sábado, 11 de maio de 2019

DE LONGE É DIFERENTE


Corre pela internet uma, bem feita, explanação pelo Sr. Vereador e Professor da Unifei, Carlos Molina. Fiel aliado do Prefeito Municipal.

Interessante a demonstração feita pelo Professor Molina, que a "pancada" do Ministério da Educação e claro, do Governo Bolsonaro, não seria tão catastrófica como o pessoal envolvido, de uma forma ou de outra, tem pregado aos quatro cantos. Longe de ser um capricho "fascista", embora lamentável, trata-se de uma necessidade governamental, inclusive, tendo ocorrido em governos recentes (diga-se - Dilma). 

A explanação do Professor Molina é um sucesso na internet. Dificilmente, face as discussões que envolvem a questão, o Senhor Prefeito não tenha a mesma opinião, ou vice-versa. 

Lembrando que estudo recente mostrou uma participação de cerca de R$ 200 milhões/ano da Unifei na economia municipal. Imagine-se o baque que proporcionaria qualquer corte no orçamento. 

Embora se tratando de questão absolutamente técnica, a opinião do Senhor Reitor Dagoberto, na nossa Escola, publicada oficialmente, não é a mesma do Professor Molina.

Tenho a impressão que o Professor Molina ocupou o cargo de Vereador, para o qual foi legitimamente eleito, sob olhares enviesados da Diretoria da Unifei. Acúmulo de cargos, etc, etc, que parece que se chegou até as raias de manifestações jurídicas. Caso já resolvido. Ficam cicatrizes. 

Por outro lado, através do trabalho apaziguador/esclarecedor do Secretário de Ciência & Tecnologia, Fernando Bissacot, a aproximação do Prefeito Municipal com o Reitor chamou, positivamente, a atenção de todos. Culminou com a viagem em conjunto até a Califórnia, quando tiveram oportunidade de uma maior aproximação.
São parceiros na importante, porém silenciosa, Inovai.

Parece conversa fiada mas não é. Na terrinha, conversa-se muito entre paredes e de forma terrível, as consequência acabam por prejudicar todo o mundo.

Uma boa oportunidade para se (re)unirem e descer a lenha nos observadores preocupados.

Viver é Perigoso

4 comentários:

Anônimo disse...

Noves fora os atritos anteriores, as escolhas políticas, etc. o valor da parte contingenciada é expressivo e representa mais de 30%. O resto é bla´blá de político e não de técnico. Onde foi cortado? No custeio? Qual a % do corte? Sobre qual montante ele foi feito? Sei que o vereador situacionista por conveniência lê o blog. Então responda.

Marco Antonio Gonçalves disse...

Zelador,

quem acompanha o dia a dia da câmara, como eu, por força do ofício, acompanho, sabe o tipo de trabalho que este vereador faz. Embora seja dos mais inteligentes na atual legislatura, é subserviente ao extremo, dissimulado e age apenas por interesses próprios. Não conheço o "Carlão", professor da Unifei e eleito com o voto dos membros da Igreja Presbiteriana da Avenida, falo apenas do vereador.
O vídeo com suas explicações sobre os cortes na educação é desonestidade intelectual. Ele sabe que o corte foi de mais de 30% nas verbas discricionárias (que é o que interessa para o dia a dia das universidades). Ele não é bem quisto na Unifei. A universidade negou a Molina a possibilidade do acúmulo dos cargos e ele somente conseguiu isso por força de uma liminar concedida em mandado de segurança.
Na verdade, o vídeo dele é, assim como o projeto Escola Sem Partido, para conquistar as hostes bolsonaristas de Itajubá, que é imensa. ele comprou briga com a comunidade acadêmica, mas essa não é a sua base.Para ele pouco importa. Ele apenas jogou politicamente para a sua base e conseguiu. Os assuntos municipais ficam de lado.

Abraços

Edson Riera disse...

Caro Marco Antonio

O Molina tem desagradado inclusive a sua base eleitoral. O seu atrelamento ao Prefeito, que culminou com a jogada de montagem das Comissões da Câmara.

Ficaria de bom tamanho que o Vereador detalhasse o seu pronunciamento .

Fica sempre a imagem de um porta-voz do Executivo, no caso, batendo de frente com aquela que teria que ser a maior parceira do município, a nossa Escola.

Também...depois que o Chefe colocou o Bilaquinho no mesmo patamar do Dr. Theodomiro...

Abraço

Zelador

Edson Riera disse...

Caro Marco Antonio

O Molina tem desagradado inclusive a sua base eleitoral. O seu atrelamento ao Prefeito, que culminou com a jogada de montagem das Comissões da Câmara.

Ficaria de bom tamanho que o Vereador detalhasse o seu pronunciamento .

Fica sempre a imagem de um porta-voz do Executivo, no caso, batendo de frente com aquela que teria que ser a maior parceira do município, a nossa Escola.

Também...depois que o Chefe colocou o Bilaquinho no mesmo patamar do Dr. Theodomiro...

Abraço

Zelador