sábado, 23 de fevereiro de 2019

SOB A LUZ DE VELAS


"No final, não nos lembraremos das palavras dos nossos inimigos, mas do silêncio dos nossos amigos."

Martin Luther King

Viver é Perigoso

MOMENTOS MÁGICOS



Viver é Perigoso

10 DE ABRIL DE 2019 - QUARTA FEIRA


10.4.2019 - Guardem bem essa data. Marquem na agenda.

O presidente do STF, ministro Dias Toffoli, marcou a data para julgar novamente a prisão após a condenação em segunda instância.

Mais uma manobra com o objetivo de soltar o condenado Lula.

Lembrando a votação de 2018, que terminou 6 x 5 favorável à prisão após condenação em segunda instância.

Favorável:

Alexandre Moraes, Carmem Lúcia, Fachin, Barroso, Fux e Rosa Weber.

Contrário:

Celso de Mello, Gilmar, Marco Aurélio, Lewandowski e Toffoli.

A expectativa entre ministros do STF é que a ministra Rosa Weber vai mudar o voto e ficar contra a prisão em segunda instância.

Se Rosa Weber mudar mesmo de ideia e os demais ministros mantiverem a coerência, haverá empate de 5×5 votos.

Em caso de empate, o presidente do STF, ministro Toffoli, poderá votar para desempatar. 

Então...teremos Lula e outros figurões, livres, leves e soltos, até as calendas gregas.

Viver é Perigoso

MOÇA BONITA

Carolina
Viver é Perigoso

ABOBRINHAS


"Dias tristes nos esperam na América Latina com essa intervenção fantasiada de ajuda na Venezuela. Sofreremos por essa posição do Brasil de se submeter aos interesses dos EUA. Não serão eles a viver os efeitos desse conflito. Alertei tempos atrás."

Gleisi Hoffmann

Viver é Perigoso

CACHORRADA


Sempre gostei e sempre que moramos em casa (não apartamento) tivemos algum por perto. Como norma, nunca entravam dentro da residência. Tinham todo o carinho e conforto do lado de fora. Convivemos harmoniosamente durante todo o tempo. O último, ou melhor, a última, que tomou o barco quando tinha 14 anos de idade, uma labradora cor de mel chamada Sharon Stone.

Optamos por não tê-los mais. 

Não me incomodam e ao contrário do meu relacionamento difícil com os gatos, sempre nos demos muito bem.

Já há algum tempo, tenho a minha atenção chamada pela ascensão vertiginosa dos cães na sociedade. Estão ocupando de forma avassaladora (e talvez exagerada) um espaço nobre.

Surpreso, vi outro dia na Rodovia Castelo Branco, num engarrafamento de trânsito, um outdoor promovendo plano de saúde para o chamado melhor amigo do homem. Com detalhes impressionantes. Fiquei sabendo que já existem nas capitais, "personal training" para exercitar os animais. Hotéis caninos já sei que existem.

Semanalmente noticia-se a abertura de novas lojas. Comidas e petiscos especiais.

Fiquei sabendo que já funciona TV por assinatura com canal especial para os cães assistirem (não sei o quê).

Mas, sinceramente ? Caso eu fosse um cão, gostaria de ser um vira-lata. Ser adotado por uma família numerosa e sem a obrigação de morar fechado. Apreciaria vadiar pelas ruas, jamais ser castrado, namorar sem responsabilidade, atravessar o Rio Sapucaí a nado nos dias de calor. Dar um pega nos gatos vadios da rua, me alimentar também de outras coisas longe das rações. Tomar banho (uma vez por semana) com esguicho de água fria e sabonete de criança. Ter habilidade para atravessar ruas e, vez por outra, correr atrás de uma moto. Ah! gostaria de ter nome de gente.

Usar coleira e acompanhar alguém atado num pedaço de corda, nem pensar. E morreria de vergonha de ser tratado por Pet.    

A razão do escrito: Li no jornal que, em Belo Horizonte, um cidadão incomodado, utilizou o medidor de decibéis e auferiu 92 decibéis na janela do seu apto. O seu vizinho de frente tem um cachorro que faz tremer a janela do seu apartamento com seus latidos que começam às 6h em ponto todos os dias. 

O problema é que a falta de limite dos bichos é musica para os ouvidos dos seus donos, que fingem não perceber que incomodam. 

Reclamou e não adiantou. Com base no Decreto-Lei 3688 de 1941 e no Art. 1277 do Código Civil – Lei 10406/02, questionou na justiça

IV – Provocando ou não procurando impedir barulho produzido por animal de que tem a guarda: Pena – Prisão simples, de quinze dias a três meses, ou multa.

Latidos e algazarras de cães nunca me incomodaram e na Boa Vista, é claro, temos muitos e infelizmente não conheço nenhum vira-lata circulando pelas ruas.

Viver é Perigoso

EFEMÉRIDES ITAJUBENSES


1 - Em 02.5.1897 - Por iniciativa de Arlindo Vieira Goulart é fundada a Sociedade Beneficente Itajubense. Três anos depois ampliada e transformada em Santa Casa de Misericórdia. (AG)

2 - Em 16.12.1901 - É passada a escritura da casa da esquina da Praça Dona Amélia Braga, da ladeira da Rua Comendador Schumann, que o Dr. Aureliano Moreira Magalhães vendeu à Santa Casa de Misericórdia, na qual, primeiramente ela esteve instalada. (AG)

3 - Em 03.5.1904 - Com festividades é oficialmente inaugurada a Santa Casa de Misericórdia, instalada na Praça Dona Amélia Braga.(AG)

4 - Em 20.01.1909 - Com a presença de Venceslau Brás, inaugura-se o pavilhão de tuberculosos da Santa Casa de Misericórdia.(AG)

5 - Em 28.11.1929 - Com a presença de Venceslau Brás é lançada a pedra fundamental do novo e atual edifício da Santa Casa de Misericórdia.(AG)

6 - Em 16.12.1922 - A Lei nº 63 concede à Santa Casa de Misericórdia o privilégio, por 20 anos, para explorar o serviço funerário em todo o município.(AG)

7 - Em 24.10.1925 - Com a presença de Venceslau Brás, do governador Melo Viana e de D. Otávio Chagas de Miranda, bispo de Pouso Alegre, é solenemente inaugurado o novo edifício da Santa Casa de Misericórdia.(AG)

8 - Em 19.3.1950 - São inaugurados novos e amplos pavilhões da Santa Casa de Misericórdia. (AG)

9 - Em 25.9.1960 - Inaugura-se a nova e moderna lavanderia da Santa Casa de Misericórdia. (AG)

10 - Em 15.11.1964 - Com a presença do Ministro de Viação, General Juarez Távora, que representou o Presidente da República, Marechal Castelo Branco, é solenemente lançada a pedra fundamental do prédio junto a Santa Casa de Misericórdia, destinado ao Hospital de Cirurgia e Pediatria. (AG)

11 - Em 20.02.2019 - Face a suspensão do repasse mensal de R$ 160 mil  determinado pelo Prefeito Municipal, encerraram-se os serviços de urgência e emergência - Pronto Socorro, da Santa Casa de Misericórdia. (viver é perigoso)

Viver é Perigoso 

E/OU, OU/E

Viver é Perigoso

PROGRAMA " MAIS GENERAIS "


Um sucesso o programa Mais Médicos com o preenchimento das milhares de vagas abertas pela saída dos cubanos. Por necessidade de mão de obra especializada para ocupar os altos cargos do governo, estuda-se lançar o programa "Mais Generais".

Viver é Perigoso