita em 2018."

Dilma Rousseff

Viver é Perigoso

Um comentário:

Anônimo disse...

Não acho que quem ganhar ou quem perder, nem quem ganhar nem perder, vai ganhar ou perder.Vai todo mundo perder." Dilma Rousseff sobre a indicação ao Oscar pelo "documentário" Democracia em Vertigem kkkkkkkkk