sexta-feira, 15 de novembro de 2019

quinta-feira, 14 de novembro de 2019

FALOU E DISSE !


Ainda sobre a votação do STF sobre a 2ª Instância

Com devida vênia e o devido respeito pelo cargo, mas não pelo ator que fechou essa triste página do STF, eu afirmo que não houve um "voto de Minerva" (a deusa da inteligência). O que houve foi uma brasileiríssima retribuição de favor entre Dias e Luís; e um boçal "você sabe com quem está falando? " para o povo brasileiro.

Roberto Damatta

Viver é Perigoso

VONTADE NÃO FALTA

Viver é Perigoso

quarta-feira, 13 de novembro de 2019

MOÇO BONITO



Luc : non è facile avere sette anni

Um grande abraço e lembre-se: amigos para sempre. Guarde um pedaço de bolo. Estamos chegando.

Viver é Perigoso

OH MINAS GERAIS !


A descontinuidade da produção do caminhão Actros da fábrica da Mercedes-Benz de Juiz de Fora, na Zona da Mata, vai provocar a transferência de parte dos trabalhadores para a planta da empresa em São Bernardo do Campo, em São Paulo. 

A estimativa é de que cerca de 200 trabalhadores, de um total de 350, sejam transferidos. Para os demais 150, algumas alternativas estão em análise, como, por exemplo, a abertura de um novo turno para que parte dos profissionais atue na área de cabinas na unidade mineira e um programa de demissão voluntária (PDV). As transferências devem começar em janeiro de 2020.

E nós com isso ? Aguardem e verão.

Viver é Perigoso

E LA NAVE VA...

Viver é Perigoso

VEREADÓPOLIS - FILME DE TERROR !



Assista e perca o sono por uns dias.

Dica: Osmar Riera

Viver é Perigoso

terça-feira, 12 de novembro de 2019

MOMENTOS MÁGICOS



Viver é Perigoso

SUPER LOBISTAS


Segundo o pai dos burros:

"Lobismo, também referido como lóbi, é o nome que se dá à atividade de influência, ostensiva ou velada, de um grupo organizado com o objetivo de interferir diretamente nas decisões do poder público, em especial do poder legislativo, em favor de causas ou objetivos defendidos pelo grupo por meio de um intermediário."

Difícil encarar o lobismo como uma atividade séria em Brasília. Vão ter que mudar muito.

Foi uma surpresa a recusa do deputado federal suplente, o tucano mineiro Marcus Pestana, de assumir a vaga deixada pelo Deputado Bilac Pinto. Explicado: o Sr. Pestana decidiu mudar de ramo. Ainda em Brasília, fundou a empresa Lyseon, que defende companhias de saúde suplementar e industrias farmacêuticas.

Bom. Se tudo límpido e claro.

Já o veterano e figurinha carimbada Romero Jucá leva adiante a empresa lobista Blue Solution.

O ex - Senador Jorge Viana atende clientes do setor financeiro e de telecomunicações. O também ex - senador Cássio Cunha Lima montou a Advice Brasil.

Trabalham na mesma área, segundo reportagem do jornal O Estado de São Paulo, Sílvio Costa, ex - líder do governo Dilma, representando entidades ligadas a bancos.

Na área do etanol e afins, atua o ex-deputado Evandro Guzzi. Até a ex-deputada Cristiane Brasil circula pelo Congresso defendendo uma legislação sobre a cannabis medicinal.

Muito embora a atividade de lobista não seja regulamentada no Brasil, todos precisam sobreviver. entendem.

Viver é Perigoso

A MARCHA DA INSENSATEZ


O assunto não deveria nem ser discutido. Aprovação pela Câmara Municipal para que empresários promovam o aterro da Várzea do Ribeirão Piranguçu, conforme vontade do atual Prefeito e de seu Vice.  Primeiro porque tem um histórico público de interesses envolvidos. Já bastaria.

A desculpa que a área a ser aterrada é necessária para a implantação de novas empresas não faz sentido. Áreas disponíveis existem e não são poucas. Argumento débil.

Além da agressão ao meio ambiente, conforme parecer de especialistas, colocam em risco um empreendimento consolidado, que é a unidade industrial da Mahle, que inclusive já se posicionou oficialmente sobre o assunto.

A votação da Emenda nº 01 ao Projeto de Lei 4358/2019, apresentada pelo engenheiro e vereador independente Santi, que diz não ao aterro da várzea do Ribeirão Piranguçu, deverá ser votada na reunião ordinária da Câmara Municipal na próxima segunda-feira.

Do total de 17 votos, seguramente, seis deles virão dos conscientes vereadores Santi, Cleber, Fabrício, Jorjão da Saúde, Marcelo Krauss e Ricardo Zambrana. Não basta.
O prefeito e seu vice detém a maioria. Os fieis aliados Molina, Kener, Renato, Sr. Melo, V.Bananeiro, Zé Maria, Wilson e Zé Pequeno, como praxe, deverão acatar as instruções vindas do Centro Administrativo.

O presidente, Vereador Sebastião Silvestre, caso por milagre seja chamado para um voto de desempate, certamente apoiará o aterro.

Numa situação difícil ficará o Vereador Joel, que em passado recente se posicionou, preocupado com a influência negativa do intervenção na Várzea no Bairro Jardim das Colinas. É aliado do prefeito, mas a coerência pesará.

Surpresa, mas nem tanto, é o possível posicionamento favorável ao aterro, da Vereadora Mônica. Simplesmente ela é filiada ao Partido Verde, que carrega a bandeira ambiental.

A grande verdade é que acontecer o previsto, ou seja, a vitória da insensatez, a responsabilidade total e exclusiva ficará para os aterradores, desculpem-me, para os vereadores defensores do aterro.

Além de outras consequências, serão responsáveis pela redução nos possíveis novos investimentos das empresas possíveis de serem afetadas com as previsíveis enchentes. E oxalá não ocorra transferências de linhas de produção.

Ano que vem, durante a campanha eleitoral, lembranças certamente virão.

Curiosidade: 100% dos vereadores evangélicos são pró-aterro.

Orem.

Viver é Perigoso      

PHOTOGRAPHIA NA PAREDE


Viver é Perigoso

QUERIAM DIFERENTE ?


A turma do Centrão, encabeçada pelo DEM, ou melhor, pelo PFL, ou melhor, pela ARENA, ou ainda PSD, ou Democratas - qualquer nome serve - está se posicionando contra a prisão após segunda instância. A começar pelo Deputado Rodrigo Maia, codinome nas planilhas, Botafogo.

Claro, com meio mundo do grupo correndo o risco de ser recolhido.  

É a vida...

Viver é Perigoso

NOS ENCONTRAREMOS LÁ !



VOTAÇÃO DO PROJETO DO ATERRO (PRÓXIMO A MAHLE)

Desde 2013 foram 3.308 empregos perdidos. Queremos mais DESEMPREGO?

CONVIDAMOS toda a POPULAÇÃO a participar da próxima Sessão Ordinária da Câmara de Itajubá, na SEGUNDA-FEIRA, 18/11, às 19H, quando será votada a Emenda nº 01, de minha autoria, ao Projeto de Lei Nº 4358/2018 (Plano Diretor), que DIZ NÃO ao aterro da várzea do Ribeirão Piranguçu.

O objetivo é IMPEDIR PREJUÍZOS ambientais, sociais e econômicos ao nosso município, já que o aterro poderá prejudicar a MAHLE e outras empresas na época das cheias, assim como os moradores da parte baixa da região do bairro Açude.

Se as empresas se sentirem prejudicadas e deixarem nossa CIDADE, mais de 2.500 PESSOAS ficarão DESEMPREGADAS.

VENHA PARTICIPAR e COBRE o POSICIONAMENTO dos VEREADORES para que VOTEM SIM à emenda 01.

Vereador Santi - Independente

Viver é Perigoso

CANALHAS


Scoundrel, sinvergüenza, farabutto, scélérat, Schurke e na língua pátria, Canalha !
O tratamento mais light ouvido dos políticos e até altos magistrados, nos dias de hoje, voltou ser o velho "canalha".
Dizia o Millôr Fernandes que os grandes canalhas não só ficam ricos e poderosos, mas são eles que tiram a monotonia da vida, praticando grandes roubos e tramas sinistras na política. Para mostrar o charme pelo canalha basta dizer que uma das primeiras coisas que um turista faz ao chegar a Chicago é visitar o Museu Al Capone. 
Mais duro foi o Nelson Rodrigues que disse: "No Brasil, quem não é na canalha na véspera é canalha no dia seguinte." E.Riera ( http://www.vivereperigoso.com )

Viver é Perigoso

segunda-feira, 11 de novembro de 2019

SÓ BLUES



Viver é Perigoso

TURBULÊNCIAS PARTIDÁRIAS


Se existe um setor que os atuais (desde 2012) donos do poder da terrinha dominam é o partidário. Nenhum dirigente de diretórios municipais da micro-região se sente seguro. O pessoal tem tempo, recursos e principalmente adora "mexer com os pauzinhos".

Ganham sempre, exceto quando se trata do pt. Também não tentam, muito embora, num assombro de convencimento, trouxeram o partido do trabalhadores para primeira eleição do Prefeito Chico. A famosa coligação "Aforça do povo" - slogan criado pelo amigo Professor Paulo César. O presidente local do pt era o Professor Charles, que terminou por ocupar a secretaria da educação. Quem viu viu e quem não viu não verá mais. Pt, psdb e outros no mesmo caminhão.

Vamos lá. O Presidente Bolsonaro deve anunciar amanhã o seu desligamento do psl. Andam às turras. Ainda não com tanta força, mas o Presidente deverá ser um homem forte no apoio aos candidatos nas eleições municipais do próximo ano. Resumindo, vai deixar o Eng. Santi na chuva.

Por outro lado, o candidato onipresente Dr. Bob, ainda não teria definido  a sua base de lançamento, ou seja, o partido que lhe proporcionará guarida legal. Continua no ptb ou irá para o psd, do seu guru e parceiro Senador Carlos Viana e presidido pelo velho e famoso Kassab. Sim ele mesmo, o investigado Kassab, que segue sendo um dos principais articuladores do movimento para elevar o Fundo Partidário para R$ 4 bilhões. Saia Justa.

Todos irão participar de articulações sobre a questão partidária, mas a decisão final, como sempre, caberá aos dinossauros da política itajubense.

É a vida

Viver é Perigoso    

MOÇA BONITA


Tula Ellice Finklea, simplesmente Cyd Charisse, atriz e dançarina norte-americana nascida em Amarillo - Texas, em 1921. Será também lembrada como tendo as mais belas pernas do cinema. Foi uma maiores dançarinas dos musicais dos anos 50.

Robert Alton, o mesmo coreógrafo que lançara Gene Kelly, assistiu a uma apresentação da moça e a ajudou a se juntar ao grupo de bailarinas dos estúdios MGM. Ficou na história como uma das notáveis parceiras de Fred Astaire e Gene Kelly. 

Gene Kelly escolheu Charisse para ser sua parceira no celebrado final de ballet de Cantando na Chuva (1952).

No mesmo ano em que "Cantando na chuva" foi lançado, as pernas de Cyd que já eram consideradas colossais: foram asseguradas por uma apólice no valor de US$5 milhões — o que fez com que, quase meio século depois, a edição do Guinness Book de 2001 apontasse suas pernas como as mais valiosas do mundo. Ela tinha à época 31 anos.

Tomou o barco aos 86 anos em decorrência de um ataque cardíaco.

Viver é Perigoso


CANALHA !


Scoundrel, sinvergüenza, farabutto, scélérat, Schurke e na língua pátria, Canalha !

O tratamento mais light ouvido dos políticos e até altos magistrados, nos dias de hoje, voltou ser o velho "canalha".

Dizia o Millôr Fernandes que os grandes canalhas não só ficam ricos e poderosos, mas são eles que tiram a monotonia da vida, praticando grandes roubos e tramas sinistras na política. Para mostrar o charme pelo canalha basta dizer que uma das primeiras coisas que um turista faz ao chegar a Chicago é visitar o Museu Al Capone. 

Mais duro foi o Nelson Rodrigues que disse: "No Brasil, quem não é na canalha na véspera é canalha no dia seguinte."

Em outros tempos, na Boa Vista, é claro, era usado reservadamente e em tom de murmúrio, para referir ao sujeito que tinha abandonado a mulher é filhos. Era forte. Fiquei com a ideia que canalha era sujeito bem arrumado, brilhantina nos cablo, ternos de linho com lenço no bolsinho e sapatos 2x1 (duas cores), perfume lancaster, gostava de dançar em clubes e jogador de baralho.

Apenas cochichando, confesso que ainda menino, de longe, admirava o Ariovaldo. Era um senhor canalha.

Hoje, de tanto ser repetido em horário nobre "canalha" perdeu a força. O enfraquecimento do insulto perdeu muito da sua gravidade, uma vez que no meio político brasileiro, o canalha de hoje pode ser um aliado amanhã, ou vice-versa.

Lembrando apenas, nesses estranhos tempos de empoderamento desenfreado dos cães, que a origem do "canalha" vem do latim "canis", ou seja, bando de cães, que nesse contexto, certamente estão sendo injustiçados.

Viver é Perigoso

SUMIR DO MAPA ?


Deu no O Estado de Minas:

Com menos de 10% de receita própria, 650 municípios de MG poderiam sumir do mapa
Por esse critério, eles seriam extintos com a aprovação da proposta do governo, mas 439 escapam de 'sumir do mapa' porque têm população superior a 5 mil habitantes.

Apresentada pelo governo federal para acabar com os municípios pequenos com a justificativa de economizar, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) do Pacto Federativo tem como critério econômico uma característica comum à esmagadora maioria das 853 prefeituras mineiras: a baixa arrecadação própria.

Por esse critério, se o tamanho da população não fosse considerado (5.000 habitantes), 650 cidades do estado deveriam ser extintas de imediato. 

É o que revelam números do Tribunal de Contas (TCE-MG), segundo os quais somente 203 administrações municipais têm receita própria superior a 10% da sua receita total.

Blog: Sinceramente, apenas como curiosidade, vamos consultar os números do TCE-MG para saber se a terrinha está entre as 650 ou entre as 203. Caso não me engane, estaríamos entre as 203.

Em tempo, receitas próprias são aquelas advindas dos impostos Iptu, Itbi, Iss, Taxas de licenças, Taxa de Iluminação Pública, de limpeza.

Em princípio, considera-se injusto que a verba do Fundo de Participação dos Municípios ( 23% do que a união arrecada dos impostos de Renda e IPI), não seja considerada receita própria do município.

Sobre o tema recursos, hoje, o limite legal dos gastos dos municípios com as Câmaras é com base na receita própria e transferências constitucionais da União (7%). 

Registrando-se, que continua engavetado no Congresso Nacional, é claro, o Projeto apresentado pelo Sr. Afif Domingos, estabelecendo que o cálculo para as despesas legislativas, como salários de vereadores e de funcionários, teria de ser de acordo com a capacidade do município de gerar receita, ou seja, receita própria.

Viver é Perigoso 

domingo, 10 de novembro de 2019

MINEIRO



"Amizade em Minas é um parto, depende antes da gestação e dos nove meses. É aposentadoria dos laços, não surge com o mero cumprimento

Você só conquistou o coração do mineiro depois que ele tiver gargalhado. Mas gargalhar alto, com o rosto para trás e dor na barriga por excesso de contrações.

Não julgue, então, que ele é facinho. De modo nenhum, conseguir arrancar a gargalhada de um mineiro demora. Acontece na soma de muitos encontros. 

Não me refiro a risadinhas ou sorrisos, mas à sonora gargalhada. 

Já viu mineiro gargalhando na rua? Tão raro como encontrar um unicórnio. 

A gargalhada é a coroa da parceria, quando você realmente alcançou a cumplicidade para sempre. Será adotado dali por diante como parte da família. 

Na concepção mineira de vida, a alegria é destinada para os irmãos de fé, aqueles eleitos que partilham a mesa e as confissões. Não é para qualquer um. 

Unicamente em Minas até a amizade não é feita sem esforço, magicamente no aperto das mãos. Resulta de um namoro de ideias e de completo estudo de personalidade. Não é como o Facebook ou o Instagram, onde os contatos são adicionados num clique. 

Exige apresentações, visitas, botecos, longas conversas, apuradas observações para ver se você é mesmo confiável..."

Extraído Crônica do Fabrício Carpinejar

Viver é Perigoso

POIS É...

Viver é Perigoso

PORQUE HOJE É DOMINGO



Viver é Perigoso

sábado, 9 de novembro de 2019

NOS ENCONTRAREMOS LÁ


Patti Smith será a principal atração do Popload Festival, na próxima sexta-feira (15/11) no Memorial da América Latina - São Paulo. 

Patrícia Lee Smith, simplesmente, Patti Smith, foi o tema de muitas conversas com meu amigo Marquinhos Carvalho, que tomou o barco no ano passado.

Patti Smith, nascida em Chicago em 1946, como todos sabem, é uma poetisa, cantora, fotógrafa, compositora e musicista americana. Ela tornou-se proeminente durante o movimento punk com seu álbum de estréia, Horses em 1975. 

Aos 20 anos, sem dinheiro e sem nada, Patti se mandou para Nova York com desejo de ser artista. Morou na rua e passou fome. Encontrou o jovem Robert Mapplethorp nas mesmas condições.
Viveram juntos no famoso Hotel Chelsea, ponto de encontro da chamada contracultura. Trata-se de um mundo que a nossa geração acompanhou de longe, quase sempre com informações distorcidas. 

Robert Mapplethorp morreu de AIDS em 1989.

Foi distinguida com o National Book Award em 2010 pelo livro "Just Kids", no Brasil, Só Garotos. Foi um dos bons livros que já li. Um retrato fascinante de Nova York do final dos anos 60 e início dos 70. (viver é perigoso/2011)

Viver é Perigoso

CAIXÃO ?


A Caixa Econômica Federal e o Corinthians avançaram nas negociações em torno da dívida de R$ 536 milhões do clube paulista. Foi discutido o uso de marca (naming rights) no estádio de Itaquera, conhecido, contra à vontade dos dirigentes, como Itaquerão.

Quem sabe passará a ser conhecido como "CAIXÃO"

Viver é Perigoso




POIS É...



Viver é Perigoso

BRAZIL... ZIL... ZIL .... !!!!!


Viver é Perigoso

sexta-feira, 8 de novembro de 2019

LIBEROU GERAL


Recolha as crianças. Feche os portões e janelas. Reforce as trancas. Evite circular em horas avançadas. Mude todas as senhas de acesso. Deixe as luzes acesas. Controle severo sobre imagens de televisão e sons de rádio. Fale baixo. 
Eles estão sendo soltos.

Viver é Perigoso


PARA A BANDIDAGEM CHEGOU MAIS CEDO

Viver é Perigoso

quinta-feira, 7 de novembro de 2019

CANTINHO DA SALA


Nos encontraremos lá. Acontece desde hoje a exposição com 88 obras de Oswaldo Goeldi. No Paulo Kuczynski Escritório de Arte - Alameda Lorena, 1661 - São Paulo. De segunda a sexta, das 9:30 ás 19:00 horas. Sábado, das 10:00 às 15:00 horas. Grátis.

Lembrando, Goeldi nasceu no Rio de Janeiro em 1895 e tomou o barco na mesma cidade em 1961. Foi desenhista, ilustrador, gravador, químico e professor.

O Rio de Janeiro, foi sempre sua referência. Até os seis anos de idade, viveu em Belém do Pará, onde seu pai dirigia o Museu Paraense Emílio Goeldi. Dos seis aos 24 anos viveu na Suíça. No período da Primeira Guerra Mundial abandonou o curso da Escola Politécnica para se matricular, em 1917, no Liceu de Artes e Ofícios, em Genebra. 

Em 1919, fixa-se no Rio de Janeiro e passa a trabalhar como ilustrador nas revistas.

Viver é Perigoso

UM POR TODOS, TODOS POR UM

Viver é Perigoso

PERGUNTAR NÃO OFENDE


Os ex-funcionários da Alteco terão direito a desconto especial no atacarejo novo ?

Viver é Perigoso

quarta-feira, 6 de novembro de 2019

CANTINHO DA SALA

Edwin Parker Twombly Jr, simplesmente Cy Twombly. Artista americano nascido em Lexington, na Virgínia em 1928. Tomou o barco (2011) em Roma. 
Da mesma geração de expressionistas abstratos e artistas pop como Jasper Johns e Robert Rauschenberg, Twombly andou na contramão da arte do pós-guerra.
Decidiu se mudar para a Itália, onde viveu mais de 50 anos, quando o mundo da arte havia se transferido para Nova York, epicentro da escola do expressionismo abstrato pela qual se consagrou.
Quando grafiteiro, Jean-Michel Basquiat se inspirou em quadros de Twombly, sua obra se abriu à interpretação de uma nova geração que despontou nos anos 80.
Em 2004, integrou o ranking dos dez artistas vivos mais caros, publicado pela revista "ARTnews". No ano passado, tornou-se o terceiro artista contemporâneo a ter uma obra permanente no Museu do Louvre, em Paris, onde pintou o teto de uma galeria.
Em um artigo de 1994, Kirk Varnedoe achou necessário defender as marcas aparentemente aleatórias de Twombly e respingos de tinta contra as críticas de que "Isso são apenas rabiscos - meu filho poderia fazer isso".

"Pode-se dizer que qualquer criança poderia fazer um desenho como Twombly apenas no sentido de que qualquer tolo com um martelo poderia fragmentar esculturas como Rodin , ou qualquer pintor de casa poderia respingar tinta, assim como Pollock . Em nenhum desses casos seria verdade. Em cada caso, a arte não reside tanto na delicadeza da marca individual, mas na orquestração de um conjunto de "regras" pessoais anteriormente não codificadas sobre onde agir e onde não, quão longe ir e quando parar, em tais circunstâncias. de uma maneira como o namoro cumulativo do caos aparente define um tipo de ordem híbrido original, que por sua vez ilumina um sentido complexo da experiência humana que não é expressa ou deixada marginal na arte anterior."

Viver é Perigoso

PIB PER CAPITA - IBGE 2016


1 - Extrema 183.218,05
2 - Pouso Alegre 46.860,13
3 - Santa Rita do Sapucaí 38.950,04
4 - Poços de Caldas 37.094,87
5 - Cambuí 34.594,29
6 - Varginha 33.603,82
7 - Três Corações 28.221,35
8 - Itajubá 27.397,44
9 - São Lourenço 20.315,79
10 - Paraisópolis 19.968,68
11 - Ouro Fino 18.931,74
12 - Cristina 15.735,92
13 - Pedralva 13.073,61
14 - Brazópolis 11.641,34
15 - Piranguinho 11.429,06
16 - Delfim Moreira 10.774,38
17 - Maria da Fé 10.449,82
18 - Marmelópolis 9.888,58
19 - Wenceslau Braz 9.525,69
20 - São José do Alegre 9.335,69

Viver é Perigoso

CRISTIANIZAÇÃO NA POLÍTICA


Cristianização, na política brasileira, é a situação em que um candidato perde o apoio do seu partido, que passa a apoiar outro com mais chances de vitória numa eleição.

A palavra é derivada de Cristiano Machado, que se candidatou à presidência da república em 1950 pelo PSD. Ao longo da campanha, embora formalmente apoiado pelo partido, Cristiano viu-se abandonado pelos principais líderes, que passaram a defender a candidatura de Getúlio Vargas, do PTB, que acabou vencendo a eleição.

Viver é Perigoso

A HORA É A VEZ DA "ENGARRAFADORA DE VENTO"


Viver é Perigoso

VOLTANDO AS ORIGENS


Ouvido hoje no Supermercado Bretas, na Boa Vista, é claro, de um Senhor morador no Município de Wenceslau Braz, sobre a proposta do governo de juntar município com menos de 5.000 habitantes ao maior, mais próximo. No caso, juntar-se a Itajubá.

- De maneira nenhuma. Se mudei há 10 anos de Itajubá por causa do clima, como me acostumarei do novo ?

Viver é Perigoso      

terça-feira, 5 de novembro de 2019

GIL MAR ACUTAIA


Viver é Perigoso

FALOU E DISSE


"...Como disse um bom amigo, não há democracia sem justiça. E não há justiça se reina a impunidade. O STF pode consumar o maior golpe que a democracia brasileira poderia receber. A derrubada da condenação em segunda instância consagra a Justiça que privilegia os ricos e pune os pobres. Recursos infinitos custam dinheiro. Na prática compram a impunidade. A paciência da sociedade está no limite. A legítima revolta contra a corrupção, a delinquência e os privilégios não terminará. Continuará nas ruas. Tempos sombrios. Tempos perigosos.

A corrupção é, de longe, uma das piores chagas do organismo nacional. E a impunidade é a vitória das trevas. Ela mata o presente e sequestra o futuro. Esperemos, todos, que o Supremo Tribunal Federal, sobretudo seu presidente, ministro Dias Toffoli, não decida na contramão da cidadania. A prisão após o recurso em segundo grau pode mudar a cara do Brasil."

Carlos Alberto Di Franco

Viver é Perigoso

segunda-feira, 4 de novembro de 2019

MOMENTOS MÁGICOS



Viver é Perigoso

CAMPANHA ?


O Município de Itajubá torna público que fará realizar licitação, na modalidade de Pregão Presencial (117/2019).

Objeto: Registro de preço para contratação de empresa para filmagem, edição e finalização de vídeos do município de Itajubá - Secretaria da Comunicação.

A abertura das propostas será realizada na sede do Município de Itajubá no dia 19/11/2019 às 14 horas.  

Viver é Perigoso

QUINTA FEIRA NEGRA


Muito prazer. Meu nome é Trânsito em Julgado, mas pode me chamar de Impunidade.

Viver é Perigoso

MOÇA BONITA


Therezinha Rita Correa De Salles Dias, para todos nós, simplesmente Therezinha Rita. Uma Moça Bonita. E põe bonita nisso. Com certeza uma das Moças mais Bonitas da nossa geração em Itajubá. 

Viva, meiga e sempre um pouco além do seu tempo.

Mais uma pessoa que se vai na terrinha nos últimos dias. Até parece que o barco aqui se atracou com a missão de levar pessoas queridas.

Uma família importante na cidade. Gente bonita e amiga. Fui colega de primário do seu irmão Claret, que tomou o barco com muita antecedência. Sou amigo e colega da nossa Escola do outro irmão Inácio.

É a vida...

Viver é Perigoso 

SUPREMOS

Viver é Perigoso

domingo, 3 de novembro de 2019

ORADOR DE VELÓRIO


Um bom discurso de luto pode ter um caráter religioso, mas precisa ser discreto. Colocar-se no lugar dos parentes que acabaram de perder um ente querido é fundamental. O único pecado mortal da profissão é trocar o nome do falecido. 

O cemitério Memorial Parque da Cerejeiras, na zona sul de São Paulo, está trabalhando na formação de funcionários capazes de preparar esses discursos. Com uma tradição sólida em países como os Estados Unidos, a função de cerimonialista fúnebre ainda dá os seus primeiros passos no Brasil. Trata-se, claro, do profissional responsável por ler (e escrever) breves palavras sobre a vida de quem está partindo. Deu hoje no jornal.

No mercado, um orador fúnebre pode cobrar cachês que vão de R$ 150 a R$ 500. 

Faz-me lembrar de um conhecido político da terrinha. Tinha por gosto acompanhar todos os sepultamentos que aconteciam na cidade. Quando da hora de despedida no cemitério, não escapava; o nosso herói se aproximava, com uma mão esquerda sobre o caixão, a direita no peito e os olhos semi-cerrados, proferia um curto e emotivo discurso sobre a vida do falecido, segundo pesquisas feitas por um assessor. Foi ficando chato.

Numa tarde chuvosa, no sepultamento de um chefe de uma família correta, brava e de poucas palavras, da Boa Vista, é claro, um dos filhos do falecido, o primogênito, aproximou-se do sempre presente orador e cochichou no seu ouvido: 
- se você abrir o bico e disser uma palavra eu quebro a sua cara aqui mesmo. O político orador escapou de fininho e praticamente encerrou  a sua carreira, pois a conversa correu para as ruas.

É a vida...

Viver é Perigoso   

IDEOLOGIA SOBRE AS ONDAS


Deu na imprensa hoje que o Senador tucano, desde criancinha, Antonio Anastasia vai trocar o psdb pelo psd, do político sobrevivente paulista, Gilberto Kassab.

Como o competente e capaz Anastasia é reconhecidamente ligado ao deputado Aécio Neves, comenta-se que o mesmo, atacado dentro do partido pelo Dória e seus aliados, deva seguir o mesmo caminho.

No psd encontra-se o senador mineiro Carlos Viana, político que encaminhou a emenda destinando R$ 55 milhões para o término (ou avanço) da construção do aeroporto de Itajubá.

Também aguarda filiação no psd o pré-candidato à prefeitura municipal, Dr. Bob, que tem o apoio declarado do senador Viana. 

O que nós temos com isso ? Muito. Como as definições políticas na cidade acontencem em gabinetes de Belo Horizonte e às vezes até em Brasília, é só aguardar.

Acabaremos por ter uma dobradinha Dr. Bob / Christian ou Christian/Dr. Bob, encabeçando aquele que estiver melhor nas pesquisas. 
Isso explica a batalha para aparecer na internet com os tradicionais "sorrisinhos simpáticos". 

O que nos interessa, entre outros:
A posição do Christian sobre Pronto-Socorro da Santa Casa, aterro da várzea do Ribeirão Piranguçu e equipe da administração, todos já imaginam. É um moço leal.
Gostaríamos de conhecer a posição do Dr. Bob sobre os mesmos temas. O cenário ficaria mais claro.  

Viver é Perigoso 

INFIEL


"Vai ficar pouca gente. Nome não vou falar para especular. Vai sair três ou quatro nomes amanhã. Para amanhã vai ser difícil, mas vamos tentar. Vai ter mudanças drásticas".

Declarou o presidente do Corinthians, Andrés Sanches, após a fragorosa derrota para o Flamengo e a demissão do técnico Carille.

Blog: Simples. Para começar que tal ele, Sr. Sanches renunciar ao cargo e dedicar o seu tempo para explicar a construção do Itaquerão, as dívidas impagáveis com a CEF e a Odebrecht.

Viver é Perigoso

O GLOBO COM RAZÃO


Penso que a esquerda, a direita e o centro, de uma forma ou outra estão embirrados com a TV Globo, mais precisamente, com o noticiário dirigido e as posições emitidas pelos seus comentaristas. Eu faço parte, há séculos, dos embirrados.

Na  TV Globo assisti hoje (sem som) a corrida de Fórmula 1 (Hamilton campeão para variar) e ao ouvir foguetes (e foram tantos) mais um show do Flamengo goleando um paulista.

No jornal O Globo, li com atenção e total concordância o Editorial " Grave retrocesso que pode ser evitado". De forma clara, tranquila e forte, o jornal O Globo, trata da reunião da próxima quinta-feira do STF, quando será decidida a votação sobre a execução da pena após a condenação em segunda instância. Presume-se um empate de 5x5, ficando a decisão com o Sr. Toffoli. Segundo o jornal, o Sr. Toffoli já votou pela prisão em segunda instância, mudou de posição e tentaria uma solução "neia sola", nos termos do Sr. Marco Aurélio de Mello.

Continuando, a prisão em segunda instância não é uma jabuticaba jurídica, algo dos trópicos. Existe na maioria dos países, em especial naqueles em que o processo democrático está mais avançado. Exemplos de Canadá, Estados Unidos, Alemanha, França, Inglaterra, Portugal, Espanha e Argentina, entre outros. Em certos países, a depender do crime, a pena de prisão passa a ser cumprida logo na primeira instância.

Em tempo, a prisão em segunda instância, uma jurisprudência que vigorou de 1941 ate 2009, sem problemas.

O tema da segunda instância não tem nada a ver com a maioria dos brasileiros, os pobres. Estes não constituem advogados. A segunda instância interessa de perto a apenas 4.895 presos, entre eles condenados por roubo do dinheiro público etc. Têm enorme poder de influência.

E tem mais, no STF por exemplo, em 25.707 recursos extraordinários, apenas em 1, 12% deles houve decisão favorável aos réus e só em 0,035% ocorreu absolvição. Portanto, não se confirma que a prisão em instâncias inferiores resulta num massivo desrespeito a direitos.

O julgamento de quinta-feira dá chance ao STF de ser sensato e não permitir recuos que danifiquem a confiança que a sociedade voltou a ter nas instituições com o enfrentamento da alta corrupção. Sem ferir a Constituição.

Blog: Discordamos da colocação "confiança que a sociedade voltou a ter nas instituições". O alento do combate à corrupção veio tão somente através da ação dos Juízes Moro, Bretas e outros heróis. Penso que a sociedade, em sua grande maioria, não tem confiança nos grandes tribunais.     

Viver é Perigoso

PORQUE HOJE É DOMINGO



Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu.

Eclesiaste 3:1

Viver é Perigoso

PLIM PLIM


Viver é Perigoso

sábado, 2 de novembro de 2019

FOTOGRAFIA DO MUNICÍPIO


Divulgado ontem pela Federação das Indústria do Rio de Janeiro - FIRJAN o esperado levantamento IFGF - Índice Firjan de Gestão Fiscal 2019, que mapeia saúde financeira de municípios brasileiros.

O Índice é composto de quatro indicadores:
IFGF Autonomia, IFGF Gastos com Pessoal, IFGF Liquidez e IFGF Investimentos.

O estudo avaliou o desempenho econômico de 5.337 cidades brasileiras. A conclusão é que 73,9% desses municípios estão em situação fiscal difícil ou crítica. São 3.944 cidades nesta condição, incluindo nove capitais: Florianópolis, Maceió, Porto Velho, Belém, Campo Grande, Natal, Cuiabá, Rio de Janeiro e São Luís.

Os principais problemas identificados no Índice Firjan de Gestão Fiscal (IFGF) 2019, que tem como base os dados fiscais oficiais de 2018:

A falta de condições de financiar a estrutura administrativa com recursos da economia local; 
A elevada rigidez do orçamento das prefeituras, sobretudo, com gastos com pessoal; 
As dificuldades para o cumprimento das obrigações financeiras e de gerar bem-estar 
Competitividade por meio de investimentos.

Resumindo, considerando Excelência (superior a 0,8 pontos). 

Itajubá 0,6813 - 765ª posição nacional e 53ª posição estadual.

Para comparar:

Pouso Alegre - 0,8359 pontos -129ª posição nacional e 8ª posição estadual.

Extrema - 0,9631 pontos - 8ª posição nacional e 1ª posição estadual.

Santa Rita do Sapucaí - 0,6528 pontos - 972ª posição nacional e 68ª estadual.

Claro que a moçada da Administração Municipal, das entidades de classe e dos cursos superiores, irão debruçar sobre o estudo constante do site www.firjan.com.br

Vive é Perigoso