domingo, 20 de janeiro de 2019

PODE SER


"Os leitores, cada vez mais, estão percebendo que a imprensa é inútil. Não só eles. No dia que o governo descobrir que não precisa mais prestar atenção à mídia, vai ver que está perdendo uma montanha de tempo à toa."

J.R.Guzzo

Viver é Perigoso 

O IMPÉRIO


Jornais e Redes de Televisão, nunca despejam suas denúncias de uma vez só. Estrategicamente, segundo a maldade de cada um, lançam uma bomba, aguardam as reações. Dão mais detalhes e aguardam a reação.  Nunca gastam tempo dando tiros em mosquitinhos.

Sempre buscam algo em troca. Audiência, aplausos daqueles contrários ao denunciado e poder. Muito poder, que lhes proporcionará tratamento especial em se tratando de fiscalização e publicidade. Não existe espaço para amadores.

A Rede Globo, no decorrer de tantos anos, vem fazendo o que quer no País. De forma direta ou subliminarmente tenta conseguir dirigir o pensamento das pessoas e conseguiu sucesso, quase que total, até a explosão da internet. Perdeu o controle, viu-se acuada nos projetos escrachadamente liberais e direcionados. Não se ateve mais a informar. 

Parece que a perspectiva de ver contestado os absurdos contidos em sua programação e a eliminação dos gordos patrocínios para "projetos culturais", claramente, a Vênus Platinada vem dirigindo seu arsenal contra o governo eleito. 

De forma acelerada vem perdendo a credibilidade.

Não sabemos se alguém, com antecipação, conseguiu antever o fim do Império Mongol, fundado por Ghengis Khan. O fim dos impérios romano e britânico. Mais recente, próximo e na mesma área, o esfacelamento do império de comunicação dos Diários Associados, a maior corporação da história da imprensa no Brasil, comandada por Assis Chateaubriand.

Sei não...mas podemos estar diante de um princípio do fim.

Viver é Perigoso

PORQUE HOJE É DOMINGO

Memórias preciosas, anjos invisíveis
Enviadas de algum lugar para minha alma
Como elas permanecem sempre próximas a mim
E o passado sagrado se desenrola

Memorias preciosas, como elas permanecem
Como elas inundam minha alma
Na quietude da meia noite
Preciosas cenas sagradas se desenrolam

Pai precioso, mãe amada
Voam através dos anos solitários
E antigas cenas caseiras da minha infância
Aparecem em memorias afeiçoadas

Memórias preciosas, como elas permanecem
Como elas inundam minha alma
Na quietude da meia noite
Preciosas cenas sagradas se desenrolam

E lembro da minha mãe orando
Papai também, de joelhos
O sol se pondo, sombras caindo
Mas suas orações ainda me seguem

Memórias preciosas, como elas permanecem
Como elas inundam minha alma
Na quietude da meia noite
Preciosas cenas sagradas se desenrolam

Memórias preciosas, preencham minha alma

Viver é Perigoso

PÁGINAS AMARELAS


Oportuno e importante, nesse momento, ler a entrevista nas Páginas Amarelas da Veja desta semana, do Sr. Henrique Prata, do Hospital do Câncer em Barretos, de outros 5 hospitais, 9 clínicas e 22 unidades móveis de atendimento, que atendem de graça. 

Em tempo, Henrique Prata, que não é médico, afirma que a medicina privada drenou os recursos públicos para si mesma, e quem paga o pato é o povo.

E mais: existiria todo um sistema para destruir o SUS e entregar a saúde do brasileiro à medicina privada.

Deve ter muito entusiasmo e até exagero em suas colocações, mas o momento é bom para se tratar do assunto.

Assustador quando diz que " é na oncologia que a crise do SUS deve ficar mais grave. A imunoterapia, que usa o sistema imunológico para atacar as células do câncer, é uma revolução. Esse é um dos tratamentos mais caros da medicina. Só que a chance de esse tipo de técnica ser coberto pelo SUS é remotíssima se as coisas continuarem como estão. Será, infelizmente, um tratamento de excelência destinado apenas a quem tem muito dinheiro."

Viver é Perigoso

FACINHO, FACINHO...



Viver é Perigoso

LIVRO, PRESENTE DE AMIGO


Verdade. Apesar da Revolução Constitucionalista de 1932 ser um dos momentos mais emblemáticos da história do Brasil no século XX, ela é pouco conhecida no país. Talvez para não instigar movimentos semelhantes, diferentes governos censuraram o tema nas salas de aula. Muito bom de ler "1932 São Paulo em Chamas" - Luiz Octávio de Lima - Editora Planeta.

Bom para entender como a Revolução Constitucionalista conquistou corações de estudantes, trabalhadores, donas de casa, empresários e quase derrubou o então ditador, Getúlio Vargas. Bom para entender a razão pela qual um dos maiores personagens da nossa história, Dr. Theodomiro Santiago, aliou-se aos constitucionalistas paulistas e terminou por ser deportado.

Passamos a vida circulando pela Av. 23 de maio sem pensar na razão do seu nome (data de uma manifestação ocorrida na cidade de São Paulo, quando foram mortos Antonio Américo de Camargo, Euclydes Miragaia, Dráusio Marcondes de Souza e Mário Martins de Almeida - MMDC.

O mesmo acontece, quando seguimos pela Av. 9 de Julho, data do início da Revolução Constitucionalista. Ou mesmo, quando olhamos para o Obelisco do Ibirapuera.   

Detalhes das batalhas entre paulistas e mineiros ocorridas em Pouso Alegre, Borda da Mata, Ouro Fino e os sangrentos combates em Passa Quatro.

Um balanço das causas e motivações dessa revolução, sem ignorar falhas e virtudes de parte a parte.

Um abrangente e emocionante relato.

Viver é Perigoso