segunda-feira, 8 de abril de 2019

NOVO ALUNO

Viver é Perigoso

VOZ E SENTIMENTO


Roy Kelton Orbison. Não é somente a voz mais bonita, mas também um dos melhores compositores de baladas do Universo.

Nasceu em Vernon, no Texas, em 23 de abril de 1936. Tomou o barco em 6 de dezembro de 1988.

Ele fez parte do supergrupo Traveling Wilburys ao lado de George Harrison, Bob Dylan, Tom Petty e Jeff Lyne.

Admirado pelo Elvis, pelos Beatles e por todos grandes cantores do planeta.  

Teve tragédias absurdas na vida. Acreditem: Sua esposa Claudette morreu em 1966, ao cair da garupa de sua moto. Um incêndio em 1968 destruiu a sua casa, matando dois de seus três filhos. Depois teve problemas com impostos e perdeu tudo.

Manteve os famosos óculos escuros e extraordinária e doce voz, com timbre vocal de três oitavas e usando sempre o falsete.

Esse, em termos de baladas, foi o cara.

Viver é Perigoso

NA CONTA DO PT


A gente fica sem entender, como pessoas preparadas ainda insistem em defender o desastroso governo petista. 
Face aos absurdos cometidos, expostos e provados, dá para entender porque, gradativamente vão se esquecendo do guro-mor Lula e já chegam repudiar o poste chamado Dilma. 
Para não entregarem os pontos, passam a atacar desesperadamente o governo Bolsonaro, que apesar de andar titubeando, está apenas começando e sem dar chances para a ocorrência de assaltos como acontecia há pouco tempo.  

"Conforme reportagem do "O Estado de São Paulo", só Venezuela, Cuba e Moçambique somam R$ 2,3 bilhões em dívidas atrasadas com o BNDES. Os valores recairão sobre o Tesouro Nacional e como sempre o contribuinte pagará a conta.

Levantamento do TCU confirma que de R$ 50 bilhões distribuídos em 140 contratatos de financiamentos, 87% (R$ 44 bilhões) estava concentrados em cinco países - Angola, Venezuela, República Dominicana, Argentina e Cuba -  e 97% desses recursos beneficiavam apenas cinco empreiteiras, todas denunciadas na Lava Jato.

O BNDES, no governo petista, torrou o dinheiro público abastecendo os bolsos de políticos e empresários corruptos, e, pior, de ditadores que asfixiam as populações de seus países."

Viver é Perigoso

UM PARQUE MUNICIPAL


Viver é Perigoso

SEGUIREMOS


Não é nada fácil ser blogueiro amador. Desses sem compromisso com participação diária e sem apegos comerciais. O blog torna-se uma conversa diária, com exposição de opinião e comentários sobre o dia a dia.

Trata-se de uma coisa muito pessoal.

Daí, chega um dia que você toma conhecimento de uma situação difícil vivida por um amigo querido. Você se sente abalado e pior, pode fazer muito pouco ou nada. Acreditem, em determinados momentos, até gestos ou simples olhares de solidariedade não são bem vindos.

Vive-se momentos em que comentar trombadas administrativas municipais são migalhas. Observar a situação nacional, mentiras de políticos e jogadas de interesses próprios de ministros, chegam a ser miudezas.

Músicas soam tristes, obras de arte, insignificantes.

Momento especial acontecido em 1647, quando o espanhol Baltasar Gracián y Morales escreveu que não há sensibilidade sem dor, nem prazer sem sensibilidade. E completou com propriedade: viver é perigoso.

Seguiremos.

Viver é Perigoso.

O GRITO DAS RUAS


Viver é Perigosos