quinta-feira, 11 de abril de 2019

E O VENTO LEVOU


Não se trata do inesquecível filme e sim da Operação "E o vento levou" desfechada hoje pela Polícia Federal. Trata-se da quarta fase da Operação Descarte.

Para variar o filme, ou melhor, a Operação, se passa em Minas Gerais, tendo como cenário a Cemig e como protagonistas, o Sr. Djalma Morais, ex-presidente da empresa, o Sr. Oswaldo Borges, que presidiu a Codemig, e o empresário Sr. Flávio Jacques Carneiro. 

As investigações tiveram base nas revelações de três delatores: O diretor da empresa Casa dos Ventos Energias Renováveis, Clécio Antônio Campodônio Eloy, o ex-diretor-jurídico da Renova Energia Ricardo Assaf e o operador financeiro Francisco Vila.

Citado suposto desvio de R$ 40 milhões da Companhia Energética de Minas (Cemig).

Quase todo o enredo gira em torno da pessoa de Aécio Neves.

É a vida...

Viver é Perigoso

Um comentário:

Anônimo disse...

E agora José??
Seu herói e é do seu PMDB.
O velho e cansado coração vai aguentar?
kikikikiki