domingo, 25 de agosto de 2019

OS VIGARISTAS


Editorial o jornal "O Globo"

Manobra na Câmara objetiva mudar a lei para inibir a delação premiada

Esquerda quer alterar legislação que permitiu investigar corrupção pluripartidária na era petista

Partidos flagrados em corrupção na última década e meia estão envolvidos em mais uma manobra contra o sistema de administração de Justiça. A iniciativa é do PT, com apoio do PCdoB e outros. Pretendem, agora, mudar a legislação sobre delação premiada.

Desde 2014, têm sido recorrentes no Congresso os esforços não apenas para inibir inquéritos sobre corrupção como até para punir investigadores, procuradores e juízes. Chegou-se ao absurdo de se tentar aprovar numa madrugada na Câmara, há três anos, uma proposta de anistia. O então deputado Miro Teixeira impediu a votação de um projeto cujo texto não existia.

Há dias aprovou-se uma lei do abuso de autoridade com excesso de subjetivismos. Disseminou insegurança entre juízes, procuradores e policiais. O PT agora quer descaraterizar a lei que permitiu o avanço das investigações sobre a corrupção pluripartidária durante a era petista.

Retirada do arquivo sob o argumento de que é preciso “impor limites”, proíbe acordos de delação com réus presos, atropelando o direito de defesa, e impõe sigilo aos inquéritos sobre corrupção.

Vai ser difícil ao PT e associados convencerem a sociedade brasileira de que essa iniciativa não se resume a novo ato de vingança legislativa dos atingidos pela Lava-Jato.

Viver é Perigoso

Nenhum comentário: