sexta-feira, 6 de dezembro de 2019

NINGUÉM É DE FERRO


Contrariando iniciativa do ex-vereador Dr. Raimundo Silva, que limitou os dias de recesso na Câmara Municipal, corre hoje no legislativo local a Proposta de Emenda à Lei Orgânica nº 82, que, leva para quase 60 dias o período, digamos assim, de férias parlamentares.

Como sempre acontece, críticas duras do internautas.

Assinaram a Proposta de Emenda os vereadores, Cleber, Melo, Joel, Zé Maria, Zé Pequeno, Wilson, Fabrício e Vladimir. Todos, exceto o Cleber David, da tropa de choque do Executivo Municipal.

Claro e lógico que o Executivo foi consultado e certamente deve ter aprovado. Normal.

Nas atuais condições de trabalho, pode não ser totalmente ruim. 

O questionado e proposto pelos Senhores Vereadores Independentes dificilmente seguirá para frente, prevalecendo sempre a elementar questão numérica dos votos, como tem acontecido nos últimos sete anos.

Pode preocupar o possível congestionamento de concessões de moções congratulatórias, homenagens diversas, parabéns por serviços triviais feitos pela Administração e outras fainas semanais.

Viver é Perigoso
 

3 comentários:

Anônimo disse...

Senhor Zela Dor.

E o mais importante. Caso suja a necessidade urgente de se aprovar autorização para se aterrar mais alguma área de taboa, os nobre serão convocados "extraordinariamente" e receberão gordos salários por essas reuniões extraordinárias", muitas não durarão nem 15 minutos.
A justificativa será, "afinal, estávamos gozando de merecido descanso."
E não venham dizer que as reuniões extraordinárias não são mais remuneradas que, em breve, darão um jeito de mudar isso.

Anônimo disse...

Trata-se de projeto de resolução do Diretor da Câmara que alega ter dificuldade de dar férias picadas aos seus comandados.

Conseguiu a anuência dos vereadores aliados e no final, mais uma vez, sua iniciativa e autoria (entre inúmeras outras) será aprovada.

Uma mão lava a outra e juntas dão abraços!!

Pagador indignado.

Anônimo disse...

Que vergonha ...