quinta-feira, 5 de dezembro de 2019

PUXA-SACO INCONVENIENTE


Esse é um mala. Literalmente! Todo mundo, mesmo quem não frequenta os círculos da política ou do poder, já se encontrou com um assim, ou com vários. 

O puxa-saco inconveniente se caracteriza por invadir espaços, físicos e virtuais, para falar bem do seu chefe. 

Às vezes, durante uma reunião qualquer, alguém reclama da falta de respaldo das lideranças políticas para com o crescimento e desenvolvimento da cidade e região. Em momentos assim o mala entra no meio da conversa, mesmo sem ser chamado, e comenta que o seu chefe, o seu patrão, tem feito isso e feito aquilo outro diferente. 

Muitas vezes o puxa-saco é tão mala que, mesmo na rua, no espaço público, invade a conversa privada de duas pessoas que estão falando mal dos políticos para dizer que o chefe dele é diferente — ou, pelo menos, ele pensa que é diferente. 

E, do mesmo modo como invade espaços físicos, o puxa-saco inconveniente também invade espaços virtuais. É muito comum encontrar o mala fazendo enormes comentários no Facebook e outras redes sociais (aqueles textões que ninguém lê) para defender o seu chefe/patrão. 

Outra característica bastante comum desse tipo de puxa-saco é invadir festas e eventos privados usando como carteirada o fato de ser assessor (que belo nome para um puxa-saco) do político a quem serve, que é de fato quem foi convidado para a festa. Mais inconveniente, impossível!

David Ribeiro Jr

Viver é Perigoso

Nenhum comentário: