quinta-feira, 14 de março de 2019

E AGORA ?


"Não se pode permitir que essa Corte seja achincalhada por pessoas que não mereciam diploma de Pouso Alegre"

Gilmar Mendes

Blog: Desconfio que intenção de elogio não existiu. Mas partindo de quem partiu, pode-se considerar como.

Viver é Perigoso

VERGONHOSO !

Viver é Perigoso

O QUE É A VIDA



Viver é Perigoso

ÊPA !


Questionada pela defesa do petista se sabia do pagamento de alguma vantagem indevida a Lula, conforme consta da denúncia feita pelo Ministério Público Federal, Dilma respondeu: 

"Nunca tive nenhum conhecimento, até porque, se tivesse tido, teria sido minha obrigação reportar para as autoridades competentes. E também não acredito muito que tenha havido".

Folha

Blog: Quase que fulminante esse "muito". Lascou a defesa.

Viver é Perigoso

MENINOS, EU VI !


Aconteceu, como todos sabem, no dia 29 de junho de 1958, a final do Campeonato Mundial de Futebol disputado na Suécia. O Brasil sagrou-se campeão derrotando a equipe da casa por 5x2. O Jogo foi realizado ali pela 11:00 horas no horário brasileiro. Foi ouvido pelo rádio.

Festa nas ruas, foguetes e muita alegria.

No mesmo dia 29 de junho, as comemorações seguiram à tarde, no Estádio do Yuracan, onde a seleção local disputou um amistoso com o famoso Santos Futebol Clube.

O Santos derrotou a nossa seleção de Itajubá por 2 x 1.

Importante e histórico: O craque Coutinho (falecido no último dia 11) consignou um dos gols. O tento feito em Itajubá foi um dos 368 gols feitos em sua carreira.

O técnico do Santos era o Lula ( o bom) e o outro gol foi feito pelo Urubatão.

Santos:

Manga (Laércio), Hélvio (Getúlio), Dalmo, Fioti, Ramiro, Urubatão, Dorval, Afonsinho, Manoel (Guerra), Hélio e Cacalo (Coutinho).

Importante: Na ocasião, Coutinho tinha apenas 15 anos.

Eu ainda não tinha completado 11 anos mas já estava lá na arquibancada.

Viver é Perigoso 

FALOU E DISSE !


“Quem pensa diferente de mim não é meu inimigo. Todas as pessoas merecem respeito e consideração e têm o direito de exporem sua visão. Ninguém é bom demais, ninguém é bom sozinho. Não há dono da verdade, nem aqui e nem outro lugar.”

Ministro Luís Roberto Barroso

Viver é Perigoso

LIVRES, LEVES E SOLTOS

Viver é Perigoso

NO ANIVERSÁRIO, BANANAS !


DESENHANDO

Primeiro: É dever do vereador fiscalizar. Krauss e Santi estão corretos.

Segundo: O caminho normal e previsto é a solicitação de informação à Prefeitura. Foi feita.

Terceiro: É obrigação da Prefeitura responder. Não foi feito.

Quarto: É obrigação dos vereadores recorrerem junto ao Ministério Público. Foi feito.

Quinto: É obrigação do Ministério Público investigar. Aguardamos. 

Deu no Facebook

"Hoje o Vereador Marcelo Krauss e o Vereador Antonio Raimundo Santi protocolaram pedido de investigação no Ministério Público de Itajubá e Tribunal de Contas, na obra de Reforma do Mercado Municipal, para verificarem se os materiais empregados na obra correspondem àqueles previstos no processo licitatório, a qualidade dos materiais empregados, possível superfaturamento, jogo de planilhas e se está ocorrendo o devido processo legal para a execução dos serviços.
Já faz 05 meses que solicitamos informações da Prefeitura através de requerimentos, e até o presente momento não foram respondidos.
Além disso, em visita a obra de reforma do Mercado percebemos que o piso de granito colocado em todo o seu interior possui 02 (dois) centímetros de espessura. E no processo licitatório, que temos em mãos, a exigência era de piso de granito com 03 (três) centímetros de espessura."

Blog: Processos estão acumulando. Depois é bom não reclamar.

Viver é Perigoso

NAU SEM RUMO


Numa hora dessas os brasileiros chegarão a conclusão que o descontentamento, descrédito, desarmonia, preocupação e insegurança do País, passa pela politização do Supremo Tribunal Federal. 

Daí, não sei...

Viver é Perigoso 

O ÚNICO OLÍMPICO NOS 200 ANOS DE ITAJUBÁ


Excelente oportunidade para se fazer justiça. Nas comemorações dos 200 anos da realização da primeira missa em Itajubá, com a inclusão da inauguração do Parque Municipal, poderia ser homenageado o Engenheiro Francisco Castro Gonçalves, o nosso Chiquinho, camisa 19 da Seleção Brasileira de Futebol nos Jogos Olímpicos de Roma, acontecidos em 1960.

No dia 27.03.1960, a seleção olímpica de futebol do Brasil, em treinamento, jogou contra a Seleção de Itajubá, perdendo por 4x3, com um show de bola dos irmãos Chiquinho e Canhotinho. Chiquinho consignou os quatro gols da seleção da cidade.

A seleção brasileira, contava, dentre outros, com os craques Gerson, Carlos Alberto, Ademir da Guia e Roberto Dias, treinada pelo Vicente Feola, campeão mundial em 1958. 

A atuação excepcional do Chiquinho e Canhotinho, levou-os a serem convocados, ainda na noite do domingo para a seleção. Posteriormente, Canhotinho foi cortado por contusão.

Chiquinho, em 1960, cursava o 1º ano da nossa e Escola e servia, como soldado, o 4º Batalhão de Combate.

O craque itajubense atuou nas Olimpíadas de Roma, no jogo Brasil 5 x China 1.

Na Iugoslávia sagrou-se campeã olímpica, ficando a Dinamarca com a medalha de prata e a Hungria com a medalha de ouro.

Lembrando, no sábado, 26.3.1960, no mesmo Estádio do Yuracan, em Itajubá, a Seleção Olímpica B, venceu o time B de Itajubá por 5x1.

Viver é Perigoso