quarta-feira, 28 de agosto de 2019

SOBRE A NOSSA SANTA CASA DE MISERICÓRDIA


Minhas impressões sobre a CPI dos Prontos Socorros

Angela Collares

1 – O relatório da CPI dos Pronto Socorros foi escrito por pessoas tendenciosas, apontou irregularidades tanto no PS do Hospital de Clínicas, quanto no PS da Santa Casa; O relator foi espetaculoso no que se referia às eventuais irregularidades da Santa Casa e, em contrapartida, escamoteou as possíveis irregularidades do Hospital de Clínicas;

2 – Percebeu-se, nitidamente, a parcialidade da comissão e de seu relator; 

3 – Vereador Ricardo Zambrana, sempre com muita classe, apontou problemas no PS do HC, o qual o relator fez questão de mencionar “en passant”; 

4 – Vereador Jorjão, na simplicidade de sua fala, mandou bem, apesar de ter sido interrompido várias vezes pelo vereador Melo, que me pareceu estar ali só para tumultuar;

5 – Quem roubou a cena, falou com propriedade e coragem, foi o Vereador Cleber David. Ressaltou o cuidado que a Casa e seus componentes deveriam ter ao se referirem a uma Instituição de Saúde Centenária. Enquadrou, exemplarmente, o Vereador Ten. Melo, que estava em uma noite de postura desastrosa, extremamente deselegante, eu diria até agressiva e inadequada para o cargo que ocupa. Apesar, de Melo ser segundo suplente e só estar na Câmara através de uma manobra política, no mínimo dúbia, não justifica tanto despreparo. Ele conseguiu desagradar gregos e troianos. 

Minhas conclusões: Ficou patente o esforço da CPI, de seus Membros, de seu relator Vereador Renato Morais e de Melo em desmoralizar a Santa Casa e sua Superintendente e assim, darem ao prefeito um argumento para usar quando cobrado sobre o fechamento do Pronto Socorro da Santa Casa, acarretando problemas para à população da cidade e região. E mais, nunca imaginaram que a Santa Casa, que nada tem a temer, saísse na frente e mandasse “uma cartinha”, como de forma debochada o Vereador Ten. Melo se referiu ao oficio enviado pelo provedor da Santa Casa, a todos os edis, publicado nas redes sociais e jornal da cidade, pedindo que o relatório da CPI fosse enviado para o Ministério Público, imediatamente, para apuração real dos fatos, de forma isenta e oficial. É como eu sempre digo, não é um sopro que derrubará a fortaleza que é a nossa briosa e Centenária Santa Casa de Misericórdia de Itajubá.

Blog: Estamos lascados.

Viver é Perigoso

Nenhum comentário: