quarta-feira, 23 de outubro de 2019

ENQUANTO ISSO...


A Vale confirmou o repasse de R$ 100 milhões para mais uma fase de ampliação do campus de Itabira, da Universidade Federal de Itajubá (Unifei).

O protocolo de intenção foi assinado entre a mineradora, a prefeitura e a instituição de ensino durante o primeiro dia do Fórum Itabira Sustentável – Educação e Inovação como caminho para a diversificação econômica, que vai até esta quarta-feira.

Os recursos garantirão a construção de três novos prédios da universidade, o que vai permitir ampliar a ofertas de cursos e, consequentemente, o número de alunos, induzindo o desenvolvimento tecnológico da região. De acordo com o prefeito, Ronaldo Magalhães, a expectativa é de que o projeto seja concluído em quatro anos.

Em comunicado à imprensa, a Vale completou que a iniciativa visa transformar o município em um polo de educação e inovação referência no Estado e que essa iniciativa contribuirá também para reduzir a dependência econômica do município com a mineração. 

O investimento nessas áreas é resultado de uma série de discussões e estudos do Grupo de Trabalho (GT), liderado pela Prefeitura de Itabira, para buscar alternativas de diversificação econômica.

Ainda conforme a mineradora, os valores serão repassados de forma gradual de acordo com cronograma de etapas que está sendo estruturado. O montante vai viabilizar a construção dos três prédios da Unifei, com salas de aula e laboratórios. 

Também foi assinado outro protocolo de intenção direcionado para o fomento dos programas de educação definidos pelo Hub de Educação e Tecnologia de Itabira. “A forma de implementação do recurso aos projetos educacionais está sendo discutida”, afirmou a empresa em nota.

Projeto – De acordo com estudos da própria Unifei, a ampliação da universidade, com a construção de três novos prédios, aumentaria a oferta de cursos duplicaria as vagas na graduação. O número de alunos saltaria de 2.250 para mais de 4 mil.

A expectativa é que em 2028 a universidade tenha 10 mil alunos, o que representaria um acréscimo de R$ 260 milhões anuais à economia da cidade. Atualmente, a Unifei possui 145 professores e 84 servidores técnico-administrativos distribuídos em nove cursos de graduação e cinco programas de pós-graduação.

Segundo a Vale, desde a implantação da Unifei em Itabira, a mineradora já destinou R$ 42 milhões para os laboratórios da instituição, buscando ainda fomentar programas e projetos relacionados à educação. 

Foram convênios assinados entre os anos de 2008 e 2012 para implantação dos laboratórios dos nove cursos de graduação em engenharia. A ampliação da parceria com Prefeitura e universidade vai aumentar a colaboração entre as partes e, consequentemente, a diversificação econômica do município.

Diário do Comércio

Viver é Perigoso

Nenhum comentário: