quarta-feira, 11 de dezembro de 2019

ULTRACREPIDANISMO


A palavra existe. É o ato de "palpitarmos" sobre temas que vão além do nosso domínio.

Tentados pelo poder de divulgação que  a internet nos concede, expomos nossas ideias sobre qualquer coisa, sem muita preocupação quanto a familiaridade com o tema, ou com a substância e pertinência de nossos comentários. Não há discussão ou fato que nos iniba de darmos nossa opinião

São os principais motores da onda de ultracrepidianismo que assola a rede.

Demi Getschko

Viver é Perigoso

Um comentário:

Anônimo disse...

Concordo. Não só na rede. Em conversas até coloquiais as pessoas estão se expressando em demasia sobre tudo. Em certas discussões até técnicas, em que na maioria das vezes, conhecemos o assunto, pessoas discordam sem conhecer. Os argumentos majoritários são: vi na internet. Fulano disse. As vezes até meio ríspido, respondo: para continuar discutindo devemos no mínimo nivelar verdadeiramente nossos conhecimentos. observador da cena