segunda-feira, 30 de dezembro de 2019

DATA VÊNIA


Impressionante o desgaste sofrido pelos Senhores Juízes no ano que está se encerrando. Em todos os níveis, começando pelos tribunais superiores. A internet veio também para permitir que a esculhambação se generalizasse.  Claro que existem bons e dignos profissionais na magistratura, lembrando que a pessoa mais admirada, respeitada e, por alguns temida,  no País é o Dr. Sérgio Moro.

No próprio STF, um pouco menos que a metade de seus membros proporcionam confiança. São coerentes e conseguem captar o espírito da Constituição, se esquivam de holofotes, são reservados quanto a frequência a palácios e o importante, se mantém nos autos.  

Certo que a publicidade dada aos privilégios à classe, em termos de ajudas e penduricalhos salariais, tem influenciado na construção da imagem negativa.

No interior, em se tratando de Juízes, o negócio é mais embaixo. Nunca ouvi ou li uma crítica, por mais leve que seja, feita a um Juiz local. Respeito ou medo ?

Quer dizer, crítica pública. Ao pé do ouvido é outra história.

Respeito ou medo ? Não as mereceram ou o silêncio foi imposto pelo medo ?

No Brasil mais profundo, padres, pastores e delegados já tiveram a redoma, de uma forma ou de outra, invadida.

Juízes ainda não. E sei lá porque razão, ainda nos sentimos seguros e felizes quando um deles nos cumprimenta nas ruas.

É a vida...

Viver é Perigoso 

Nenhum comentário: