terça-feira, 7 de janeiro de 2020

NÃO ENGANA NINGUÉM


EM entrevista ao Jornal El País, o Ministro Lewandowski, confirma a que todos brasileiros já sabem. Estamos lascados com esse STF.

“O combate à corrupção tem que ser feito diuturnamente, permanentemente, mas existem outros males igualmente graves no Brasil: a má distribuição de renda, a exclusão social, o sucateamento da educação, a precarização da saúde pública. São males que equivalem, se não são superiores, ao mal da corrupção”. O combate à corrupção sempre foi um mote para permitir que se promovessem retrocessos institucionais. “Foi assim na época do suicídio de Getúlio Vargas, foi assim em 64. É uma visão moralista política do combate à corrupção, a meu ver, absolutamente deletéria”.

Ricardo Lewandowski

Não desconfiaria o Ministro que os outros males por ele citado, em sua grande maioria, são provocados pela corrupção desenfreada ?

Viver é Perigoso

2 comentários:

Anônimo disse...

Corrupção é um problema.
Ta...
O ministro descobriu a pólvora.

Agora vem a opinião:
"O combate a corrupção gera retrocessos institucionais... tais como GV e 64."
Çei.
Obviamente não citou Bolsonaro/Moro, mas os omitiu.
Entra nos ditos "retrocessos institucionais".

Francamente... esse pessoal do PT não cansa.
Abs
H. Finn

Anônimo disse...

Esse pessoal, políticos e ministros, se valem da dificuldade da maioria dos brasileiros de interpretar textos e falações. Felizmente temos uma imprensa livre e uma minoria, principalmente na classe média, que sabe os interesses que essas pessoas defendem. observador da cena