sábado, 12 de janeiro de 2019

CANTINHO DA SALA

William James Glackens - Menina em turbante verde (1913)

Fundação Barnes, Filadélfia.
Viver é Perigoso

PRÁ ESQUECER


Onze primeiros dias dos novos governos, federal e estadual é para esquecer. Miudezas dos dois lados. Azul e rosa, promoção de filho de chefe, silêncio de assessor denunciado e outras besteiradas.

Medidas imediatas e de impacto, tão necessárias e esperadas, neca de nada.  Indicação que não planejaram nada. Aparentemente, como qualquer recém-chegado, tomando pé da situação.

Pior de tudo é que darão apoio as velhas e manjadas raposas, Rodrigo Maia e Renan Alagoas.

De populismo, tipo recado em camisetas, fotografias caseiras e bilhetinhos já estamos cheios.

A oposição continua mais perplexa do que cachorro de Minas caído de caminhão de mudança, em pleno Anhangabaú, em horário de pico de movimento.

Pessoal do facebook, dos dois lados, começando a deletar tudo sobre política que postaram no segundo  semestre de 2018. Vai que...

Hay gobierno ? Soy contra !

Viver é Perigoso 

HOJE É DIA DE ROCK



Viver é Perigoso

CARICATURA


" A atividade política no Brasil mais parece uma caricatura de si própria, que se reproduz continuamente como ostra cega e se espalha contagiando os demais. Há anos padecemos a demagogia do populismo e já nos habituamos à sua teatralidade de transmitir emoções que (passageiras ou falsas) passam a valer mais do que a racionalidade profunda. Ou mais do que a realidade. "

Flávio Tavares - Estadão

Viver é Perigoso

IDEOLOGIA DAS TETAS

Viver é Perigoso