quinta-feira, 24 de outubro de 2019

ENORME VALOR SIMBÓLICO


O Valle de Los Caídos (em português: "Vale dos Caídos") ou Abadia de Santa Cruz do Vale dos Caídos é um memorial construído em 1940 por ordem do general e ditador espanhol Francisco Franco erguido entre 1940 e 1958, a cerca de 40 km de Madrid, no município de San Lorenzo de El Escorial, em memória dos nacionalistas mortos na Guerra Civil Espanhola.

O monumento tem a forma de uma grande basílica escavada em um monte rochoso, exibindo uma cruz em sua parte superior. É possível ter acesso à base da cruz, de 150 metros de altura, por meio de um teleférico.

O ditador espanhol Francisco Franco, que, apesar de não ser uma vítima da Guerra Civil, estava enterrado, até o dia de hoje, no Valle juntamente com outros 33 872 combatentes nacionalistas da Guerra Civil.

Oitenta anos depois do final da Guerra Civil, o Vale dos Caídos deixou de ser nesta quinta-feira, um monumento, um mausoléu de Estado para um ditador.

O ditador Francisco Franco foi exumado nesta quinta-feira (24) de seu mausoléu para ser enterrado no discreto de El Pardo-Mingorrubio, ao norte de Madri.

A exumação começou às 10h30 de uma manhã gelada (seis graus). O traslado dos restos de Francisco Franco, avalizado pelos três poderes do Estado, acontece exatamente há 43 anos, 11 meses e dois dias, após a ditadura ter se despedido dele com honras.

O General Franco, dirigiu a Espanha com mão de ferro entre 1939 e 1975 após sua vitória na Guerra Civil (1936-1939). Foram entre 200.000 e 400.000 os mortos pela repressão franquista. 

A retirada de seus restos mortais do espaço em que tentou se imortalizar tem um valor simbólico incalculável para a Espanha.

O General Franco, dirigiu a Espanha com mão de ferro entre 1939 e 1975 após sua vitória na Guerra Civil (1936-1939).

Viver é Perigoso

Nenhum comentário: