domingo, 31 de março de 2019

A REDENTORA


Alguém disse depois da Revolução de 1964 (Sempre mantive a frase impressa num recorte de jornal colada em minha pasta/caderno na nosso Escola). 
Não me lembro se do Millor ou do Nelson Rodrigues (mais próxima do Millor). O puxa-saquismo entre políticos, artistas e a imprensa em geral era exagerado: 

"Essa revolução tem tantos donos que a gente fica sem saber contra quem ela foi feita. "

Mais adiante, depois do AI-5, foi escrito, desta vez creio que pelo Millor:

"Essa revolução tem  tantos danos que a gente fica sem saber por quem foi feita."

É a vida...e seus momentos.

Viver é Perigoso

FALOU E DISSE


"A linguagem política destina-se a fazer com que a mentira soe como verdade, e o crime se torne respeitável, bem como a imprimir ao vento uma aparência de solidez."

George Orwell

Viver é Perigoso

sábado, 30 de março de 2019

SITUAÇÃO INSUSTENTÁVEL


Segundo dados divulgados, na manhã de ontem pelo IBGE),13,1 milhões de pessoas estão à procura de vaga no mercado de trabalho.

A taxa de desemprego subiu para 12,4% no trimestre encerrado em fevereiro no Brasil. 

Quase 900 mil pessoas entraram neste grupo de desocupados.

Além disso, o IBGE mostra que falta emprego para 27,9 milhões, que é o maior número desde o início da série histórica, iniciada em 2012. Estas pessoas fazem parte da subutilização, cuja taxa está em 24,6% no trimestre encerrado em fevereiro.

Já ouvi uma das "otoridades" da terrinha tentar se desculpar sobre o deserto de empregos que assola a cidade nos últimos 6 anos:

 - Tá vendo ! não é só nóis não !

Claro que não. Aliás, a Administração tem contribuído e dado sua expressiva parcela de contribuição para engrossar os tristes índices divulgados pelo IBGE. 

O certo seria que os "assessores" declarassem na internet:

- Estamos felizes e orgulhosos. A nossa parte para para aumentar o número estamos fazendo. E mais, propiciamos aos nossos desempregados e subempregados, opções de distração jamais vistas. E para não se acostumarem com despreocupações, reduzimos as condições de atendimento médico, fechando o pronto-socorro da Santa Casa. 
Um pouco de preocupação mantém o cérebro atento. 

Viver é Perigoso
  

A HISTÓRIA SE REPETE


Acontece nas melhores famílias. O cabeça toma o barco e os negócios racham. No caso, o cabeça era o irmão mais velho, Octávio Frias Filho, que partiu, bem antes do combinado, em agosto do ano passado.

A irmã do meio, a jornalista Maria Cristina Frias, assumiu o comando da redação da Folha de São Paulo e vinha tocando. Esta semana, foi destituída do comando da redação da Folha de S.Paulo, sendo substituída pelo, também jornalista, Sérgio Dávila.



A jornalista ressalta que foi "abrupta e injustificadamente destituída de todas as suas funções no Grupo Folha" por ser contrária à reorganização e defender os interesses financeiros e independência da Folha da Manhã, razão social da Folha de S.Paulo.

Judicialmente, ela quer acesso aos livros de registros do Grupo Folha, dono do jornal. Em petição enviada à Justiça, ela diz ter tido sonegado seu direito de informações a respeito dos negócios da empresa de que é acionista.



Na petição, Maria Cristina diz que não tem acesso aos livros das empresas desde 2004, e só teve um dia para analisar um complicado plano de reestruturação promovido por Luiz. Para ela, esse plano vai prejudicar o jornal em detrimento do UOL e do PagSeguro, deixando o jornal deficitário.

Afirma, ainda, que a reorganização societária de seu irmão não atenderia aos interesses do grupo, já que teria como consequência o "abandono" da Folha da Manhã. Se aprovada, diz, a mudança colocaria em risco a saúde financeira da publicação "impondo novos e ainda mais profundos cortes de custos e de pessoal, sem qualquer perspectiva de retorno sobre o capital que investiu anos a fio na sua controlada Folhapar, proprietária da UOL e da PagSeguro".

Luiz Frias, seu irmão mais novo, e Fernanda Diamant, viúva de Otávio Frias Filho, que comandou o jornal até sua morte, em agosto 2018, têm os outros dois terços das ações ordinárias do Grupo Folha. Mas Luiz tem cerca de dois terços da Folhapar, que é dona do UOL e do PagSeguro. Controla, portanto, a maior parte das fontes de renda da empresa. 
A médica Maria Helena Camargo Toledo Piza, filha mais velha de Octavio, também tem ações da holding familiar.

Viver é Perigoso

FALOU E DISSE


"Para mim não existem acasos, coincidências ou o que se chama agora simultaneidade. A vida traça pontos e, quando percebemos, eles estão ligados."

Ignácio de Loyola Brandão

Viver é Perigoso

NÃO ESCAPA UM !

CONSPIRAÇÃO:

OAB, UNE, CNBB e centrais sindicais vão "DEFENDER O STF". Na semana que vem, esses satélites do PT vão publicar um manifesto condenando “ataques autoritários e truculentos contra o guardião da Constituição” e “discursos que pregam o ódio e a violência”, segundo a Folha de S. Paulo. O motivo é evidente: a petezada está preparando o terreno para a soltura de Lula. OAB, UNE, CNBB e centrais sindicais querem blindar o STF contra o resto da sociedade, que vai reagir furiosamente à manobra para tirar da cadeia o chefe da maior organização criminosa da história deste país. 

(O Antagonista)

Viver é Perigoso

sexta-feira, 29 de março de 2019

CANTINHO DA SALA

Elaine de Kooning
Viver é Perigoso

REGIÃO INTRIGANTE DO PLANETA


Assunto muito lembrado, quando das competições esportivas mundiais, como Copa do Mundo e Olimpíadas.

Os Bálcãs - O termo deriva da palavra turca para montanha e faz referência à Cordilheira dos Balcãs, que se estende do leste da Sérvia até ao Mar Negro.

Região de muitas mudanças geográficas na história. Conflito de etnias e cenário de muitas guerras e pendências existentes até hoje.

Os seguintes países compõem hoje a região:

Da antiga Iugoslávia, formaram-se a Eslovênia, Croácia, Bósnia e Herzegovina, Montenegro, Macedônia, Sérvia e mais recentemente, Kosovo que se declarou independente da Sérvia e mais, Bulgária, Romênia, Albânia e Grécia.

Parte da Turquia na Europa também faz parte dos Balcãs.

Exceto pela Turquia e Grécia, todos os países, após a 2ª Guerra Mundial eram comunistas e viviam ligados a Moscou. 

Em 1948, sob a liderança do Marechal Tito, a Iugoslávia se afastou de Moscou e se aproximou mais dos outros países com orientação política diferente. Aconteceu o mesmo com a Albânia, que se aproximou da China.

Curiosidades que acompanham a gente.

Viver é Perigoso

MAIS UM SAI E VOLTA ?


PORTARIA Nº: 239/2019

CHRISTIAN GONÇALVES TIBURZIO E SILVA, Prefeito Municipal de Itajubá em Exercício, Estado de Minas Gerais, usando das atribuições que lhe são conferidas por Lei, RESOLVE: 

Art. 1º - Exonerar, o Sr. RENAN LONGUINHO DA CUNHA MATTOS, do cargo de Procurador Geral do Município do PROJU – Procuradoria Jurídica, em Comissão de Recrutamento Amplo, de conformidade com a Lei Complementar nº 067/2011, referendada pela Lei Orgânica Municipal em seu Artigo 81, item II e CF em seu artigo 37 – inciso II. 

Art.2º - Fica o DRH, autorizado ao levantamento e pagamento de verbas rescisórias se houver. 

Art.3º - Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação, com seus efeitos a contar de 31/03/2019.

Itajubá, 28 de março de 2019

Relembrando:

Deu no Viver é Perigoso de 01/8/2018

A Portaria nº 478/2018 de 13/07/2018, informou do pedido de exoneração (concedida) do Procurador Geral do Município, Sr. Renan Longuinho da Cunha. 

A Portaria nº 511/2018 de 30/7/2018, comunica a nomeação do Sr. Renan Longuinho da Cunha Mattos para ocupar o cargo de Procurador Geral do Município.

De Itajubá, é claro

Ninguém é de ferro.

Viver é Perigoso

Viver é Perigoso

CAMBADA


Os 160 deputados e 38 senadores de vários partidos — um terço do Congresso, indiciados por corrupção, lavagem de dinheiro, assédio sexual, estelionato, ou réus por improbidade administrativa ou enriquecimento ilícito — formam a bancada ameaçada, unida contra a Lava-Jato.

Nelson Motta

Viver é Perigoso

AINDA SOBRE 0 SNI - SERVIÇO NACIONAL DE INFORMAÇÕES


"Nada é mais precioso do que independência e liberdade."

Ho Chi Min

O vietnamita Ho Chi Minh foi um dos meus heróis de adolescência e juventude. Tio Ho, como todos o tratavam foi o grande líder que, com o General Giap, venceu os franceses, conseguindo a independência do seu país.

No início de 1967, com 19 anos e recém saído do exército (com muitos elogios), consegui e fixei na parede do apartamentozinho construído pelo pai ao lado de minha casa, onde passei a morar, o poster acima, ganho de não me lembro de quem.

Pois bem, não é segredo para ninguém que o SNI atuou forte em Itajubá no período , digamos assim, revolucionário. Muitos estudantes atuantes. Hoje, passados os anos, os mais antigos já identificaram os cidadãos "comuns" que colaboraram na terrinha com o regime. 

Citado por alguém, fui chamado para uma audiência para explicar a razão do simpático poster na parede do quarto. Queriam saber de onde tinha vindo, os livros que eu lia, a relação de amigos, etc e etc. Fui liberado de conversas mais firmes pelo meu Tio Capitão, homem seríssimo, com a condição de dar um fim no Tio Ho, que covardemente, foi dobrado e guardado no fundo de uma gaveta. 

Os tempos eram assim.

Voltando ao Tio Ho:

A história da vitória contra os franceses no Vietnã em Dien Bien Phu (1954)  passeou nos meus pensamentos por muito tempo.

O líder Ho Chi Minh, tomou o barco em 1969, em plena guerra com os americanos, que foram derrotados, acontecendo a reunificação do Vietnã (norte e sul) em 1975.

Lembrando: Tio Ho, nascido como Nguyen Sinh Cung, em 1890 na província de Nghe Anh.
Saiu do seu país em 1911 como auxiliar de cozinha no navio francês Amiral Latouche-Tréville. Voltou depois de 30 anos, em 1941. Trabalhou de marinheiro, jardineiro, cozinheiro, estivador, pintor de fotografias, carpinteiro, jornalista, professor, escritor e tradutor.
Comunista apaixonado por Lenin.
Foi condenado a morte pelos franceses, preso pelos ingleses, pelos chineses e sobreviveu aos anos mais difíceis do stalinismo.
Curiosidade: Foi um dos fundadores do Partido Comunista Francês. 

Registrando que embora nunca tenha tido qualquer simpatia pelo comunismo, concordo que um líder do porte de Ho Chi Minh, está situado no mesmo patamar de Lenin, Gandhi, Mandela e outros poucos.

Viver é Perigoso

SOBRE REVOLUÇÃO


Disse também, John Kenneth Galbraith, economista, professor de Harward e conselheiro dos presidentes democratas, Roosevelt, Truman, Kennedy e Lyndon Johnson:

Uma revolução depende de três fatores:

Líderes decididos, seguidores disciplinados e, primordialmente, de um outro lado enfraquecido. 

Viver é Perigoso

O MONSTRO

A lei que instituiu o SNI (Serviço Nacional de Informações) foi assinada pelo primeiro presidente da ditadura, o general Castello Branco, em 13 de junho de 1964. O projeto foi enviado ao Congresso em maio e aprovado a jato.

OSNI estendeu seus braços de espionagem sobre 249 órgãos públicos diversos como ministérios, autarquias, fundações e estatais. No início dos anos 1980, seu próprio idealizador, o general Golbery do Couto e Silva, reconheceu que tinha "criado um monstro".

Na época, o deputado gaúcho, Mem de Sá, opositor ao projeto de criação do SNI, adiantou:

 "O SNI "poderá se transformar num instrumento, sem controle, de opressão e até de subversão, e um presidente que queira promover a subversão encontrará legalizado um instrumento ideal para o seu objetivo. O SNI estará isento de quaisquer prescrições que determinem a publicação ou divulgação de sua organização, funcionamentos e efetivos. O chefe do SNI, com status de ministro, a "promover a colaboração, gratuita ou gratificada, de civis ou militares, servidores públicos ou não, em condições de participar de atividades específicas", mediante "gratificação especial fixada anualmente pelo presidente da República".

Segundo o historiador e professor da UFRJ, Carlos Fico:

Ao longo de 26 anos, até ser extinto em 1990, o SNI criou imenso arquivo de informações.  Foram produzidos pelo menos 308 mil prontuários de pessoas e instituições, registrados em 220 mil microfichas e 74 caixas-arquivo. Esses números, porém, são apenas um pedaço da produção total do SNI. Foi o que escapou do processo de destruição desencadeado no final da ditadura - milhares de documentos foram incinerados nos anos anteriores à redemocratização, em 1985 - e restrito ao que estava arquivado no próprio SNI.

Cada órgão público vinculado à rede do SNI também mantinha seu próprio arquivo, alimentados por braços denominados DSI (Divisão de Segurança e Informações) e ASI (Assessoria de Segurança e Informação).Só o SNI chegou a ter 2.500 funcionários.

Frequentemente, os órgãos que integravam o Sisni ultrapassavam o levantamento das opções políticas das pessoas investigadas, registrando também dados —muitas vezes falsos— sobre a sexualidade, os relacionamentos e outros aspectos da vida privada dos brasileiros tidos como 'inimigos do regime'"

O historiador observou que todos os países, inclusive os democráticos, contam com órgãos de informação capazes de fornecer ao Executivo dados estratégicos para a tomada de decisões, mas durante a ditadura o Sisni "passou a espionar a vida dos cidadãos brasileiros, alimentando dossiês com informações que pudessem eventualmente inculpar os inimigos do regime".

As informações também serviam de base para as prisões efetuadas pelos órgãos da inteligência que formavam outro organismo, o Sissegin (Sistema de Segurança Interna do País), que coordenava centros de tortura como os DOI-Codi do Exército.

A tarefa de executar prisões, interrogatórios e tortura ficava nas mãos da tríade da inteligência militar: o CIE (Centro de Informações do Exército), o Cenimar (Centro de Informações da Marinha) e o Cisa (Centro de Informações de Segurança da Aeronáutica).

Os braços do SNI nos ministérios foram muito atuantes e prejudicaram muito os brasileiros, vários dos quais nem ao menos sabem que foram atingidos. Alguém cogitado para um determinado cargo, se fosse suspeito aos olhos da 'comunidade de informações, certamente não seria nomeado, pois seu chefe teria recebido um 'informe' condenatório."

Extraído da Folha de São Paulo - Rubens Valente

Viver é Perigoso

CPI DOS PRONTO-SOCORROS


Os cidadãos preocupados e acredito que são todos, precisam se inteirar sobre o andamento dos trabalhos da CPI dos Pronto-Socorros instalada na Câmara Municipal de Itajubá. Existem vídeos das reuniões no site da Câmara.

Esclarecedor assistir o comportamento e preocupações (ou despreocupações) dos Senhores Vereadores.

Sugestão para chegarem a uma conclusão rápida. Ter como ponto de partida o seguinte:

Descobrir o motivo que levou o Prefeito Municipal, em decisão única, unilateral  e absolutamente pessoal, decidir pelo fechamento do Pronto-Socorro centenário da Santa Casa de Misericórdia de Itajubá. 

Uma dica: Só Freud explica.

Viver é Perigoso

POR ORDEM DE IDADE

Viver é Perigoso

quinta-feira, 28 de março de 2019

MOÇA BONITA


Joana Riera Lima, um abraço pela data especial. Sempre de olho em nós.

Viver é Perigoso  

SAINDO DO SUFOCO

É o que informa os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério da Economia, divulgados na última segunda-feira, atentando para o Sul de Minas, no mês de fevereiro/2019:

Segundo os dados, Pouso Alegre gerou 491 vagas de empregos em fevereiro/2019.

Extrema gerou 467 empregos com carteira assinada em fevereiro/2019. 

Poços de Caldas ficou com saldo de +350 vagas

Santa Rita do Sapucaí ficou com saldo positivo de 114 empregos gerados. 

Itajubá ficou com um saldo positivo de 81 empregos gerados 

Varginha, descontadas as demissões, o saldo é de + 10 empregos gerados.

Viver é Perigoso

CHEGA DE SAUDADE


O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro confirmou, em segunda instância, a vitória de João Gilberto no processo que o pai da bossa nova move contra a gravadora Universal Music. Os desembargadores da 9ª Câmara Civil decidiram a favor do músico por três votos a zero. Ainda cabe recurso.

Com a decisão, a gravadora será obrigada a pagar os royalties da venda de discos —bem como danos morais—, que o cantor não recebia desde 1964.

O processo que corre no Rio de Janeiro é derivado de um outro que o cantor movia desde 1997 contra a EMI, que já foi condenada a pagar os royalties. Como esta foi incorporada pela Universal, a Justiça concluiu que a nova gravadora deve ser a responsável pelo pagamento.

Uma perícia calculou em R$ 173 milhões a dívida com o músico baiano.

Viver é Perigoso

SITUAÇÃO

Viver é Perigoso

HEIN ?


Formada por dois tipos de sócios, o sócio ostensivo (sociedade limitada) e o sócio oculto ou participante (investidor), a Sociedade em Conta de Participação (SCP) é uma alternativa de captação de recursos de crédito e de investimento, sendo a responsabilidade civil pelos negócios jurídicos de exclusividade do sócio ostensivo. 
Este responderá ilimitadamente pelas obrigações assumidas em seu nome para o desenvolvimento do empreendimento, enquanto o sócio oculto apenas participa dos resultados correspondentes (art. 991 - Código Civil).

Viver é Perigoso

quarta-feira, 27 de março de 2019

ÊPA !


"As emendas parlamentares, individuais e de bancadas, nem sequer deveriam existir. Quando você delega assim, há no meu entender, um desvio de função. Se esse dinheiro da União tem que ir para o Estado, que seja distribuído diretamente para o governo e para os municípios.
Todo sabe da forma muito pouco republicana com que muitos deputados usam essas emendas. Todo mundo sabe dos relacionamentos escusos entre prefeitos e parlamentares. 
É por tudo isso que sou contra esse conceito de emenda parlamentar. "

Dep.Tiago Mitraud - Novo Minas Gerais

(Um dos seis deputados que votaram contra o orçamento impositivo aprovado pela Câmara Federal)

O Antagonista

Viver é Perigoso

FALOU E DISSE :


Escreveu o itajubense Eugênio Mohallen

"Torço pelo governo. Porque torço por mim. E compartilho do ideário liberalizante que rege as propostas econômicas de Paulo Guedes, além das mudanças na Justiça propostas por Sergio Moro.

Mas é exasperante perceber que o governo tem como seu ponto fraco justamente aquele que deveria ser sua estrela guia.

Infelizmente, nem elefante com diarréia produz mais caca por dia que o nosso Presidente, a quem considero, apesar de tudo, alguém bem intencionado.

Mas fraqueja porque não se controla, nem aos seus. Vejam que Lula, mesmo condenado, preso e acabado, isolado numa salinha com acesso restrito, comanda seu partido com mão de ferro. No PT não se solta um pum sem a autorização de seu capo máximo. A agenda do partido-quadrilha é religiosamente a agenda que o barbudo determinar.

Já Bolsonaro, mesmo ocupando a cadeira e a caneta máximas do país, apoiado por eleitores que excedem o seu espectro ideológico e blindado por uma galáxia estrelada de generais, não controla seu partido, nem a goela de seus filhos, nem a si próprio. E isto porque é ex-militar e preza a disciplina. Imaginem se não fosse."

Blog: Pois é...

Viver é Perigoso

NÃO PEGOU !

No fim de 2007, quando a Amazon lançou a primeira geração do Kindle, seu leitor de livros digitais, não faltaram especialistas para vaticinar que os livros impressos estão com os dias contados. 
Como boa parte das previsões na área de negócios, o prognóstico estava 100% errado. Não só as obras impressas continuam firmes e fortes como os e-books se tornaram um fracasso retumbante. 
No mercado brasileiro, eles respondem por apenas 1% das vendas – número não muito diferente do observado em mercados maiores e mais maduros, como o europeu e o americano. 
Segundo Vitor Tavares, livreiro há 35 anos e presidente da Câmara Brasileira do Livro (CBL), duas razões principais explicam o fiasco: o preço dos e-books, muito próximo do valor dos impressos, e a falta de interesse pela leitura dos brasileiros. Mas o fenômeno é global. Tavares conta que voltou há pouco da Feira do Livro de Londres. Lá, diz ele, não escutou uma única vez alguém falar sobre livros digitais.

Amauri Segalla

Blog: Há tempos ganhei um Kindle da Rachel. Mas, sinceramente ? nada com um livro impresso.

Viver é Perigoso

AGORA VAI !


Existia alguma dúvida sobre licitações e contratos sobre a égide do Decreto Federal 9.142/2018 ? Não mais, após o curso que está sendo feito em Belo Horizonte (26 a 29/3), no Instituto Ruy Barbosa, pelo Vereador Wilson Batista Paiva, com diárias de R$1.491,00 e taxa de inscrição de R$ 500,00.

Sobre técnica legislativa e participação popular na elaboração de leis ? Sem problemas. A Vereadora Monica Chaves está fazendo um curso no CEAP - Belo Horizonte (26 a 29/3), com diárias de R$ 2.982,00 e  taxa de inscrição (a confirmar) de R$ 600,00.

Sobre políticas ambientais e de sustentabilidade ? Tudo resolvido. O Vereador José Maris da Silva está fazendo um curso no Instituto Plenum - Belo Horizonte (26 a 29/3), com diárias de R$ 2.982,00 e taxa de inscrição de R$ 450,00.

O estudo é a luz da vida.

Viver é Perigoso

GENTE NOSSA

Dr. Luiz Calistro Balestrassi
Viver é Perigoso

"ARTICULAÇÃO POLÍTICA"


Viver é Perigoso

FALTA DE SERVIÇO


O Senador Randolfe Rodrigues reuniu ontem assinaturas de líderes de nove partidos para levar à votação no plenário do Senado uma proposta que derruba a isenção de vistos para cidadãos da Austrália, Canadá, Estados Unidos e Japão, conforme medida anunciada pelo presidente Bolsonaro na semana passada e que entrará em vigor no dia 17 de junho.

Conforme lembrado pelo "Estadão", os cidadãos desses países já tinham o direito de pedir o visto online. Ou seja, não precisavam ir a nenhum consulado. O governo só os poupou de preencher um formulário na internet e esperar cinco dias úteis.

Com tanta coisa para tratar...

Viver é Perigoso

ÓBVIO ULULANTE


Na Boa Vista, é claro, os alunos do Grupo Escolar Rafael Magalhães, já perceberam e nem discutem mais o assunto. 
A esquerda brasileira que desde Marighela não tem ideologia nenhuma e vive de buscar uma teta para mamar, sabe muito bem que as colunas de sustentação do Governo Bolsonaro, se reduzem ao Paulo Guedes e ao Dr. Sérgio Moro. 
De forma não disfarçada estão trabalhando firme para não restar para os dois, outra opção que não seja pedir os bonés.
Em acontecendo a tragédia, podem convocar a realização de novas eleições e aguardar a posse do Ciro Gomes. 

Viver é Perigoso  

terça-feira, 26 de março de 2019

OUTROS TEMPOS



Viver é Perigoso

MINHA CASA, MINHA VIDA


Os brasileiros gastaram US$ 2 bilhões em 2018 comprando imóveis na Flórida. O montante foi 15% superior ao investido em 2017. O Brasil está em segundo lugar no ranking de compradores internacionais na Flórida, atrás apenas do Canadá.

O preço médio do metro quadrado em regiões de alto padrão, como Brickell e Aventura varia de US$ 3 mil a US$ 5 mil. Na praia as cifras podem chegar a US$ 8 mil para imóveis usados e alcançar até US$ 14 mil nos lançamentos.

Como já comentado em outro post, muitos conterrâneos itajubenses já adquiriram o seu cantinho na ensolarada Flórida. 

Adeus Ubatuba

Broadcast

Viver é Perigoso

OLHO NO LANCE !


Alertado por um leitor do "Viver é Perigoso" dei uma olhada agora à tarde, na página do Facebook do Vereador Fabrício Machado, que transmitia ao vivo uma Reunião das Comissões Permanentes de "Constituição e Finanças" da Câmara Municipal de Itajubá -.

Uma falha técnica da Câmara Municipal: Não colocam uma plaquinha identificando os participantes da discussão. 

Pessoal tecnicamente bem preparado.

Com cinco minutos de debate acendeu a luz amarela do "Viver é Perigoso".  Em pauta, meio que quietinho, o Código Tributário do Município, mais precisamente, sobre o INSSQN - Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza e mais diretamente ainda, sobre Cooperativas Médicas.

Luz amarela ? O Projeto de Lei Complementar 113/2018 é de outubro do ano passado. A Câmara Municipal com a maioria absolutíssima do Prefeito, não costuma demorar tanto tempo para analisar, colocar em pauta e aprovar os projetos encaminhados pelo Executivo.

Segundo: Conforme adiantado pelo coordenador da reunião Vereador Molina, nas condições em que foi apresentado, a tendência é que o mesmo não siga adiante. Ou o Prefeito não tem tanto interesse no assunto ou alguma coisa mais forte está pegando.

Simples e direto o questionamento feito pelo Vereador Fabrício Machado.

- Se não existe renúncia fiscal, se não muda nada, por que o Projeto de Lei ?

Respondeu a representante do Executivo:

- Visa buscar segurança jurídica.

Blog: Que insegurança é essa ? 

Sei não, mas o assunto merece uma discussão maior.

Viver é Perigoso     

MENINOS, EU VI


O grande campeão mundial de box, Eder Jofre, completa hoje (26/3) 83 anos de vida. Um ídolo nacional.

No dia 22/3/1974, uma sexta-feira, recém-formado e já trabalhando na capital paulista, fui de manhã até o Hospital São Paulo, na Vila Clementino, doar sangue para o sobrinho de um amigo e colega da Escola de Engenharia. Um menino atingido pela leucemia. 

Passei pelo quarto onde ele estava internado. No quarto ao lado estava internado o pai e treinador do Eder, o Senhor Kid Jofre. Ele estava mal e tomou o barco no dia seguinte (23/3/1974). Aparentemente ele estava muito velhinho e hoje leio que tinha apenas 67 anos.

Já lá vão 45 anos.

Em tempo: O menino também tomou o barco poucos dias após.

É a vida...

Viver é Perigoso 
  

SOBRECARGA DE BELEZA


Hoje, como sempre faço, abri, o www.aleivosiascomlimao.blogspot.com e dou de cara com esse exagero de belezas.

Estivesse também lá a Julie Chistie fazendo companhia as belas Catherine e Mônica, teria fechado o computador e ido passear lá no Parque. Calma, do Ibirapuera.

O Clark Gable eu deixaria de fora. Aliás, de quem me lembro sempre pela última frase pronunciada no "E o vento levou". Inesquecível.


Viver é Perigoso 

EGO INFLADO

Viver é Perigoso

segunda-feira, 25 de março de 2019

FALOU E DISSE


Escreveu Carlos Alberto Di Franco, no "Estadão" 

"...Nós jornalistas, temos um papel importante. Devemos dar a notícia com toda a clareza. Precisamos fugir do jornalismo declaratório. Nossa missão é confrontar a declaração do governante com a realidade dos fatos. Não se pode permitir que as assessorias de comunicação dos políticos definam o que deve ou não ser coberto. O jornalismo de registro, pobre, simplificador, repercute o Brasil oficial, mas oculta a verdadeira dimensão do País real. Precisamos fugir do espetáculo e fazer a opção pela informação. Sá assim, com equilíbrio e didatismo, conseguiremos separar a notícia do lixo declaratório. 
Transparência nos negócios públicos, ética, boa gestão e competência são as principais demandas da sociedade. Memória e voto consciente compõem a melhor receita para satisfazê-las.
Devemos bater forte na porno-política. Ela está na raiz da espiral de violência que sequestra a esperança dos jovens e ameaça a nossa democracia. 
Jornalismo é a busca do essencial, sem adereços, qualificativos ou adornos. O jornalismo transformador é substantivo. Sua força não está na militância ideológica ou partidária, mas no vigor persuasivo da verdade factual e na integridade da sua opinião.
Façamos reportagem. Informação é arma da cidadania. "

Carlos Alberto Di Franco

Viver é Perigoso

CANTINHO DA SALA

Jarro de flores - 1958 - Guignard
Só lembrando, o BC dispõe de um acervo de 533 trabalhos de grandes artistas modernistas brasileiros. O acervo está em exposição na Galeria de Arte do Banco Central, aberta à visitação de terça a sexta-feira, das 10h às 18h, e no sábado, das 14h às 18h, no 8º andar do Edifício Sede, em Brasília.

Recentemente, o Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand (MASP) e o Banco Central (BC) assinaram um contrato de comodato de 21 obras da coleção da autarquia. O Comodato MASP BC prevê a cessão por dez anos, a partir de 2019, de pinturas de nomes importantes do modernismo brasileiro, como Ismael Nery e Tarsila do Amaral, que preenchem lacunas históricas do museu.

Tarsila será tema de uma das principais exposições do MASP em 2019, ano em que o museu terá sua programação pautada pelo tema Histórias das mulheres, histórias feministas. As obras Trabalhadores (1938), Porto I (1953), Autorretrato com vestido laranja (1921) devem fazer parte da mostra. Pelo comodato, o MASP recebe ainda Estudo (Nu), feito em 1922 pela pintora.

De Ismael Nery, o museu receberá Desejo de amor (1932) e Perfil e alma (sem data). 

Outro destaque do comodato, assinado em dezembro, é o paulista Alfredo Volpi, com um conjunto excepcional de onze pinturas: Bandeiras e mastros (sem data), Composição concreta (sem data), Bandeiras (sem data), Bandeiras brancas e verdes (sem data), Cataventos (sem data), Motivo de casas (1955), Quatro bandeiras brancas (1971), Velas (sem data) e Fachada em azul e verde (sem data).

A lista é complementada pelas telas Jarro de flores (1958), de Alberto da Veiga Guignard, A despedida (1930), de Antonio Gomide, duas intituladas Marinha (uma de 1951 a outra sem data), de José Pancetti, e pelas pinturas Cabeça de mulher (1963) e Mulata em fundo verde (1973), de Emiliano Di Cavalcanti.

Como todos sabem, o MASP funciona de quarta-feira a domingo, das 10h às 18h, e às terças-feiras, das 10h às 20h, na av. Paulista, 1578, Bela Vista, São Paulo.

Viver é Perigoso

OLHA O BRASIL AÍ GENTE !


Sem nenhuma intenção de ofender o pessoal das Escolas de Samba, longe disso. Mas o momento político/militar em Brasília, deve ser parecido com as articulações existentes nos morros (imaginação) às vésperas da escolha do samba enredo para o desfile de carnaval. Tira um verso daqui, uma linha dali, uma outra nota de lá, assinam a composição uma duzia de sambistas e vamos que vamos.

Ou seria como uma reunião para escolher o orador da formatura da quarta-série do ginásio ?

Viver é Perigoso

EX - PRESIDENTE LULIA


Sim, o nome do homem é Michel Lulia. 

Depois de séculos fiquei sabendo o nome completo do ex-presidente. Michel Miguel Elias Temer Lulia. No início da carreira de advogado provavelmente era chamado de Dr. Lulia.

Segundo a Lava-Jato, o Dr. Lulia já tem 40 anos de quadrilha. Adquiriu estabilidade e não pode ser mais preso. O Desembargador Antonio Gorgeta Athié, do Tribunal Regional Federal da 2ª Região, mandou soltá-lo, bem como os seus parceiros. 

Aliás, segundo o "Estadão", o Dr. Athié ficou afastado do cargo durante sete anos, por ter sido alvo de uma ação do Superior Tribunal de Justiça sob acusação de estelionato e formação de quadrilha, em 2004. 

Viver é Perigoso