sexta-feira, 4 de outubro de 2019

LARANJAS MINAS


Todos conhecem e apreciam Laranjas Bahia. Agora, Laranjas Minas ...

A Polícia Federal indiciou o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antonio, pela articulação de candidaturas laranjas do PSL em Minas Gerais. Em relatório enviado ao Ministério Público, a corporação aponta que Marcelo é o líder do esquema criado para viabilizar candidaturas femininas de fachada para desviar recursos públicos.

No documento, os investigadores acusam o ministro pelos crimes de falsidade ideológica eleitoral, apropriação indébita e associação criminosa. Essas ilegalidades tem penas previstas de seis, cinco e três anos respectivamente.

Além do ministro Marcelo Álvaro Antônio, outras 10 pessoas foram indiciadas pela PF pelo caso das candidaturas-laranjas no PSL de Minas Gerais:

Irineu Inácio da Silva, Lilian Bernardino, Debora Gomes, Camila Fernandes, Naftali Tamar, 
Marcelo Raid Soares, Reginaldo Donizeti Soares, Roberto Silva Soares, Haissander de Paula e Mateus Von Rondon

Blog: Não escapa ninguém.

Viver é Perigoso

5 comentários:

Anônimo disse...

Esse ministro e o que garantiu o psl para santi. ..xi....

Anônimo disse...

Esse ministro e o que garantio o psl para santi. ..xi....

Anônimo disse...

O que diria o então deputado Bolsonaro se tal fato acontecesse com um ministro dos governos do PT? E aquele pessoal dos movimentos de rua? o MBL? Na política trocamos e quase nada muda.Estamos devidamente lascados! Pedro Paulo

Anônimo disse...

A única que importa é que tiramos o pete.

Anônimo disse...

A politica esta uma vergonha ...a justiça mais ainda