sábado, 25 de janeiro de 2020

MOMENTOS MÁGICOS


Encontro do cineasta David Linch com a mega-estrela Elizabeth Taylor, descrita do livro "Espaço para Sonhar ", de autoria do próprio David Linch e Kristine McKenna:

Aconteceu na festa dos vencedores do Oscar em 1988. Linch concorreu como diretor por "Veludo Azul", mas perdeu para Oliver Stone, premiado por "Platoon". 

Ao chegar no Restaurante Spago, Linch cumprimentou o lendário cineasta John Huston. De repente, ele percebe estar na mira do mais famoso par de olhos cor de violeta do planeta.

Eu amo "Veludo Azul", comenta Liz, ao que Linch retruca que ela, ao entregar a estatueta para  Stone, recebeu dele um beijo. "Gostaria de ter ganhado também por isso", brincou o diretor.

O que aconteceu em seguida seria digno de figurar no mais alto panteão de qualquer fã de cinema: Liz fez um sinal com o dedo, Linch se aproximou, ela inclinou a cabeça para trás, cerrou aqueles olhos reluzentes e o diretor se aproximou lentamente, até que seus lábios tocassem os dela. "Lábios de travesseiro" descreveu ele.

(Ubiratan Brasil)

Viver é Perigoso

Nenhum comentário: