terça-feira, 1 de outubro de 2019

TOMOU O BARCO



Jessye Norman - Soprano americana, tomou o barco ontem, dia 30 de outubro em Nova Iorque. Uma das mais admiradas cantoras contemporâneas. Ganhadora quatro vezes do Grammy.

Jessye partiu aos 74 anos de uma sequência de complicações causadas por uma queda ocorrida em 2015.

Viver é Perigoso


QUANTO VOCÊ GASTOU COM ADVOGADO EM 2018


Claro que gastou. Uma parcela dos R$ 50,92 milhões pagos pelos partidos políticos para advogados famosos em 2018.

A bela grana saiu do Fundo Partidário. Dinheiro do povo depositado na conta dos partidos.

O partido que mais gastou com honorários de advogados (tcham, tcham, tcham, tcham!) foi o PT, claro, com R$ 6,42 milhões. Só para o escritório do Dr. Eugênio Aragão (ex-ministro da justiça da Dilma) foram R$ 1,8 milhões.

Em segundo lugar ficou o PSDB, com R$ 5,18 milhões. Foram defendidos o Alckmin, Aécio Neves e o Paulo Preto, entre outros. 

O MDB gastou R$ 3,8 milhões, o PSB gastou R$ 3,92 milhões, o PP queimou R$ 3,55 milhões e por aí afora.

Estamos devidamente lascados

Viver é Perigoso

TUDO O QUE SOBE, DESCE


Exceto pelo mês de agosto, quando era tempo de soltar "papagaio" ou "pipa" devido aos fortes ventos, nunca fiquei sabendo ao certo o porque dos tempos bem definidos de jogar bolinha de gude, rodar pião, "tico-tico fuzilado", beti e outros menos votados. Tudo na Boa Vista, é claro. Interessante era que as meninas não participavam. No máximo lançavam longos olhares das janelas.

Passou para o história um agosto no final dos anos 50, quando o Senhor Monteiro, experiente mecânico da Willys Overland do Brasil, revendedora dos jeeps, acertou no milhar no jogo de bicho.

Como o jogo de bicho era "proibido", a sorte grande acabou dando cana. Não para ele, mas para o Senhor João, sapateiro e cambista de jogo de bicho, que influenciado por um estudante de engenharia, fixou na parede externa da sapataria uma chamativa faixa com os dizeres: " Acertada aqui a milhar". A polícia compareceu e recolheu o bicheiro. Por pouco tempo, é claro.

Voltando ao sortudo Sr. Monteiro. O bom homem, casado com a Dona Eurípedes, doceira afamada. Não tinham filhos e, por essas bandas, nem parentes.

Não é que o Sr. Monteiro resolveu fazer uma pipa usando notas de mil cruzeiros, conhecidas como cabralinas (face do Pedro Álvares Cabral) ou "abobrinha", devido a cor ?

 Aliás, não só a pipa, mas a longa rabiola de três metros. Uns bons milhares de cruzeiros no ar.

Nas imediações da Igreja São José, empinou a rica pipa com dois carretéis de linha 50. Registre-se que na época ainda não existia a burrice do cerol.

A pipa atingiu os 250 metros de altura e disparou "comendo linha" lá para os lados do Morro Chic. E a molecada correndo atrás, atravessando a linha de trem. Quanto mais corriam mais meninos engrossavam a turma. Agora não só com meninos, mas também marmanjões.

Uma lufada mais forte do vento e a linha partiu. Sacolejando docemente o objeto de desejo da pequena multidão foi caindo lá pelas bandas da Mata Sá Chica. Na época, ainda um pouco fechada.

Começou a chuva e a meninada desbravando a mata. De repente, os líderes da corrida voltam apavorados com os olhos estatelados. Pânico geral.

Passou para a crônica policial da cidade. No meio da mata jazia um corpo de um homem pendurado por uma corda numa ressequida árvore. Suicídio.

O apavoramento levou a pipa ao esquecimento. 

Quase ninguém reparou no sorriso de felicidade do Cabo Geraldo, da Polícia Militar, ajudando os companheiros a recolher o corpo.

Viver é Perigoso  

PROMOÇÃO

Viver é Perigoso