segunda-feira, 21 de janeiro de 2019

WHERE´S WALLY ?


Prefeitos mineiros presentes  na Assembleia promovida pela Associação Mineira dos Municípios - AMM - Belo Horizonte 21/01 - Adiamento início das aulas.

Viver é Perigoso

NÃO PARA ACREDITAR


Os prefeitos aprovaram em assembleia realizada hoje pela AMM - Associação Mineira dos Municípios, em decisão não unânime, o adiamento do início das aulas escolares para depois do carnaval. 

A AMM pede a adesão de todas as prefeituras para pressionar o estado a colocar os repasses constitucionais em dia. Além de ser uma forma de pressão, a proposta de adiar o início das aulas foi apresentada como uma forma de economizar. Vários prefeitos se queixam de estar precisando usar recursos próprios para custear os serviços da educação.

A rede municipal da educação só voltará às aulas no dia 11 de março.

Cada município decidirá se segue ou não o aprovado pela maioria dos associados da AMM.

Blog: Registrando, o calendário escolar da rede estadual de ensino  definido para 2019, definiu que o ano escolar terá início no dia 4 de fevereiro. Já o ano letivo, com o início das aulas a todos os estudantes, começará no dia 7 do mesmo mês. O calendário escolar em 2019 deve prever, no mínimo, 200 dias letivos e carga horária mínima de 800 horas para os anos iniciais do ensino fundamental e ensino médio noturno e 833 horas e 20 minutos para os anos finais do ensino fundamental e ensino médio diurno.De acordo com a Resolução da SEE, o ano letivo se encerrará no dia 13 de dezembro e o ano escolar no dia 18 do mesmo mês.
Vamos aguardar a decisão das autoridades da cidade. 

Viver é Perigoso

O VELHO E BOM ROCK & ROLL



Viver é Perigoso

HIERARQUIA

Viver é Perigoso

JUÍZO MOÇADA !


Catastrófica a situação financeira de Minas Gerais. Com as informações, dá para entender o porquê do aparente "não esforço" do PT e Pimentel nas últimas eleições no Estado. Sabiam do tamanho do buraco.

Como muitos insistem em desconhecer que Itajubá está localizada em Minas Gerais e até no Brasil, seria bom que as autoridades colocassem as barbas de molho. Deve vir remédio amargo estadual e federal. 

Milagres não acontecem fácil. Seria razoável que  envidar esforços para a redução de custos, atentar para obras prioritárias e cuidado com gastos extras nos programados festejos no aniversário de 200 anos. E mais, muita cautela com patrocínios vindos de empresas com contratos em vigor com o município.

Está lá no Estado de Minas de hoje:

A situação financeira de Minas Gerais pode ser ainda mais grave. O governador Romeu Zema (Novo) divulgou nas redes sociais que o déficit do Estado é de R$ 30 bilhões. O índice é R$ 18,6 bilhões maior do que o estimado no orçamento para 2019.

"A calamidade financeira de Minas é a maior do país, com previsão de déficit para 2019 de R$ 30 bilhões. Somente a nossa folha de pagamento compromete 80% dos recursos", publicou Zema. Na web, o chefe o executivo estadual afirmou que é "preciso racionalizar os gastos de pessoal para que Minas saia dessa crise e possa investir em áreas essenciais".

Viver é Perigoso

VIDA INTELIGENTE


Ouvido hoje na Cantina Meazzini, na Boa Vista, é claro:

Pensando bem, o Presidente da República ideal para o País teria que ser de outro planeta, solteiro, de boa aparência, recém chegado à Terra, logicamente, sem nenhum parentesco com ninguém, zero de declarações e fotografias do passado, sem Facebook, celular e computador, de religião seguida só no seu planeta de origem, sem bens, isento de IR. 
E claro, ainda iriam achar alguma coisa do cara.

Viver é Perigoso