quinta-feira, 19 de setembro de 2019

MOMENTOS MÁGICOS



Viver é Perigoso

AGORA VAI !


Foi publicada hoje no Diário Oficial de Minas Gerais a sanção, pelo governador Romeu Zema, da Lei 23.417, que institui a Política Estadual de Combate à Corrupção.

Conforme a lei, a política instituída tem a finalidade de prevenir e reprimir condutas de servidores públicos e de pessoas jurídicas que importem em vantagem indevida ou enriquecimento ilícito.

Atividades – A lei sancionada diz que é assegurada a participação de cidadãos e entidades privadas na política estadual contra a corrupção, por meio dos mecanismos legais e constitucionais que sejam aplicáveis, e que essa política visa ao desenvolvimento e ao fomento de atividades relacionadas a nove itens: 

Prevenção e combate à corrupção;
Incremento da transparência na gestão pública;
Reparação de danos imateriais coletivos;
Controle interno;
Auditoria das contas e atividades do poder público estadual e das entidades com ele conveniadas;
Ouvidoria;
Correição;
Capacitação de servidores e modernização dos órgãos públicos responsáveis pela execução das atividades previstas;
Formação cidadã e ética para a fiscalização da gestão pública.

Estão previstas, pela política, ações de reparação de danos imateriais coletivos, controle interno, incremento da transparência na gestão pública, além de auditoria das contas e atividades do poder público estadual e entidades conveniadas. A implementação será de responsabilidade da Controladoria-Geral de Minas, que deverá publicar, no Portal da Transparência do Estado, relatório sobre as ações relativas à política.

Ainda no rescaldo de operações de combate à corrupção e lavagem de dinheiro em todo o Brasil, a instituição da política vem junto à implantação da Delegacia Especializada de Combate à Corrupção, no início do mês. Fica a cargo da delegacia a apuração de crimes contra a Administração Pública e a Lei de Licitações.

Blog: Juízo Moçada ! Agora, aguentem as pontas se alguma coisa andou escapando do controle.

Viver é Perigoso

TENEBROSAS TRANSAÇÕES



Hoje em Curitiba, Chico Buarque e a namorada visitaram Lula na prisão. Pelo visto, saíram felizes. 

Num tempo, página infeliz da nossa história
Passagem desbotada na memória
Das nossas novas gerações
Dormia, a nossa pátria-mãe tão distraída
Sem perceber que era subtraída
Em tenebrosas transações

Viver é Perigoso

NÃO ESCAPA UM !


A Polícia Federal aponta que o Senador Fernando Bezerra Coelho e também seu filho, deputado federal Fernando Bezerra Coellho Filho, receberam R$ 5,5 milhões em propinas de empreiteiras encarregadas de obras de transposição do rio São Francisco.

Os repasses teriam acontecido entre 2012 e 2014.

O Senador Fernando Bezerra é do mdb e pasmem, líder do governo Bolsonaro no Senado Federal. Também foi Ministro de Integração Nacional do governo Dilma Rousseff (na época era do psb) Já o filho, Deputado Fernando Bezerra é do dem e foi ministro de Minas e Energia do governo Temer.

Os políticos pernambucanos, Pai e Filho, foram alvo da Operação Desintegração detonada hoje pela Polícia Federal. Suas residências e gabinetes foram objeto de buscas e apreensões na manhã de hoje.

O Senador Fernando Bezerra é político profissional. Começou como deputado estadual em 1983. Foi deputado federal, prefeito e chegou ao senado. Tudo com eleições e reeleições desde lá.

Homem público tradicional como milhares de outros que infestam o País, do interior até as capitais, segundo eles, sempre prontos para servir o povo.

Reparem: Um homem realmente de bem, entra na política para tentar fazer a diferença. Impossível e não conseguindo mudar nada volta para a sua vida normal. Jamais participa de reeleições. Já...

Viver é Perigoso

VENTOS DE GUERRA


Aumentam os comentários sobre a participação/conhecimento/autorização do governo iraniano, via rebeldes houtinis do Iêmen, no ataque as instalações petrolíferas da Arábia Saudita no último sábado.
Como noticiado, as explosões afetaram a metade da produção diária de petróleo da Arábia Saudita, cerca de 5,7 milhões de barris, ou mais de 5% da produção global diária.

E se acontecer uma retaliação dos Sauditas com o apoio das forças americanas ?  Trump, de olho nas eleições do próximo ano deve estar estudando a melhor ação para agradar seus eleitores.

Uma guerra declarada envolvendo a Arábia Saudita, Irã e EUA balançará o planeta em termos de petróleo. Será capaz de levantar até a Venezuela.

Para quem como eu nunca tinha ouvido falar em rebeldes houtinis, eles têm participado da guerra civil no Iêmen enfrentando o governo local, que também é apoiado pela Arábia Saudita.

O nome vem do líder Hussein al-Houthi, morto pelas forças do governo em 2003, que organizava protestos contra os EUA pela invasão ao Iraque. 

Amarrem o cinto moçada.

Viver é Perigoso