terça-feira, 4 de junho de 2019

CANTINHO DA SALA

Jackson Pollock - (1953-1955)
Viver é Perigoso

MAHLE EM ITAJUBÁ


Aconteceu hoje a primeira reunião da Audiência Pública sobre o Plano Diretor do município. Foi transmitida pela TV Câmara Municipal, muito embora só tendo assistido alguns trechos, pelas declarações, sou de opinião que não existe mais nada a ser discutido sobre o absurdo do aterro da várzea do ribeirão Piranguçu.

Indefensável !

O posicionamento da Mahle feito pelo representante da empresa não deixou dúvidas.

Anotem aí : 

A decisão e insistência do Prefeito em aterrar a Várzea do Ribeirão Piranguçu, deu o "mote" para para as providências da Mahle .

Para quem esqueceu:

Mote 
Verso ou pequeno conjunto de versos usados como tema e ponto de partida para o desenvolvimento do poema. Frase ou expressão que serve como ponto de partida para uma obra.Título, palavra ou frase que serve de tema a um assunto.Tema ou assunto de algo.


Sei não, mas estamos prestes a dançar, com plano diretor ou sem.

Viver é Perigoso   

NAS CANETAS

Viver é Perigoso

DECISÃO EQUIVOCADA !


Seguia até 2012, período anterior ao primeiro mandato da Administração Municipal, tudo aparentemente tranquilo no então santuário ecológico e área reservada pela própria natureza para acomodação das águas das cheias, na Várzea do Ribeirão Piranguçu.

Aparentemente, pois com uma inexplicável miopia do futuro, um grupo de empresários da cidade - gente com bala na agulha e caneta MontBlanc nas mãos - havia adquirido, de uma empresa ligada ao Estado de Minas, a área de preservação da Várzea do Ribeirão Piranguçu. Tinham planos.

Tomando posse a Administração (2013) partiram com agressividade política e aprovaram a famigerada Alínea L, que proporcionou aos vorazes investidores a licença para agredir a área com um impactante aterro.

De nada adiantaram os estudos apresentados condenando a agressão e mesmo o apelo oficial feito pela Mahle  (maior arrecadadora e empregadora do município) comprovando que suas atividades seriam prejudicadas, principalmente no tocante a logística.

Ganharam os empresários e perdeu o município.

Saciados ? Não !

Agora, uma modificação no Plano Diretor do município apresentada pelo Prefeito Municipal para aprovação pela Câmara Municipal indica que querem mais. Mais aterro, mais agressão ambiental e mais choques com a empresa Mahle. Como vampiros imobiliários.

A quem interessou a então aprovação da Alínea L e a quem interessa a permissão para estender o sacrifício da Várzea ? 

Qualquer aluno do Grupo Escolar Rafael Magalhães, na Boa Vista, é claro, conhece bem a esquisita história.

Torna-se absurdamente admirável a "cara de pau" dos interessados. 

Sobre a posição dos vereadores dependentes (12) é bom não comentar. Audiência Pública sobre o assunto será realizada. Bah !!!

Estamos lascados.

Viver é Perigoso