sexta-feira, 1 de fevereiro de 2019

LONGO CULTO


Depois de 96 dias interruptos de culto, a igreja protestante de Bhetel, em Haia, na Holanda, encerrou a cerimônia que tinha como objetivo proteger uma família armênia da deportação, já que a lei impede a entrada da polícia em templos durante serviços religiosos.

A família é composta pelo pai Anousche, pela mãe Sasun e seus três filhos, Hayarpi (21 anos), Warduhi (19 )  e Seryan (15).

O caso sensibilizou a classe religiosa e, desde então, centenas de pastores de todo o país se revezam no culto que já chegou aos 96 dias e 2 meses e ultrapassou 2.300 horas de duração.

A igreja passou a distribuir senhas para ter maior controle do número de pessoas dispostas a prestarem ajuda.

Viver é Perigoso

RESULTADO DA DESONESTIDADE MAIS INCOMPETÊNCIA


Não acredito que os petistas, até os mais fanáticos, possam acompanhar esse triste episódio sem se indignarem.

Em 2006, o Conselho da Petrobrás, então presidido pela Dilma Rousseff, autorizou a Diretoria Executiva da empresa a comprar da empresa belga Astra Oil, a metade da Refinaria de Pasadena, no Texas - EUA, por US$ 360 milhões.

Atenção para um detalhe: Um ano antes, o citado grupo belga, havia adquirido o controle total da refinaria pelo valor de US$ 42 milhões. Nesse simples negócio, em um ano, os belgas ganharam US$ 359 milhões.

E tem mais. Colocaram uma cláusula besta no contrato que, em caso de desentendimento, o sócio, claro, que os belgas, se retirariam da sociedade recebendo uma indenização de US$ 820 milhões, o que aconteceu em 2012.

Claro, que tem mais. A Petrobrás, no período, investiu outros US$ 685 milhões em segurança, etc, na empresa.

Tudo somado, chega-se a estratosférica quantia de US$ 1,9 bilhão.

Esta semana, a Petrobras está fechando a venda (se livrando) da Refinaria de Pasadena, para a americana Chevron, por US$ 562 milhões.

O balanço final indica um rombo de US$ 1,4 bilhão, o que, para maior compreensão e comparação, atinge cerca de R$ 5 bilhões.   

Foram enterrados pela Administração Dilma Rousseff, no Conselho da Petrobrás e na sequência, na presidência da República, sempre contando com a prestimosa colaboração dos Senhores Nestor Cerveró e Jorge Zelada, entre outros.

Isso já bastaria para nenhum petista jamais falar em administração pública. 

Prisão é pouco.

Viver é Perigoso

PERTO DE SER VERDADE


O ministro Vélez Rodriguez - Ministro da Educação - disse para a Veja que a escola deve ser como a catequese para os tupinambás:

“O brasileiro viajando é um canibal. Rouba coisas nos hotéis, rouba o assento salva-vidas no avião; ele acha que sai de casa e pode carregar tudo. Esse é o tipo de coisa que tem de ser revertido na escola.”

O Antagonista

Viver é Perigoso