sábado, 8 de junho de 2019

CONVERSA PARA BOI DORMIR


Pelo jeito de atuar do Sr. Prefeito nos últimos anos, esse desgastado assunto do aterro da várzea do Ribeirão Piranguçu, ajeitado estrategicamente no pacote do Plano Diretor, é assunto decidido.

Se a empresa Mahle, certamente afetada com a comprovada possibilidade de enchentes, ser levada a adotar um posicionamento defensivo drástico, para a atual Prefeito será apenas um detalhe circunstancial. Empresas vão e vêm.

O importante são compromissos firmados. Não necessariamente com empresários de além mar, loucos e com mania de fabricar peças e proporcionar empregos, mas sim, com aqueles do churrasquinho, cervejinhas e refrigerantes do dia a dia. Como diz o guru Neymar, "parças". 

Mas claro, que algum desgaste fica. Não para os vereadores que defendem diretamente o aterro (Molina, Melo, Bananeiro e Renato Moraes). Estão lá para isso e ponto.

As consciências  de alguns Secretários Municipais, sérios, corretos e com decisões calcadas nos aspectos técnicos devem pesar e incomodar. Mas...fazer o quê ?

Tentar argumentar, entre outras divagações, que a área a ser aterrada é importante para a construção de galpões para possíveis industrias que pretendem se instalar na cidade é conversa para boi dormir. 

Entendam: Nas vésperas das últimas eleições, um tremendo oba-oba foi feito pelo Prefeito, Secretários e até com a presença do Sr. Bilaquinho Pinto, para anunciar a instalação da empresa americana Siva Power no município.

Contestando a necessidade do aterro "fundamental para a vinda de novas empresas", o Vereador Independente, Marcelo Krauss apresentou uma planilha DA PRÓPRIA PREFEITURA MUNICIPAL, relacionando diversas áreas disponíveis e reservadas para esse fim.

Chama atenção o item 4:

Terreno Matrícula 4.751 
Tamanho 331.194,00 m2
Bairro Ponte Alta Distrito Industrial IV - Rod. BR 459 - Itajubá/Poços de Caldas, km 5
Projeto de parcelamento de área pronto, com área prevista para SIVA POWER fase 1 e fase 2

Nada mais foi falado sobre a Siva Power. Há tempos, o noticiário deu conta que a empresa estava estudando a possibilidade de se instalar em Joinville - SC. Não se sabe.

Imagina-se que se aconteceu a desistência de implantação da Siva Power na cidade a enorme área de 331.194,00 m2 esteja disponível. Ou então, estariam trabalhando desde a época do anúncio feito na terraplanagem. É claro, pelo tempo demorado, com enxadas.

Viver é Perigoso 

7 comentários:

Anônimo disse...

Senhor Zelador não estou entendendo!
A área total a ser aterrada não é uma propriedade particular? Alias tem até um vídeo, do prefeito chico, circulando nas redes, onde ele relata um imbróglio referente aos compradores (vendedores) da área.
Sendo aprovada (vai ser!!) a autorização para o aterro, certamente quem vai aterrar serão os proprietários. Serão?
Aí está minha dúvida, o que isto tem a ver com atração de novas empresas? Estas empresas irão comprar lotes dessa área, a peso de ouro, sendo que inúmeras cidades oferecem áreas gratuitas e até galpões já construídos?

Anônimo disse...

O amigo aí de cima 19:51 acertou em cheio. Desculpa esfarrapada essa de atração de novas empresas.

Edson Riera disse...

Galpões -

Falou e disse. Vai virar um post

Grato

Zelador

Anônimo disse...

Se você fosse empresário escolheria qual área para possível instalação? Um brejo aterrado sujeito a inundações, ou uma área alta com terreno estável de fácil construção e acesso?

Anônimo disse...

Caros,

Prosopopeia flácida para acalentar bovinos (Conversa mole pra boi dormir) ou
Colóquio sonolento para gado bovino repousar (História pra boi dormir).
Já sabemos o desfecho, se tem algo certo é a falacia das novas empresas, coisa que temos ouvido desde o inicio da atual administração e só vimos o contrário.

Oremos , e muito!

Luciano

Anônimo disse...

Luciano tem razão, só nos resta dobrar os joelhos e orar, e muito.

Anônimo disse...

Zelador, se não terminar logo o mandato deste prefeito Itajubá é que vai encerrar suas atividades, e não a Mahle. Em seis anos e cinco meses como prefeito nenhuma empresa quis se instalar em Itajubá, tem aquelas que resolveram tirar o time e tem as obras paralisadas. Se eu esquecer de alguma você me lembra:- Siva Power, Siemens, PKC (AFL), Frivasa, Artigos Religiosos Wilma, Higident balançando, Laboratório de Testes de Alta Tensão do Senai, Aeroporto, Mahle encerra parceria com Santa Casa, Pronto Socorro da Santa Casa fecha as portas. E o cara ainda quer briga com a Mahle. Estamos lascados. Acho que não chegaremos inteiros até 31/12/2020. É a vida em Itajubá desde 01/01/2013.