quarta-feira, 17 de abril de 2019

É A VIDA...


Mais um caso para o currículo da Odebrecht, que a cada dia se firma na história como a empresa mais corruptora do planeta.

O ex-presidente do Peru Alan García, de 69 anos, atirou em si mesmo logo depois de receber ordem de prisão da polícia, que foi a sua casa para detê--lo na manhã de hoje. 

García foi alvo de um pedido de prisão temporária, por dez dias. Ele é investigado por supostamente ter recebido propina da construtora brasileira Odebrecht. 

Informações da imprensa dão conta, que a polícia chegou à casa dele, em Lima, às 6h25, com uma ordem para entrar na residência. Após entrarem, os agentes o avisaram da ordem de prisão. García então pediu para subir até seu quarto para falar com seus advogados. Em seguida, os guardas ouviram o disparo, encontraram-no ferido e o levaram para o hospital. O advogado do político, confirmou que García decidiu disparar contra si mesmo. García teria atirado contra a própria cabeça.

Desespero, vergonha, medo da prisão ou uma soma de tudo isso.

Triste e lamentável sob todos os aspectos.   

Viver é Perigoso

Um comentário:

Anônimo disse...

Ex-presidente com vergonha na cara:Recebe voz de prisão e toma um tiro na cara
Já outros tomam um porre.