terça-feira, 8 de outubro de 2019

DURO AO EXTREMO


Bom ter por perto e reler sempre os 98 artigos escritos pelo terrível jornalista Paulo Francis  e publicados na Folha de São Paulo, no período de 1990.
Os artigos estão no livro "A segunda mais antiga profissão do mundo", lançado em 2016.

São 98 artigos para se ler sem pular nenhum.

Hoje me chamou a atenção o primeiro e devastador parágrafo inicial  do artigo "Diário da Corte" (24/2/1980) -página 124.

" Um odor fedebundo me está impregnando as narinas. É um odor peculiar às assessorias de políticos e dos próprios políticos. É um cheiro de esbórnia, de safadeza, de olhares furtivos, de golpes contra a bolsa do público. Estou falando em geral e não darei mais explicações sobre políticos brasileiros, mas o cheiro é universal "

Blog: Opinião atual, com a qual concordo, desde que, aplicada ao políticos profissionais.

Viver é Perigoso

MARAVILHA !


A Câmara dos Deputados da Itália aprovou nesta terça-feira uma redução de um terço no número de parlamentares nas duas Casas do Congresso.

A medida integra um pacote de mudanças proposto pela reforma constitucional.

Com a alteração, a Câmara passará a ter 400 deputados (são 630 atualmente) e o Senado contará com 200 (hoje, são 315).

A proposta foi aprovada com 553 votos favoráveis e apenas 14 contrários, além de duas abstenções.

Segundo os parlamentares, a medida deve gerar uma economia de cerca de 500 milhões de euros por legislatura. Ela deve começar a vigorar a partir das eleições de 2023.

(deu no O Antagonista"

Blog: Claro que não acontecerá nunca no Brasil, mas uma reforma nos mesmos termos no País, o número de senadores hoje 81 (3 por Estado/DF) cairia para 54, o que seria normal. O número de deputados (hoje 513), cairia para 342.
Não perderíamos em nada, muito pelo contrário.

Viver é Perigoso

MOMENTOS MÁGICOS



"Una casa in cima al mondo". É uma música italiana de 1966, composta por Vito Pallavicini e Pino Donaggio

A música foi lançada na 16ª edição do Festival de San Remo, com a dupla apresentação de Pino Donaggio e Cláudio Villa, ficando em quarto lugar.
 
Em primeiro lugar ficou "Dio, come ti amo", com Gigliola Cinquetti e Domenico Modugno.

Viver é Perigoso

FALOU E DISSE !


"Ou o Brasil acaba com o corporativismo ou este acaba com o Brasil"

Roberto Campos

"Nos últimos 15 dias evidenciamos um grande movimento das corporações de preservar seus privilégios previdenciários e dos partidos populistas em atrasar a aprovação da reforma da Previdência no Senado. Simultaneamente, tentativa de dar um tiro de misericórdia no maior movimento de limpeza ética e moral do País, a Lavo Jato...

A era das escolhas fáceis ficou para trás, estamos num beco sem saída. Ou o Brasil acaba com estas “saúvas” ou elas acabam com o Brasil. Daí a importância de mobilizar o apoio dos mais variados segmentos da sociedade, especialmente dos formadores de opinião pública, para dar continuidade à atual agenda reformista. Urge, inclusive, a desmobilização do “Estado empresário”, com privatizações e concessões que estão programadas para o curto e o médio prazos. As estatais foram e devem continuar sendo as principais incubadoras para o emprego do cabide político e da corrupção...

Eventual retrocesso nesta agenda de reformas e ajuste fiscal nos colocará porta adentro de um pandemônio da política e da economia, com alto potencial de retomarmos o caminho de volta ao passado recente, semelhante ao trilhado por Venezuela e Argentina."

Nathan Blanche

Viver é Perigoso

MATRIZ OU FILIAL


É comum atribuir-se a Lupicínio Rodrigues a autoria de “Matriz ou filial” um autêntico samba canção “dor de cotovelo”. Sim, afinal a música foi lançada por Jamelão, o intérprete maior de Lupicínio: 

"Quem sou eu / pra ter direitos exclusivos sobre ela / se eu não posso sustentar / os sonhos dela / se nada tenho e cada um vale / o que tem…”

Entretanto o autor desses versos é o santista Lúcio Cardim, personagem da noite, conhecido como “Lupi”, e que integrou em sua época um restrito grupo de compositores paulistas. 

Mas, sem misturar as estações, deu no jornal que a Prefeitura de Itabira formaliza nas próximas semanas, durante o Fórum Itabira Sustentável, investimentos da ordem de R$ 100 milhões.
Os aportes serão destinados a mais uma fase de ampliação do campus da Universidade Federal de Itajubá (Unifei), localizado na cidade, e contam com apoio da mineradora Vale.

A informação foi confirmada pela prefeitura, que completou que os recursos garantirão 100% da construção de três novos prédios da universidade, o que vai permitir ampliar a ofertas de cursos e, consequentemente, o número de alunos, induzindo o desenvolvimento tecnológico da região.

“Itabira está transformando uma economia baseada na mineração em uma economia baseada no conhecimento”, disse o Executivo municipal em nota.

Ainda conforme a prefeitura, a Vale já confirmou a contribuição com o projeto e com outras frentes nas áreas de educação e inovação visando à diversificação econômica da cidade. O valor, no entanto, somente será conhecido durante o Fórum Itabira Sustentável, que vai ser realizado em conjunto pela prefeitura, Vale e Unifei, nos dias 22 e 23 deste mês.

Questionada sobre o investimento e os projetos na região, a mineradora disse apenas que confirmou a participação no evento que irá tratar de temas relevantes para o futuro de Itabira.

Este grupo de trabalho visa, justamente, discutir o futuro do município pós-exaustão da mineração, previsto pela companhia para 2028. A ideia é transformar Itabira em um hub de educação e tecnologia, tendo a Unifei como propulsora.

Conforme já publicado, a expansão do campus local da Unifei eleva os atuais 2.500 alunos para quase 10 mil na construção de todo o complexo, previsto para os próximos dez anos. Além disso, estudos de impacto financeiro estimam que os gastos da comunidade universitária na cadeia de serviços da cidade saltarão de R$ 52 milhões para R$ 260 milhões por ano.

De maneira complementar, no fim de julho, a prefeitura assinou Memorando de Entendimento (MoU) com a Chalieco (China Aluminum International Engineering Co. Ltd.), empresa de metais subsidiária da Chinalco (Alumínio Corporation of China Ltd.), grupo corporativo que tem o governo chinês como acionista majoritário para investimentos que podem chegar a US$ 200 milhões na cidade. Como garantia, o município ofereceu royalties da mineração – Compensação Financeira pela Exploração Mineral (Cfem).

Parte dos recursos também será destinada à expansão do campus. Além disso, contemplarão ainda a construção do Parque Científico e Tecnológico e a construção de um aeroporto de cargas no município.

(dados jornal do comércio)

É a vida...

Viver é Perigoso

NOBEL DA PAZ

Ser indicado é uma coisa e ganhar é outra muito diferente. Qualquer um pode indicar quem quiser. O comitê e os assessores recebem para análise, apenas uma lista resumida.

Por 50 anos a lista dos candidatos é mantida em sigilo. Nada impede que quem lançou a candidatura divulgue o nome do seu candidato.

Tradicionalmente, o anúncio do Prêmio Nobel da Paz é feito em Oslo, na Noruega no dia 11 de outubro.

Não se assustem com a menção de algum brasileiro. 

Para se ter uma ideia, em 1939 o Erik Brandt sugeriu ao Comitê Nobel que concedesse o prêmio a Hitler, alegando seu "ardente amor pela paz" (foi por ironia).

Em 1935, Benito Mussolini foi proposto - então, sem ironias - por acadêmicos alemães e franceses meses antes de a Itália invadir a Etiópia.

Josef Stalin, um dos vencedores da 2.ª Guerra, também foi proposto em duas ocasiões, em 1945 e 1948.

Sabe-se que Michael Jackson entrou na corrida pelo Nobel da Paz em 1998.

Algumas candidaturas causaram espanto, como a do sérvio Slobodan Milosevic, mais tarde julgado por genocídio.

A Fifa - Federação Internacional de Associações de Futebol foi proposta em 2001, com o argumento que a bola de futebol "permitiu estabelecer boas relações entre os povos". Não foi surpresa, já que o francês Jules Rimet, considerado o "pai" da Copa do Mundo de Futebol, também tinha sido proposto em 1956.

Entre as indicações conhecidas este ano para o Nobel, que será anunciado no dia 11 de outubro, estão duas figuras públicas de pensamento antagônico: o presidente americano, Donald Trump, e a jovem sueca Greta Thumberg, representante da luta mundial contra as mudanças climáticas.

Aguardem

Viver é Perigoso

CANTINHO DA SALA

Ivald Granato 1983
Ivald Granato, pintor e escultor brasileiro, nasceu em Campos dos Goytacazes em dezembro de 1949. Ingressou na Escola de Belas Artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro em 1967.

Viveu e trabalhou em São Paulo, onde tomou o barco em 2016. 

Viver é Perigoso

CAMPEÃO DE AUDIÊNCIA


Surpreendeu a todos a audiência do Programa Roda Viva que entrevistou ontem o Sr. Gilmar Mendes.

Segundo o Ibope o programa teve uma média de audiência de 0,8 %.

Todos os elementos soltos por ele devem prestigiado.

Viver é Perigoso 

EM CURITIBA

Viver é Perigoso