segunda-feira, 16 de dezembro de 2019

FALTA DE QUORUM


Uma operação do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), braço do Ministério Público, culminou com a decretação da prisão de 21 vereadores de Uberlândia nesta segunda-feira (16). As prisões decretadas são temporárias e envolvem titulares e suplentes. A investigação aponta para supostos desvios de verba de gabinete. 

Agora, a cidade do Triângulo Mineiro tem 22 dos 30 vereadores com prisão decretada ou afastados dos cargos.

É a vida...

Viver é Perigoso

Nenhum comentário: