segunda-feira, 14 de janeiro de 2019

SOB A LUZ DE VELAS


"Ao limitar-se a falar só com jornais e emissoras amigas, limita-se a si próprio"

Roberto Pompeu de Toledo

Blog: Calma. O jornalista da Veja não se referiu ao Senhor Prefeito e sim ao Presidente Bolsonaro.

Viver é Perigoso

FILME TRISTE


Suspensa a reunião da Câmara Municipal de Itajubá. Questionamentos sobre a formação das Comissões Parlamentares para o biênio 2019 e 2020.

Vereador Silvestre começando suas atividades na presidência da casa. De cara pega um pepinão. Meio que perdido.

Impressionante a lealdade política do Vereador Molina ao Executivo. Montou uma chapa claramente para evitar uma possível presença forte de vereadores independentes em qualquer comissão. Claro, nítido e inquestionável.

Em grupos fechados e comandados, nada mais anti-democrático que o voto.

Na volta pós - interrupção, na certa após o recebimento de alguns telefonemas, alguns vereadores ressurgiram valentes e cobrando a aprovação da chapa teleguiada.

O mais impressionante é o silêncio de alguns vereadores, até que bem preparados. A abstenção (mais uma) do Vereador Cleber David é incompreensível. Ou não, uma vez que foi indicado para dirigir uma comissão.

Tudo indica que o Ministério Público terá tarefas adicionais neste 2019. Em 2020, nem tanto, uma vez que em pré-novas eleições, muitos abandonarão o barco situacionista em busca de reeleição.

Estamos lascados. 

Viver é Perigoso

BOM PARA ENTENDER


Há 60 anos, no dia 1º de janeiro de 1959, um grupo rebelde tomou Havana, derrubando a ditadura corrupta de Fulgêncio Batista. Foi implantado um governo nacional-democrático liderado por Fidel Castro.

Em 1961 foi proclamado o caráter socialista da revolução, cujos desdobramentos a impeliram para a reprodução do regime soviético, adaptando-o aos trópicos caribenhos:

Propriedade estatal dos meios de produção
Partido único
Abolição dos direitos civis e políticos
Coibição do dissenso
Estabelecimento de polícia política de monitoramento e coação político-ideológica e da sociabilidade.
Supressão dos resquícios de democracia.

Em 1965 foi fundado o Partido Comunista Cubano - Partido-Estado.

Ligação próxima com a URSS, com recebimento de préstimos econômicos, militares, políticos e culturais. Instalação de um tipo de socialismo dependente e subsidiado.

Em 1967, o Estado cubano, secundado pelo Partido Comunista da União Soviética, fundou a Olas - Organização Latino-Americana de Solidariedade, com o objetivo de ser um instrumento multiplicador de movimentos revolucionários no continente, ou seja, uma espécie de estado maior da revolução - apoio político, logístico, financeiro, bélico - disseminaria focos guerrilheiros na região, que teriam o dever de replicar o exemplo cubanos.

Daí, despontaram movimentos guerrilheiros de variadas espécies em países como a Guatemala, Venezuela, Colômbia, Peru, Bolívia, Brasil, Uruguai, Argentina e outros.

Em 1990, já com o colapso do socialismo real e a dissolução da URSS, o regime cubano, consorciado com o PT -Partido dos Trabalhadores fundou órgão de articulação no continente sob sua orientação. Foi realizado o 1º Fórum de São Paulo, com a participação de dezenas de partidos e movimentos, grupos e seitas de procedências distintas da esquerda. Tratava-se de substituir a estratégia insurrecional pela luta política-institucional.

A iniciativa teve relativo sucesso, com ascensão do bolivarianismo na Venezuela e países andinos, do petismo no Brasil, da Frente Ampla no Uruguai, do peronismo na Argentina, do sandinismo na Nicarágua, etc.. Quase todos eles experimentaram a desventura do domínio e do mando em grande medida por não terem compromisso com os valores e procedimentos democráticos.

Extraído  do texto postado pelo Professor José Antonio Segatto no jornal "O Estado de São Paulo"

Blog: O seguimento e resultado da anarquia todos conhecem.

Viver é Perigoso    

PALOCCI SEGUE ABRINDO O BICO



Viver é Perigoso

PARA BIA - MOÇA BONITA



Viver é Perigoso

TOMOU O BARCO


Não chegamos a tempo ontem em São José dos Campos. A Moça Bonita, e põe bonita nisso, Beatriz de Oliveira, para os amigos, Bia, tomou o barco.

Doce, brava e de atitudes independentes. Viveu uma juventude fora de época. 

Viveu de perto um dos maiores dramas já acontecidos nesta cidade. 

Seguiu adiante. Envolvimentos emocionados, desencontrados, apontados, odiados, admirados e invejados.

De longe provocava temor, desconfianças, inveja. De perto, solidariedade, amizade, tranquilidade e beleza. Muita beleza.

Um filme em longa metragem mostraria sua vida. 

Convivemos um pouco com a Beatriz e ganhamos.

Viver é Perigoso        

ADIVINHE QUEM SERÃO OS COMPRADORES ?


A Cemig anunciou que 46 imóveis distribuídos em 27 municípios mineiros, abrangendo todas as regiões do Estado, e também em Goiás, estão sendo colocados à venda.
Imóvel da Cemig em Itajubá, também está na lista. Como dizem os corretores, "um filé ".
Os imóveis poderão ser consultados neste link e a sessão pública está prevista para o dia 23 de janeiro, às 10 horas. Conforme a empresa, os interessados terão até as 9h30 do mesmo dia para enviar as propostas.
Pessoas físicas e jurídicas podem participar do pregão, mas, no caso dos imóveis, é necessário fazer cadastro e credenciamento, observando as exigências necessárias no Portal de Compras. 
Viver é Perigoso

CABIDE NACIONAL


Qualquer político que pregue a correção e a não utilização de esquemas de contratação de funcionários de gabinete, o dito só poderá acontecer daqui para frente. Anteriormente, todos, repetindo, todos, praticavam o errado.

Todos os deputados federais têm agregados em seus gabinetes, assessores que lá aparecem, ou não, anualmente. Muitos "dão apoio" nas chamadas bases dos políticos (cidades onde conseguem boa votação).

Alguns até, vez por outra, dão expediente em escritórios políticos regionais. Atendem algum eleitor e anotam reivindicações.

Quase sempre exercem outras atividades e sempre são simpáticos.  Seus salários não saem dos bolsos dos deputados e sim dos cofres públicos.

Nos próximos dias a mídia dará destaque à Nathália Queiroz, filha do já famoso vendedor de carros e assessor parlamentar, Fabrício Queiroz, que atuava em horário comercial como personal trainer no Rio de Janeiro.

Dona Nathália, durante quase dois anos, cumpria 40 horas semanais como assessora parlamentar do ex-deputado federal Jair Bolsonaro, sim, ele mesmo, lotada no gabinete do então parlamentar em Brasília.  

O gabinete de Jair Bolsonaro na Câmara dos Deputados atestou, durante quase dois anos, que a ex-assessora parlamentar Nathália Queiroz, filha de Fabrício Queiroz, cumpria 40 horas semanais durante o período em que trabalhou para o então deputado federal.

De acordo com os registros da Câmara obtidos pela Rede CBN, Nathália Queiroz não teve nenhuma falta sem justificativa e não tirou nenhuma licença durante os quase dois anos em que trabalhou no gabinete de Bolsonaro. As presenças foram atestadas mensalmente pelo gabinete do então deputado.

Melhor será, que  todos os senhores deputados federais (e também senadores e deputados estaduais) reconheçam o procedimento e doravante banquem de seu próprio bolso os chamados "assessores políticos".

Como sempre se tratou de um costume nacional, mais conveniente será que nenhum político seja obrigado a ressarcir as despesas ocorridas até hoje. Uma anistia geral causará menos danos.

Viver é Perigoso