sexta-feira, 29 de novembro de 2019

CHEGOU O MOMENTO DE DIZER BASTA !


Chega um momento em que um duro Ato Institucional é inevitável. Ou alguém teria outra saída ?

A violência no Chile atinge níveis inéditos, e o mundo político não alcança consensos que levem a uma saída após 41 dias de crise. 

Depois da convocação de greve geral feita pela Unidade Social – que coordena 200 organizações sindicais, populares, estudantis e de profissionais da saúde –, vários grupos violentos tomaram diversas cidades do país na noite de terça-feira.
 
Houve pelo menos 99 focos de graves incidentes e pelo menos 915 pessoas foram detidas, segundo dados do Ministério do Interior, numa das jornadas mais violentas desde a eclosão dos protestos em 18 de outubro.

O Ministério Público investiga a morte de 26 manifestantes, sendo cinco com envolvimento de agentes do Estado. O Instituto Nacional de Direitos Humanos, um organismo independente e público, contabilizou 2.808 cidadãos feridos que precisaram ser hospitalizados. O governo informou que 2.210 carabineiros e policiais ficaram feridos – incluindo 57 a bala e 45 queimados por coquetéis molotov –, e que 188 delegacias e 971 veículos policiais foram atacados.

Foram detidas durante o toque de recolher, entre o início da crise e a última segunda-feira 18.552 pessoas (dos quais pelo menos 1.156 sob prisão preventiva).

O metrô de Santiago foi vítima de vandalismo sem precedentes, estações e trens foram incendiados. As estimativas mais recentes falam em 370 milhões de dólares em prejuízos.

A Câmara de Comércio de Santiago estima as perdas pela destruição, a pilhagem e as quedas de vendas em mais de 1,4 bilhão de dólares.

As soluções que a classe política ofereceu até agora, como medidas sociais e uma nova Constituição, não parecem suficientes para deter a violência. 

“Chegou o momento de dizer basta!”, afirmou o presidente Sebastián Piñera na noite de ontem (quarta-feira) no Palácio de la Moneda. 

Viver é Perigoso

BOM DE OUVIR


A trilha sonora do filme "Irlandês", em exibição na Netflix, enriquece sobremaneira o filme. Como curiosidade, lá no meio, o maravilhoso baião "Delicado", composto por Waldir Azevedo e Aloysio de Oliveira e no filme, apresentado pela orquestra do Percy Faith.

1 - "In the Still of the Night" (The Five Satins)
2 - "Tuxedo Junction" (Glenn Miller and His Orchestra)
3 - "I Hear You Knockin'" (Smiley Lewis)
4 - "The Fat Man" (Fats Domino)
5 - "El Negro Zumbon (from the motion picture “Anna”)" (Flo Sandon's)
6 - "Le Grisbi" (Jean Wetzel)
7 - "Delicado" (Percy Faith and His Orchestra)
8 - "Have I Sinned" (Donnie Elbert)
9 - "Theme for the Irishman" (Robbie Robertson)
10 - "Song of the Barefoot Contessa" (Hugo Winterhalter and His Orchestra)
11 - "A White Sport Coat (And a Pink Carnation)" (Marty Robbins with Ray Conniff)
12 - "Canadian Sunset (Single Version)" (Eddie Heywood & Hugo Winterhalter and His Orchestra)
13 - "Honky Tonk, Pt. 1" (Bill Doggett)
14 - "Melancholy Serenade" (Jackie Gleason)
15 - "Qué Rico el Mambo" (Pérez Prado)
16 - "Cry" (Johnnie Ray & The Four Lads)
17 - "Sleep Walk" (Santo & Johnny)
18 - "The Time Is Now" (The GoldDiggers)
19 - "Al Di La" (Jerry Vale & The Latin Casino All Stars)
20 - "Pretend You Don't See Her" (The Latin Casino All Stars)

Viver é Perigoso

DEMOCRACIA MUNICIPAL


Numa pequena cidade do interior, preocupados com os tradicionais estouros de foguetes na localidade, por ocasião das festas de fim ano, que comprovadamente assustam os animais domésticos, os moradores constituíram uma comissão para tratar do assunto na câmara municipal.

Após exaustivas reuniões o líder falando em nome da chefia maior apresentou uma solução salomônica, que iria agradar o pessoal e não ferir o gosto extremo do chefe pelo ruído do espoucar dos  fogos.

Democraticamente, a administração iria soltar fogos sem nenhuma luz, sem nenhum brilho. Nada que provocasse clarões no céu. Os foguetes especiais a serem adquiridos teriam somente som. Cada parte abriria mão de uma parte.

Conversa e mais conversa e um dos membros da comissão reivindicante pediu a opinião e ajuda a um dos membros da câmara conhecido pelas suas atividades em defesa dos animais. 

O vereador em questão se viu em momentânea saia justa, uma vez que, mesmo amante dos animais, havia se tornado aliado do chefe administrativo apaixonado pelo barulho provocado pelos foguetes.

Momentânea "saia justa", uma vez que edil havia previsto uma solução. Simples por sinal.

A administração forneceria, para uso com posterior devolução, para todos os cães cadastrados, um protetor de ouvidos. Claro, sem nenhum ônus.

A sugestão foi aprovada e constou de uma Emenda Parlamentar.

Como diziam na Boa Vista, é claro, a solução agradou a gregos e goianos.

Viver é Perigoso     

EXPECTATIVA DE VIDA


Caros Amigos do Viver é Perigoso,

Senti, pelos comentários que não "caiu bem" o post de ontem sobre expectativa de vida. Fui até o site do IBGE e tocou um certo alívio, ou não.

Segundo o IBGE, cabe ressaltar que a expectativa de vida muda conforme o ano de nascimento da pessoa e o sexo. Por exemplo, quem está com 30 anos agora terá um tempo médio de vida diferente de quem acabou de nascer, é a chamada projeção de sobrevida.

• Aos 30 anos: 48,7 de expectativa de sobrevida, ou seja, expectativa de vida de 78,7 anos
• Aos 40 anos: 39,5 de expectativa de sobrevida, ou seja, expectativa de vida de 79,5 anos
• Aos 50 anos: 30,7 de expectativa de sobrevida, ou seja, expectativa de vida de 80,7 anos
• Aos 60 anos: 22,6 de expectativa de sobrevida, ou seja, expectativa de vida de 82,6 anos
• Aos 70 anos: 15,3 de expectativa de sobrevida, ou seja, expectativa de vida de 85,3 anos
• Aos 80 anos ou mais: 9,6 de expectativa de sobrevida, ou seja, expectativa de vida de 89,6 anos ou mais.

Se é que eu entendi...

Em tempo: Logo após "inaugurar" o blog, numa conversa direta e pessoal com o amigo Roberto Lamoglia, acontecida na Rua Nova, esquina com a passagem Professor Samuel Moura, acordamos que quando as coisas ficarem impossíveis para mim, ele assumiria a redação do "Viver é Perigoso". O combinado não é caro.

Viver é Perigoso

NÉSCIO

Viver é Perigoso

DEU RUIM !


Em áudio vazado, Thiago Neves, o camisa 10 do Cruzeiro, cobra o gestor de futebol do clube, Zezé Perrela, antes da partida de ontem no Mineirão (CSA 1 x 0 Cruzeiro), parte de salários atrasados.

Pegou mal, ainda mais que o time mineiro corre seríssimo risco de rebaixamento. 
Em tempo: no decorrer da partida o jogador perdeu um penalti. 

Como disse Vampeta sobre o seu período como jogador do Flamengo: " Eles fingem que nos pagam e nós fingimos que jogamos".

"Fala Zezé, bom dia, cara. Deixa eu te falar uma coisa. Eu estou pensando aqui, sei que está difícil para vocês aí arrumarem recursos, sei que está correndo atrás, mas estou falando por mim, não falei com ninguém tá, do time. Vê se você não consegue pelo menos pagar esses outros 60% antes do jogo de quinta-feira, que aí não precisa nem ter bicho, entendeu, para ganhar jogo. É uma motivação a mais para a gente cara, acertar o salário aí. Aí você não precisa arrumar uma premiação para ganhar o jogo, porque a obrigação nossa é ganhar esse jogo. Tá louco! Se a gente não ganhar do CSA, pelo amor de Deus. Pô, faz esse esforço para a gente aí, até quinta-feira, tentar acertar esses 60% que estão atrasados do salário”.

Viver é Perigoso