terça-feira, 19 de março de 2019

CIDADE INTELIGENTE


Santa Rita do Sapucaí está prestes a se tornar uma cidade inteligente. O BNDES habilitou o Inatel para a execução de um projeto piloto que será conduzido em parceria com a Prefeitura Municipal da cidade, com as empresas Ericsson e Tim, e com as startups Pixel, Das Coisas, Fractum e Laager Inovações. 

A ideia é que ele seja replicado também nas cidades de Caxambu (MG) e Piraí (RJ).

O projeto prevê a implantação de soluções inteligentes para iluminação, segurança e rastreamento de veículos, dentro do contexto de Internet das Coisas. 

De acordo com Marcelo Goldenstein, engenheiro do BNDES, o projeto foi selecionado e habilitado, mas ainda precisa cumprir diversos requisitos e ser submetido à aprovação da Diretoria. Após a liberação dos recursos, que deve ocorrer dentro de seis meses, a instituição terá 24 meses para disponibilizar as aplicações.

“O primeiro passo será conectar alguns postes da cidade para criar uma rede cobrindo parte do município. Com isso, será possível habilitar os serviços inteligentes de iluminação. Na sequência, serão instaladas câmeras de segurança em alguns postes. Com o ambiente preparado, será possível posteriormente implantar outras tecnologias, como soluções de identificação facial, estacionamento inteligente etc. 

Portanto, a intenção é que o projeto induza o surgimento de novas soluções que atendam às necessidades do município”, explica o gerente de Desenvolvimento de Negócios do Inatel, Leandro Guerzoni. O novo projeto dará sequência ao projeto experimental que ocorreu no passado, quando o Inatel instalou 18 câmeras de monitoramento na cidade.

Para o prefeito de Santa Rita do Sapucaí, Wander Chaves, o projeto trará inúmeros benefícios para o município, bem como para os cidadãos santa-ritenses. “É de extrema importância termos esse apoio para implantar melhorias na iluminação e segurança pública. Essa iniciativa vai impulsionar o desenvolvimento econômico e social de nossa cidade”, destacou.

As ações irão estimular ainda o desenvolvimento das startups do Vale da Eletrônica.

O projeto se tornou viável em função da parceria com grandes empresas do setor de TIC, como a TIM e a Ericsson, que vem trabalhando em conjunto e investindo no desenvolvimento tecnológico da rede.

Realizada em parceria com o Ministério da Ciência, Tecnologia e Comunicações, a chamada do BNDES recebeu 53 planos de projetos-piloto, dos quais 15 foram selecionados e receberão aporte de 50% do valor total do projeto.

Fonte: Inatel

Viver é Perigoso

ÊPA ! SUJOU

O decreto assinado pelo Presidente Bolsonaro para extinguir cargos, funções e gratificações na administração pública atingiu em cheio a área de Educação, principalmente as universidades públicas federais.

Das 21.000 vagas eliminadas pelo governo, ao menos 13.710 estavam sob a guarda de instituições de ensino, o que corresponde a 65% do total do corte.

Foram extintos cargos de direção, funções comissionadas de coordenação de cursos e outras gratificações concedidas a professores.

Blog: Será que a dura medida chegou até a terrinha ?

Viver é Perigoso

JUSTIFICADA MANIA DE GRANDEZA


Ouvido hoje no almoço na Cantina Meazzini, na Boa Vista, é claro:

- Camarada, você não acredita. Acabei de ver na TV. Tudo está funcionando normal no País. Uma desconsideração com o aniversário de Itajubá. Será que, exceto nós, ninguém emendou esse feriadão ? Absurdo.

Viver é Perigoso 

ALTA ROTATIVIDADE

Viver é Perigoso

NOSSA CASA, NOSSA VIDA


Já foi dito. Itajubense fora de Itajubá está de passagem. Saimos de Itajubá no final de 1973/início de 1974. Formado pela Efei e a Sonia funcionária do Banco do Brasil. Destino São Paulo, depois Manaus e de volta São Paulo. 14 anos longe da terrinha, com visitas constantes e insistentes. Nessas passagens aqui nasceram a Rachel e Joana, na maternidade da nossa Santa Casa de Misericórdia. O Pedro nasceu em 1980 em Manaus.

Não tínhamos o costume de fixar pregos nas paredes das casas e apartamentos em que moramos distantes. Prá quê ? se vamos voltar para Itajubá.

Coincidência: várias multas por excesso de velocidade nas estradas. Sempre no sentido São Paulo ou algum lugar - Itajubá.  Nenhuma no sentido inverso.

Mesmo sem poder voltar por razões profissionais, em 1986 a família veio para a terrinha e para a Boa Vista. Valeu a pena. Aqui todos viveram na acepção da palavra.

Sinceramente ? não aceito que ninguém de fora fale isso, mas os daqui podem. Itajubá foi fundada num lugar lindo às margens do Rio Sapucaí e cercada por vigilantes montanhas. Mas a cidade sempre foi simpaticamente "feinha". 
Desde o início demos as costas para o nosso Rio. A passagem da BR-459 por dentro da cidade tira a nossa intimidade. As entradas da cidade nunca foram bem cuidadas.

Mas o povo...Ah... o povo. Gente boa, que alegria e conforto caminhar pela ruas e cumprimentar e ser cumprimentado resumidamente, tipo "diiia", "tarrrde", "noiiite", com todos economizando o "bom" e "boa". Na Boa Vista, é claro, são maravilhosos os : Vai  e fique com Deus, Deus lhe abençoe e acompanhe, Sumido..., vamô entrá. Recomendação prá Sonia...

200 anos de viver intenso. De ganhos extraordinários, de perdas incompreensíveis, de choques de opinião e de aprendizado.

Aqui fomos, estamos sendo e seremos felizes. Aqui vivemos.

Viver é Perigoso    

ITAJUBÁ DE TODOS NÓS


Quando , em 1972, conheci um grupo de estudantes de Itajubá, acho que do João XXIII, na prainha de Caraguatatuba, liderados pelas professoras Dna. Olímpia Toledo e tia Nair Cunha da Silva, não podia imaginar que construiria minha vida nesta cidade. 

Minhas visitas , a convite da Rosana e da Benê, tinham como cicerone o finado Carlos Magno, eram Hot Dog Uai e Daefei, sempre animados.

O tempo passou e, em 1978 , estava eu, formando em Ciências Contábeis e , convidado por um professor, fui cuidar da documentação de criação da Helibrás no famoso X10 do CTA em São José dos Campos. 

Em 1979, já casado, fazia minhas primeiras visitas às obras no distrito Industrial, junto com o Sr Ayrton Rennó e a Fernanda Ferreira. No Início de 80, com mais uns 15 pioneiros chegamos para dar início a esse grande e inédito projeto de fabricação de helicópteros no Brasil.

Daí pra frente são 40 anos de convivência com pessoas maravilhosas, construindo minha família com a chegada dos filhos na nossa Santa Casa.

Nesses anos, como forma de agradecimento a essa construção da minha vida, não me furtei em colaborar com as mais diferentes Associações e Entidades da cidade, desde CDL e Lions, Country Club e Clube Itajubense, exposição agropecuária, Apae, Viva a Vida dentre muitas outras. 

Aqui fiz a minha vida, ou seja , faço parte de 1/4 da história da nossa cidade. Itajubá com inúmeros adjetivos como, "cidade fácil de ser amada", "centro do universo" dentre outros, tradução da origem do nome 

Como Ita Juba (pedra amarela ou pedra de ouro ) em tupi- guarani ou Ita Gyba ( água que cai sobre as pedras ) na língua dos Puris coroados. 

Poderíamos sintetizar numa linguagem quase que divina em:

ITAJUBÁ CIDADE QUE ACOLHE!

Obrigado, Itajubá! Feliz 200 anos!

Cleber David

Viver é Perigoso

IMPRESSIONANTE !


Fotografia obtida no Facebook do show da dupla Maiara&Maraisa, realizado ontem em Itajubá. Uma multidão incalculável. Tanta gente reunida assim só vi uma vez, e a ocasião não era de festa. Foi no sepultamento do Presidente Wenceslau Braz, quando a cidade tinha a metade de habitantes
Perdão, mas até parece photoshop via drone.

Comemora-se hoje 200 anos anos da realização da primeira missa na Vila de Itajubá, realizada pelo Padre Lourenço da Costa.  Muito bom e o momento seria excepcional se, por capricho político, não estivéssemos assistindo o encerramento das atividades do Pronto-Socorro da Santa Casa.

Não tem como, para pessoas normais e responsáveis, vierem contra-pontos à mente.

Sentiríamos todos felizes e a alegria seria quase completa, se a intervenção negativa na nossa Santa Casa de Misericórdia não estivesse acontecendo.

Quanto a atração musical, não é do meu gosto, o que não vem ao caso, mas mostra o momento cultural que o Brasil vive. Pelo menos escapamos do funk.

Um abraço Itajubá.

Viver é Perigoso