sexta-feira, 27 de setembro de 2019

PÔ, JANNOT !!!

Rodrigo Janot, que está escrevendo um livro sobre sua gestão como PGR, disse ao Estadão que foi armado ao Supremo para matar o ministro Gilmar Mendes.

“Não ia ser ameaça, não. Ia ser assassinato mesmo. Ia matar ele e depois me suicidar.”

O ex-PGR explica que saiu do sério quando Gilmar espalhou uma história mentirosa envolvendo sua filha.

“Foi logo depois que eu apresentei a sessão (…) de suspeição dele no caso do Eike. Aí ele inventou uma história que a minha filha advogava na parte penal para uma empresa da Lava Jato. Minha filha nunca advogou na área penal… e aí eu saí do sério.”

O Antagonista

Viver é Perigoso

Nenhum comentário: