quarta-feira, 6 de março de 2019

NÃO ASSISTI E NÃO GOSTEI


Não assisti um trecho, o mínimo que fosse, sobre o carnaval. Não escutei sobre músicas, ou melhor, ruídos, não li nada sobre assunto nas redes sociais. Observei nas manchetes que a Mancha Verde e Mangueira foram destaques. Só.

Tornou-se uma festa não popular, comercial ao extremo, túmulo dos sambas e palco de coisas sem nexo. Tentativas de exploração de ideologias falidas.

Dias de prejuízo de todas as espécies para o País, inclusive de imagem.

É o que restou e ano que vem tem demais. 

Viver é Perigoso

Um comentário:

Anônimo disse...

Carnaval não existe mais, há muito tempo.
Hoje a comercialização, sexualização, banalização e as porcarias de musicas fizeram esta festa se transformar num feriado musical de baixo gosto.

Quando o axé, pagode, sertanejo e afins dominaram esse espaço tudo acabou.